Análise Arkade: Sky Force Anniversary revive o bom e velho “shooter de navinha” com estilo

10 de setembro de 2016
Autor: Rodrigo Pscheidt

Análise Arkade: Sky Force Anniversary revive o bom e velho "shooter de navinha" com estilo

Sky Force é um frenético shooter “de navinha” 2D que chegou aos dispositivos móveis em 2004. Em 2014, ele recebeu uma edição especial de 10 anos muito legal, que mais tarde migrou para os PCs e 2 anos depois está chegando aos consoles. Experimentamos o game no PS4 e trazemos nossas impressões para você!

Sem perder tempo

Sky Force Anniversary já começa direto na ação: sem tela inicial, menu nem nada, você é colocado no comando de uma nave e já sai trocando tiros com aviões e embarcações inimigas. Não tarda para você dar de cara com um chefão, uma aeronave colossal, comandada pelo grande vilão do jogo, General Mantis.

Análise Arkade: Sky Force Anniversary revive o bom e velho "shooter de navinha" com estilo

Por melhor que você se saia nesta batalha, não há como vencer. O chefe usa um golpe elétrico impossível de evitar, e você vai acabar sendo destruído. Porém, o corajoso piloto consegue se salvar pulando de paraquedas… e a sua missão é justamente ir resgatá-lo, e destruir o império bélico de Mantis de uma vez por todas!

Pew pew pew!

Sky Force Anniversary é um shooter de navinha 2D bem tradicional, na mesma pegada de Ikaruga, Sonic Wings e do bom e velho River Raid. Você encara uma fase relativamente curta explodindo centenas de inimigos, e no final ainda precisa encarar um chefe que geralmente é gigante e bem apelão.

Análise Arkade: Sky Force Anniversary revive o bom e velho "shooter de navinha" com estilo

A progressão é vertical, e você é livre para se mover por toda a tela para escapar dos (incontáveis) tiros, lasers e mísseis que o exército inimiga atira contra você. Além de detonar os inimigos, você também deve resgatar pilotos aliados e engenheiros que foram capturados por Mantis.

Sua arma básica tem munição infinita, então pode simplesmente manter o dedo no  gatilho (X, no PS4) sem medo de ser feliz. Ao contrário de outros jogos do tipo, porém, os power ups aqui não melhoram automaticamente suas armas: você precisa dar uma passada no Hangar para comprar upgrades e armas secundárias (mísseis teleguiados, lasers, escudos e bombas) para sua nave.

Análise Arkade: Sky Force Anniversary revive o bom e velho "shooter de navinha" com estilo

A moeda de troca utilizada no jogo são estrelas, que são deixadas aos montes pelos inimigos derrotados. As armas mais potentes (lasers e bombas) precisam ser recarregadas, mas você também encontra (pouca) munição pelas fases. No total são 9 fases (mais a intro), e, obviamente, o desafio vai ficando exponencialmente mais cabeludo conforme você avança.

As infames medalhas

Por ser um jogo que nasceu no formato free-to-play em tablets e smartphones, Sky Force Anniversary mantém nos consoles uma prática pentelha comum em games mobile: você precisa coletar um número x de alguma coisa para poder acessar a próxima fase.

Análise Arkade: Sky Force Anniversary revive o bom e velho "shooter de navinha" com estilo

No caso, o que temos que colecionar aqui são medalhas. Cada fase pode lhe render 4 medalhas na dificuldade normal e outras 4 no modo hard. O problema é que algumas dessas medalhas são BEM difíceis de conseguir, o que torna a progressão demorada e cansativa.

Por exemplo: em quase todas as fases, você ganha medalhas por destruir 100% das tropas inimigas e chegar até o final sem tomar um único tiro. Pode não parecer, mas isso é extremamente difícil: se um único aviãozinho inimigo sair inteiro da tela, você perde a medalha dos 100%, e qualquer tiro que você leva automaticamente cancela a outra medalha.

Análise Arkade: Sky Force Anniversary revive o bom e velho "shooter de navinha" com estilo

Assim, enquanto a primeira metade do jogo entrega um desafio aceitável, liberar as últimas fases se torna um suplício, pois você precisa alcançar resultados nada menos que perfeitos para ganhar as medalhas. Para acessar a última fase, você precisa pegar quase todas as medalhas das fases anteriores, o que é MUITO difícil.

Este formato de progressão “pensado” para smartphones acaba tornando o jogo um pouco frustrante, pois por mais que você passe — com muito suor — pelas fases, precisará rejogá-las diversas vezes apenas para conseguir medalhas suficientes para destravar o próximo estágio.

Coop local e online

Sky Force Anniversary possui um bem-vindo modo cooperativo local, onde um segundo jogador pode te ajudar a derrotar as centenas de inimigos que invadem a tela. Isso ajuda um bocado na hora de conseguir as medalhas do tipo 100% (mate 100% dos inimigos, colete 100% das estrelas), e sem dúvida deixa o jogo bem mais divertido.

Confira abaixo um pouco de gameplay em modo coop capturado direto pelo PS4:

Porém, jogar de 2 também agrega um elemento dificultador: para conseguir a medalha de terminar a fase sem tomar um único tiro, é preciso que os 2 jogadores sejam extremamente habilidosos, pois qualquer um que tome o tiro já cancela a façanha. Isso é excepcionalmente frustrante quando ambos estão indo bem a fase toda, mas alguém toma um tiro de bobeira bem no chefão.

Análise Arkade: Sky Force Anniversary revive o bom e velho "shooter de navinha" com estilo

Se você invariavelmente se aborrecer com a campanha tradicional, pode dar uma arejada nos Torneios Semanais, que aparentemente trazem fases “infinitas” para você ir o mais longe que conseguir, enfrentando ondas e mais ondas de inimigos que vão ficando gradativamente mais difíceis. Ainda que não haja multiplayer online, o jogo está o tempo todo comparando seu desempenho com o dos seus amigos, apresentando vários tipos de estatísticas diferentes.

Audiovisual

Sky Force Anniversary é um jogo incrivelmente bonito. Os cenários — geralmente oceanos, recifes e ilhas — são quase fotorrealistas (tipo fotografias via satélite, saca?), ainda que as cores saturadas tornem tudo muito mais plástico e vibrante, com um ar quase de pintura.

Análise Arkade: Sky Force Anniversary revive o bom e velho "shooter de navinha" com estilo

A trilha sonora, os letreiros, placares e efeitos mantém uma bem-vinda vibe old school, com faixas eletrônicas animadas e sons de tiros e explosões que soam atuais, mas ao mesmo tempo parecem saídos diretamente de um jogo de fliperama dos anos 90. Há até um locutor de voz trovejante que solta comentários do tipo “Nice” e “Amazing” quando você está mandando bem. Mais retrô impossível.

Análise Arkade: Sky Force Anniversary revive o bom e velho "shooter de navinha" com estilo

Para quem é fã da família Playstation, uma boa notícia: o jogo é crossbuy, ou seja, comprando ele apenas uma vez, você pode baixá-lo no PS3, no PS4 e no PS Vita. O console que entrega o melhor desempenho — incluindo 60fps — obviamente é o PS4, mas o jogo não faz feio na telinha do Vita, e o custo-benefício do pacote sem dúvida vale a pena.

Conclusão

Sky Force Anniversary resgata com maestria um gênero que anda meio sumido nos consoles ultimamente. Ainda que traga um elemento pentelho de sua plataforma original (as medalhas), ele sem dúvida é aditivo e viciante o bastante para agradar aos fãs de um bom e velho shooter de navinha 2D.

Análise Arkade: Sky Force Anniversary revive o bom e velho "shooter de navinha" com estilo

Seja por sua incrível beleza, por seu gameplay fluido e funcional, pelo multiplayer local caprichado ou simplesmente pela nostalgia, Sky Force Anniversary é um jogaço imperdível para quem curte shoot ‘em ups. E nos consoles da Sony você compra 1 e leva 3, o que o torna ainda mais imperdível.

Sky Force Anniversary chegou ao Playstation 4, Playstation 3 PS Vita no dia 6 de setembro. Antes disso, ele já estava disponível para iOS, Android e PC. O game possui menus e legendas em português brasileiro.

3 Respostas para “Análise Arkade: Sky Force Anniversary revive o bom e velho “shooter de navinha” com estilo”

  • 11 de setembro de 2016 às 23:33 -

    Luisa

  • Gente, ficou muito bom.

  • 12 de setembro de 2016 às 21:37 -

    Hawk Silver

  • Precisamos muito desse tipo de estilo de game !

  • 3 de outubro de 2016 às 12:51 -

    Ítalo Mendes

  • Para o upgrade da nave usando estrelas, precisa passar de uma mesma fase várias vezes para coletar estrelas suficientes, para a nave ter um tiro minimamente melhor para derrotar as naves dos níveis mais difíceis??? Assim como é no Android???

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *