Análise Arkade: leve o autorama para qualquer lugar com HTR+ High Tech Racing

5 de dezembro de 2015
Autor: Rodrigo Pscheidt

Análise Arkade: leve o autorama para qualquer lugar com HTR+ High Tech Racing

Hora de dar uma pausa nos blockbusters e grandes lançamentos para falar de um jogo brasileiro: HTR+ High Tech Racing é um “simulador de autorama” que migrou dos PCs para a telinha do PS Vita!

Produzido pelo estúdio paulista QUByte Interactive e lançado em meados de 2014 para PCs — disponível nos nossos parceiros do SplitPlay — , HTR+ ousou acelerar por novos horizontes este ano, chegando ao “desacreditado” PS Vita no mês passado. Como estamos sempre ligados no mercado nacional, resolvemos experimentar o game, e nossas impressões sobre ele você confere agora!

Matando a saudade dos autoramas

Se você foi criança nos anos 80/90, é provável que tenha passado algumas horas se divertindo com seus irmãos/primos/amigos com um autorama. Este brinquedo nostálgico entregou alguns rachas realmente empolgantes, e continua no mercado até hoje, tendo variações modernas como os Hot Wheels e suas pistas cheias de obstáculos e loopings.

Análise Arkade: leve o autorama para qualquer lugar com HTR+ High Tech Racing

Mas apesar de divertidos, autoramas são grandes e caros. Não é o tipo de coisa que você pode curtir em qualquer lugar. Na tela do Vita a coisa muda, pois agora você curte o clima “anos 90” do autorama no ônibus, na fila do banco, no banheiro, e onde mais você quiser!

Claro que já tivemos jogos de corrida com cara de “brinquedo”, como a saudosa série Micro Machines, mas a vibe era outra. Ele tinha esse ar “de brinquedo”, mas era basicamente um jogo com carros pequenos em cenários pequenos, não um jogo de autorama, certo? Já HTR+ High Tech Racing realmente se esforça para emular a autêntica experiência de um autorama e, um ambiente digital.

Uma corrida diferente

Se você já brincou com um autorama “de verdade”, sabe que ele não funciona como um “game de corrida” normal. Não há um volante, nem marcha, nem mesmo freio: o carrinho corre em um “trilho”, e o controle conta basicamente com um gatilho que serve de acelerador e é extremamente sensível.

Análise Arkade: leve o autorama para qualquer lugar com HTR+ High Tech Racing

Ou seja, em um autorama você não necessariamente “pilota” o carro, você controla a aceleração, “pisando fundo” nas retas e dando uma suavizada nas curvas para o seu carrinho não se perder e acabar saindo da pista. E HTR+ High Tech Racing entrega exatamente essa mesma experiência.

Todas as pistas possuem “trilhos” paralelos por onde os carrinhos correm, e os analógicos do Vita (ou a tela touch) servem como o gatilho acelerador, e você aumenta ou diminui a aceleração movendo mais ou menos a alavanca analógica ou seu dedo na tela touch.Na prática, o jogo sequer precisa de botões, quase tudo pode ser feito direto pela tela, o que é bem prático.

Análise Arkade: leve o autorama para qualquer lugar com HTR+ High Tech Racing

Como num autorama de verdade, se você não pegar leve nas curvas irá derrapar, rodopiar e até mesmo sair rolando da pista. O mais legal é que aqui não temos aquela IA perfeitinha, que não erra nunca: o tempo todo você verá os carrinhos controlados pelo computador se perdendo nas curvas, o que deixa as coisas bem mais justas.

Uma coisa interessante é que as corridas são bem rapidinhas, e geralmente nem duram mais do que 3 minutos. Isso torna o jogo uma boa opção para partidas rápidas no ônibus, no metrô, no banheiro (quem nunca?), na fila do banco, enquanto espera a namorada se arrumar, etc…

Conteúdo e customização

Como pegar a manha da sensibilidade do acelerador é um pouco trabalhoso, a melhor coisa que você pode fazer é começar pelo modo Practice, que te joga em umas pistas mais tranquilas para você se adaptar aos controles. Só então você está apto a testar suas habilidades no modo Championship, que possui 3 torneios, cada um com pistas mais complexas que o anterior.

Análise Arkade: leve o autorama para qualquer lugar com HTR+ High Tech Racing

Feito isso ainda tem uns torneios de pistas extras, e se você tiver o empenho, poderá até mesmo criar sua própria pista, em um editor de pistas bem completo e simples de utilizar. Loopings, curvas, rampas, passarelas, você pode criar sua pista como quiser!

Análise Arkade: leve o autorama para qualquer lugar com HTR+ High Tech Racing

Outra coisa legal é que você também pode “tunar” o seu carrinho, trocando motor, rodas e chassi para melhorar sua aderência e velocidade.

Análise Arkade: leve o autorama para qualquer lugar com HTR+ High Tech Racing

Também existem vários carrinhos que você pode comprar usando a grana que ganha vencendo as corridas, bem como alguns que não podem ser comprados e precisam ser desbloqueados mediante o cumprimento de alguns requisitos.

Audiovisual

HTR+ High Tech Racing mantém o clima de autorama em todos os momentos. Seu visual é colorido e simpático, o traçado das pistas é bacana e os carrinhos são bem variados e a “plateia” parece toda composta de bonequinhos. Você tem 3 opções de câmera, e salvo raras exceções (loopings, viadutos), todas elas oferecem uma boa visibilidade.

Análise Arkade: leve o autorama para qualquer lugar com HTR+ High Tech Racing

O ronco dos motores é agudo, meio zumbido, exatamente como soam os carrinhos de autorama. A trilha sonora deixa um pouco a desejar: são poucas músicas, todas bem curtas, de modo que ficam rolando em loop e a “emenda” que rola pra faixa recomeçar é bem perceptível.

O jogo tem alguns bugs que surgem com mais frequência depois que você já está com um carrinho bem rápido: é comum você “atravessar” um viaduto (como se o jogo não entendesse que você foi pela pista de cima) ou ele simplesmente perder a aceleração em um looping e despencar no meio da subida.

Análise Arkade: leve o autorama para qualquer lugar com HTR+ High Tech Racing

Em alguns casos essas falhas irritam, pois você pode facilmente ser ultrapassado por um problema que é mais culpa do jogo do que do seu desempenho na direção. Provável que um simples patch resolva isso, e espero que a QUByte Interactive invista nisso para melhorar a experiência dos jogadores.

Conclusão

HTR+ High Tech Racing é uma verdadeira declaração de amor aos bons e velhos autoramas. O jogo foge do estilo padrão de “corrida” para oferecer uma experiência que realmente se aproxima do que vivemos nas pistinhas de plástico nos anos 80 e 90.

Análise Arkade: leve o autorama para qualquer lugar com HTR+ High Tech Racing

Este pode ser um jogo meio de nicho, pois o “fator nostalgia” conta muito. Se você curtiu os autoramas “de verdade” na sua infância, sem dúvida o game é uma boa pedida. E não é sempre que vemos um jogo brasileiro chegar ao PS Vita, então vale ainda mais a pena, para prestigiarmos a indústria brasileira de games!

HTR+ High Tech Racing chegou ao Vita em 17 de novembro. O jogo já estava disponível anteriormente para PC, Mac, iOS, Android e Windows Phone.

Uma resposta para “Análise Arkade: leve o autorama para qualquer lugar com HTR+ High Tech Racing”

  • 5 de dezembro de 2015 às 15:29 -

    Eric Lee

  • Esse jogo tem lista de troféus?

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *