Análise Arkade: caçando ursos malvados em Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls

8 de julho de 2017
Autor: Rodrigo Pscheidt

Análise Arkade: caçando ursos malvados em Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls

2017 está sendo um grande ano para quem é fã da série Danganronpa: em março recebemos os 2 primeiros jogos da série remasterizados, e agora é o spin off Ultra Despair Girls que chega trazendo uma invasão de ursos malvados para o Playstation 4 e logo mais também para os PCs!

Invasão de Monokumas

Ultra Despair Girls começa de maneira bem caótica: somos apresentados a jovem Komaru Naegi (irmã do protagonista do primeiro game), que está vivendo há mais de um ano é forçada a viver trancada em um apartamento, sem contato com o mundo exterior.

Tudo mundo quando um exército de Monokumas — ursos idênticos ao vilão que controlava a escola no primeiro game da série — invade a cidade e começa a trucidar brutalmente todos os adultos. Komaru é salva por agentes de uma organização chamada Future Foundation, e agora precisará dar um jeito de se manter viva no caos que se tornou a cidade.

Confira os primeiros 20 minutos de cutscenes + gameplay:

Felizmente, ela não estará indefesa nessa missão: ela recebe de um dos agentes uma arma maluca chamada Megaphone Hacking Gun… que é basicamente um megafone (?!) capaz de enviar códigos de programação através de ondas sonoras, que hackeiam os Monokumas, explodindo seus circuitos. Além disso, Komaru também une forças com Toko Fukawa, jovem esquisita que sofre de múltipla personalidade…e no caso, sua outra personalidade é uma máquina de matar conhecida como Genocide Jack.

Análise Arkade: caçando ursos malvados em Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls

Munida de seu megafone turbinado e acompanhado pela inconstante Toko, Komaru terá de se aventurar pelas ruas da cidade enquanto destroem Monokumas e caçam os Warriors of Hope — uma gangue de crianças sinistras que aparentemente está por trás de toda a confusão.

Praticamente um shooter

Se a série Danganronpa principal se caracteriza como uma visual novel focada em diálogos e interações entre personagens, aqui o esquema é bem diferente: Ultra Despair Girls é praticamente um shooter em terceira pessoa, onde exploramos cenários relativamente lineares enquanto alvejamos ursos malvados e coletamos munição.

Análise Arkade: caçando ursos malvados em Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls

Munição? Pois é: ainda que nossa arma seja um megafone, ela é capaz de “atirar” diferentes códigos, cada um com uma função diferente: o mais básico simplesmente explode os Monokumas, mas há um que permite ao jogador assumir o controle do urso (e usá-lo para atacar outros), outro que funciona como um sonar para mostrar itens e pontos de interesse pelo cenário, e até um que coloca o Monokuma para dançar, criando uma distração momentânea!

Saber utilizar os diferentes tipos de munição é essencial, até porque o jogo também entrega diferentes tipos de Monokumas em seu caminho, e poder tomar controle de suas habilidades ou usá-los para distrair os demais se mostra essencial. Para dar uma variada no gameplay, existem áreas de desafio onde devemos criar uma explosão em cadeia que elimine todos os inimigos… e temos também batalhas contra chefes, é claro!

Análise Arkade: caçando ursos malvados em Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls

Com uma pegada de gameplay muito mais voltada para a ação, a história em si — e principalmente as relações entre os personagens — acabam ficando um pouco em segundo plano. Quer dizer, ainda temos muitas cutscenes e diálogos rolando o tempo todo, mas aqui somos passivos, não tomamos decisões nem interferimos de forma significativa na narrativa.

O que não é necessariamente um ponto positivo se considerarmos que o estilo “lento” e o excesso de “blá blá blá” das visual novels acaba afastando alguns jogadores. Aqui o foco é a ação e o tiroteio, mas ainda há espaço para que a trama seja desenvolvida, e por mais nonsense que ela pareça, consegue ser bem empolgante e manter o jogador interessado.

Audiovisual

Por ser um jogo originalmente lançado para o PS Vita, não espere que este remaster de Ultra Despair Girls faça jus ao poder do PS4. O visual dos cenários é bastante simples mas colorido, e o estilo mangá ganha muitos pontos a favor, com um character design inspirado,  se mantém na tênue linha que separa o estiloso do bizarro. E rolou um belo upgrade no framerate, pois agora o jogo roda aos 60fps.

Análise Arkade: caçando ursos malvados em Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls

A trilha sonora mantém o clima típico de um bom jogo japonês, misturando de forma competente pop, rock e eletrônico com músicas cantadas por coros (bem desafinados) de crianças. Infelizmente o jogo não está traduzido para o português, mas podemos jogar com áudio e legendas em inglês. Pessoalmente, prefiro o áudio original em japonês para este tipo, pois os dubladores realmente se entregam às situações, o que deixa tudo mais divertido.

Conclusão

Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls é um spin off bem diferente da série principal, mas talvez isso o torne mais atrativo para novos players, pois os relacionamentos e diálogos são substituídos por ação e tiroteio… ainda que os tiros sejam ondas sonoras e sua arma seja um megafone!

Análise Arkade: caçando ursos malvados em Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls

Considerando que Danganronpa V3: Killing Harmony vem aí — e é o primeiro jogo da série pensado para consoles e PCs (com versão para Vita, claro) –, essa é a hora para ficarmos em dia com a série, pois agora todos os jogos estão disponíveis também para PCPlaystation 4. Esse é spin off, é diferentão, e vale a pena!

Danganronpa Another Episode: Ultra Despair Girls chegou aos PCs e ao Playstation 4 em 27 de junho. Antes disso,o game era exclusivo do PS Vita.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *