Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

27 de novembro de 2017
Autor: Renan do Prado

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

Star Wars Battlefront II é um game que foi muito aguardado por muitos jogadores, graças a sua ambiciosa proposta de se tornar mais parecido com o clássico Battlefront II de 2005. Porém, além do hype, um enorme distúrbio na Força atingiu o game, por culpa da EA Games que recheou o game de microtransações que não só elevaram a ira dos jogadores, como da Disney e da Lucasfilm.

Porém, apesar de todos esses graves problemas, será que Battlefront II é um bom game que honra não só o universo criado por George Lucas, mas também o legado da clássica série Battlefront, que não foi bem evocado com o último game da série? Pois é hora de descobrir! Calibre seus blasters, preparem seus Sabres de Luz e deixe a Força fluir com nossa análise completa do game!

Há muito tempo, em uma galáxia muito, muito distante…

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

Quando lançado, o que mais decepcionou os fãs da série com o reboot de Battlefront foi a falta de conteúdo single player. Afinal, os dois primeiros games da série possuíam muito conteúdo offline, com campanhas grandiosas, muitos modos de jogo além é claro do multiplayer, que foi sucesso absoluto em sua época. Dessa vez, a EA Games resolveu se redimir, e criou uma campanha nova e original para o game, além de adicionar muitos modos de jogo diferente, que falaremos mais pra frente.

O game possui uma campanha single player com uma história original que conecta a trilogia clássica com a trilogia atual de Star Wars, contando a história da piloto de elite Iden Versio, líder do Esquadrão Inferno do Império Galáctico. Iden, junto de seus companheiros Del Hask são uma tropa de elite do Império que cumprem missões secretas e de alta periculosidade, como roubo de dados, assassinatos e etc.

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

A campanha se inicia momentos antes da destruição da Segunda Estrela da Morte, durante os eventos de O Retorno de Jedi, e segue contando a história de Iden e em seu envolvimento com ambos o Império e a Rebelião após a morte do Imperador, nos anos que se seguiram até o momento de início de O Despertar da Força. 

A campanha serve para mostrar um pouco dos “bastidores” para o sétimo filme da franquia, mostrando alguns eventos que fazem ligação com certos acontecimentos do filme. Não vamos dar nenhum spoiler, mas a campanha entrega uma história muito interessante, não só mostrada pelo ponto de vista de Iden, como de outros personagens, com a presença de figuras marcantes da franquia, como Luke, Leia, Solo, Lando e outros.

Há porém alguns mistérios que permanecem ao fim da campanha. Com informações que são dados no começo da campanha mas que acabam se perdendo no meio do caminho, deixando uma incógnita que, se não significar que haverá mais informações para a campanha posteriormente, então acabou deixando um furo não preenchido. Mas no geral, é uma história muito bem construída, simples, mas digna de um Star Wars.

Mais conteúdo Single Player

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

Normalmente quando um game com foco em multiplayer é lançado com um modo campanha, ela acaba servindo puramente como um “tutorial” para o modo online, em que o jogador aprende os comandos do game e de cada uma de suas classes, oferecendo normalmente campanhas curtas. Como já falamos, o modo campanha do game é muito bom, além de ser relativamente longo em comparação com outras campanhas de FPS focados em multiplayer. Mas uma vez terminada a campanha, ainda há mais conteúdo para os jogadores aproveitarem offline, seja sozinho ou com um amigo.

O game possui um modo chamado Arcade, que é puramente offline e oferece diversas missões para o jogador se divertir sozinho ou em multiplayer split-screen co-op ou versus. O modo arcade possui três categorias diferentes, o primeiro é o modo Cenários de Batalha, em que o jogador revive alguns momentos dos filmes de uma forma um pouco diferente, como por exemplo controlar Leia em um tiroteio na lua de Yavin 4. Controlar Han Solo ou Chewbacca enfrentando Stormtroopers em Mos Eisley e etc. Esse modo possui missões tanto para o Lado da Luz quanto para o Lado Sombrio, servindo como um bom treinamento para cada um dos heróis disponíveis no game.

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

Há o modo Arcade Personalizado, em que o jogador pode alterar todas as regras da partida e criar as situações que quiser, como por exemplo poder enfrentar hordas gigantescas de Stormtroopers com um único personagem e etc. E por fim, temos o modo tutorial, que ensina o geral sobre o gameplay, como atacar, usar habilidades e etc. Esse tutorial serve apenas para que o jogador entenda como o game funciona, para entender o funcionamento de cada classe, habilidade, veículo e herói, cabe ao jogador treinar e aprender por conta própria. Mas é bem simples de aprender.

Caindo na guerra no multiplayer

Além dos modos single player existe é claro o multiplayer. E deixe-me aditar que, como um jogador que torce o nariz para games online, principalmente FPS ao estilo Battlefield Call of Duty, eu viciei e muito no multiplayer de Battlefront II! O game oferece cinco modos online, cada um com um formato diferente e cheios de diversão.

O primeiro e principal modo é o Ataque Galáctico. Esse modo recria grandes batalhas da história da série, além de criar novos conflitos, como a enorme batalha entre a República e os Separatistas em Kashyyyk (A Vingança dos Sith), a batalha da Base Starkiller (O Despertar da Força), o conflito de Naboo entre a república e a Federação do Comércio (A Ameaça Fantasmas) e mais. Esse modo oferece batalhas ao padrão “Battlefield“: um grande mapa com batalhas em terra e ar baseado em objetivos para até 40 jogadores. Um time atacando, com o objetivo de conquistar pontos ou destruir objetivos e avançar para o próximo. E um time defensor, que deve impedir o avanço dos inimigos a qualquer custo.

O segundo modo é o Ataque com Caças Estelares, que é meu modo favorito do game. Esse modo conta apenas com batalhas aéreas para 24 jogadores em diferentes mapas tanto na atmosfera de planetas quanto no espaço. Ele funciona da mesma forma do Ataque Galáctico, com partidas baseadas em objetivos, com os dois times tendo que ou atacar ou defender pontos chave além destruir o máximo de inimigos que puder. Esse modo conta com insanas batalhas em campos de asteroides, em meio a destroços de naves destruídas ou nos céus de planetas como Kamino, em meio a chuvas torrenciais. Esse é o modo mais belo de todos, e a satisfação de pilotar um X-Wing, um TIE Fighter ou qualquer outra nave é incrível.

O terceiro modo é o Heróis vs Vilões, um modo 4 contra 4 em que um time controla icônicos personagens do Lado da Luz e o outro do Lado Sombrio. O objetivo desse modo é matar os jogadores alvo de cada time, que são trocados aleatoriamente no decorrer das lutas. O time que matar 10 inimigos alvos primeiro, vence. Os dois últimos modos são Ataque: Partidas para até 16 jogadores baseados em objetivos, como roubar planos da Estrela da Morte. E o modo Batalha, que é o tradicional Team Deathmatch para 20 jogadores, vence o time que matar um número específico de inimigos primeiro.

Uma coisa divertida é que nenhum modo de jogo é baseado em tempo, mas sim em objetivos. Por isso, as batalhas podem ser curtas ou durar um longo tempo, mas a vantagem é que elas sempre são divertidas, seja jogando com classes comuns e principalmente ao se controlar veículos e os icônicos personagens da franquia.

Classes, Heróis e Espaçonaves

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

Como já dito, o game possui vários personagens diferentes, entre soldados, personagens icônicos e veículos. Cada um deles tem suas próprias estratégias para serem usados em combate. Ao iniciar uma partida, o jogador pode apenas utilizar personagens de quatro classes iniciais (com soldados em terra) e três classes para Caças Estelares (em batalhas aéreas). As classes de personagens em terra são: AssaltoPesado, Oficial Especialista.

Essas classes são parecidas com a de games como Battlefield, Assalto é especialista em combate próximo com armas rápidas. Pesado possui rifles mais poderosos e escudos. Oficial mistura engenheiro com Médico, podendo construir turrets e dar boosts para aliados próximos. E Especialista é a classe Sniper, com habilidades de infiltração, reconhecimento e um rifle de longo alcance.

O modo de Heróis vs Vilões deixa você jogar com os icônicos personagens da franquia!

Conforme o jogador contribui com os objetivos derrota inimigos, vai ganhando pontos de batalha. Esses pontos são usados para poder escolher personagens melhores durante as partidas, quanto mais pontos, melhores personagens pode controlar, como unidades com jetpack, unidades especiais pesadas e os heróis do game, como Luke, Darth Vader, Darth Maul, Han Solo, Rey, Leia, Yoda e etc.

Cada classe e personagem possui um conjunto de habilidades úteis em batalha, além de armas diferentes, cada um possui três habilidades: esquerda, central e direita, ativadas com os gatilhos frontais dos controles. Essas habilidades vão desde granadas, escudos, cura, ataques especiais, habilidades com a Força e mais. Após serem ativadas, o jogador deve esperá-las recarregar para usar novamente. Battlefront II não possui munição, afinal, as armas usadas pelos personagens são blasters de tiros laser ou sabres de luz. Ao usar muito as armas de fogo, elas superaquecem, e o jogador deve esperar elas esfriarem para voltar a atirar. Atire com sabedoria e saiba quando resfriar suas armas para não passar sufoco!

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

O mesmo vale para os Caças estelares, das classes Caça: rápidos e ágeis; Interceptadores, com habilidades específicas para abater naves inimigas; e Bombardeiros, mais lentos, mas dotados de armas de grande poder de fogo. Além é claro de naves de personagens, como a Millenium Falcon, o X-Wing de Luke ou Pode Dameron. O TIE de Darth Vader, a icônica Slave I de Boba Fett e etc.

Uma coisa muito legal que o game tem é a interação entre personagens. Imperiais soltarão a todo momento frases como “Escória Rebelde”, Rebeldes dirão “Malditos Imperiais”, e os Heróis conversarão entre si quando próximos. Por exemplo quando Luke Skywalker Darth Vader se encontram em batalha. Nesse momento, Luke chama Vader de “Pai” e tenta fazê-lo sair do lado sombrio, enquanto Vader lamenta isso não ser possível. Ou as conversas entre Han Solo, Lando Calrissian, Leia Luke. Isso dá mais identidade ao game, e torna tudo ainda mais divertido.

Audiovisual

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

Star Wars Battlefront II é simplesmente belíssimo. Tudo foi criado nos mínimos detalhes, desde as armaduras dos Stormtroopers, as partes dos Droides de Combate, os tiros laser voando pela tela, as espaçonaves, Destróiers Estelares, iluminação, tudo. Um dos mapas mais belos do game por exemplo é o planeta Nabbo, com sua belíssima arquitetura e até mesmo vegetação, com folhas voando ao vento enquanto os personagens se enfrentam.

O game pode ser jogado em perspectiva de Primeira ou Terceira pessoa, exceto com heróis, que são controlados apenas em terceira pessoa. O visual de cada personagem é muito bem feito, incluindo os de Mark Hamill, Harrison Ford e da iluminada Carrie Fisher (que se tornou um com a Força) em suas juventudes. Há alguns personagens que em cutscenes ficaram com um visual estranho, como Luke Lando. Mas in-game seus visuais são perfeitos.

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

Um grande mérito do game é que ele capturou com excelência a identidade visual da série, as roupas, armas, interiores de naves, paisagens, e até mesmo efeitos especiais. Se você já assistiu Star Wars então se lembrará dos cortes de câmera dos filmes, com transições de tela que são verdadeiras marcas registradas acompanhadas de efeitos sonoros específicos. Elas estão aqui e em todos os modos de jogo!

Na parte sonora o game está impecável, todos os sons da série estão aqui: bips de dróides, cada som único de blasters e armas sendo disparadas. Os sons únicos de cada tipo de espaçonave e veículo, em suas armas e principalmente em seus motores. O inconfundível som de sabres de luz balançando e seu chocando. Tudo está aqui de forma perfeita, como por exemplo a respiração mecânica de Darth Vader, pois quanto mais esforço ele faz, ela fica mais curta e rápida, assim como nos filmes! E até mesmo o inconfundível “Wilhelm Scream“!

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

O game ainda conta com textos e dublagem inteiramente em português brasileiro! A dublagem no geral está decente, apesar de não contar com as vozes originais dos personagens revivendo seus papéis, o que é uma grande pena e para quem é fã, será estranho ouvir vozes diferentes em personagens inesquecíveis. O mesmo para outros idiomas, que não contam com as vozes dos atores que viveram os personagens nos cinemas. Aliás, o game possui opção de idioma diretamente pelas configurações, não mais forçando o mesmo idioma de sua plataforma.

O Lado Negro das Microtransações e das famigeradas Loot Boxes

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

Há porém, um problema com o game que deu muito o que falar nos últimos dias: as microtransações. E preciso deixar a nota aqui, elas já estão fora de controle na indústria dos Video Games. E no caso de Battlefront II as microtransações afetavam diretamente o progresso do game.

Primeiramente, deixe-me explicar como funciona o progresso do jogador no multiplayer. Quanto mais se joga, o jogador ganha pontos de XP para aumentar seu rank individual. E cada classe de soldado, veículo e até mesmo os heróis possuem progressão, mas que acontece de forma diferente: através das Star Cards. Cada personagem do game pode ser equipado com até três cartas, que dão vantagens passivas ou novas habilidades aos personagens.E essas cartas podem ser melhoradas até o nível 4.

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

E é apenas através dessas cartas que os personagens do game são melhorados. A progressão não acontece por sua habilidade ou por quanto tempo você joga com uma classe, e sim pela quantidade de cartas que possui para aquele personagem ou classe. E para conseguir essas cartas existem dois meios: produzi-las com partes ou com as famigeradas lootboxes. E para ganhar lootboxes, você deve ou completar “marcos” do game ou comprá-las com créditos (o dinheiro in-game), ou cristais (dinheiro premium). Assim, a forma mais rápida e eficaz de melhorar seus personagens era comprar lootboxes com dinheiro real. E detalhe, as lootboxes soltam itens aleatórios, então vai muito da sorte, você pode gastar e receber apenas itens inúteis!

Sem contar que alguns Heróis do game estão bloqueados, como Darth Vader, Darth Sidious, Luke Leia e outros. E para habilitá-los é preciso comprá-los com créditos. E no início, os personagens mais caros, Darth Vader Luke custavam 60 mil créditos cada. E esse valor exigia 40 horas de jogo (excluindo loadings e tempo de menu) para ser acumulado! Tudo isso gerou uma enorme e justificada revolta por parte dos jogadores devido a ganância exacerbada em cima dessas lootboxes. Gerando até insatisfação da própria Disney, a atual dona da marca Star Wars, que exigiu a remoção das microtransações do game.

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

Como resposta, microtransações foram então desativadas no game e o preço dos personagens foi baixado. Vader por exemplo, de 60 mil agora custa 15 mil créditos, uma quantia que pode ser adquirida em cerca de um dia de partidas. Porém, as Star Cards permanecem no mesmo esquema: fabrique-as ou tente a sorte nas lootboxes. E essas Star Cards tem o poder de desbalancear o game por completo, fazendo um personagem sofrer menos dano, ter ataques mais fortes e outras vantagens que não são recompensadas pela habilidade do jogar, mas puramente por sua sorte. A única recompensa real por habilidade são armas novas para cada classe, que são desbloqueadas em níveis de proficiência, como ao matar 25, 100 e mais inimigos usando uma mesma classe.

Conclusão

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

De polêmicas cheio muito está o game, as microtransações mancharam e muito a imagem não só do game, como da EA Games por conta da forma abusiva como foram empregadas. Felizmente elas foram desativadas e conteúdos futuros como novos mapas e personagens serão gratuitos, mas mesmo assim, as lootboxes continuam presentes, de uma forma menos revoltante, mas ainda assim longe do ideal.

Apesar disso, Star Wars Battlefront II é um game de muitas qualidades. Se deixarmos esse enorme problema de lado e focarmos no que interessa, que é o jogo em si, sua campanha, seus modos de jogo e toda a diversão do multiplayer, o que temos é um game de enorme qualidade, ao reproduzir de forma fiel todo o clima audiovisual da série de filmes, entregar batalhas grandiosas e muito divertidas. E em ser um game que ainda não chegou lá, mas que chegou perto de oferecer tudo o que o Battlefront II original oferecia lá em 2005.

Análise Arkade: Microtransações à parte, Star Wars Battlefront II é um game excelente

Se você é fã de Star Wars, dê uma chance para o game, ele oferece um bom conteúdo single player e muitas horas de diversão online revivendo momentos icônicos da franquia. No entanto, o game ainda deixa a sensação de que tem coisa faltando, afinal não temos as presenças de Obi-Wan Kenobi, Mace Windu e muitos outros excelentes personagens da franquia. Porém, futuramente o game receberá conteúdo do próximo filme da franquia, Os Últimos Jedi, recebendo os heróis Finn Capitã Phasma. Mas vamos torcer por ainda mais (e gratuitos) personagens chegando!

Star Wars Battlefront II foi lançado no dia 17 de novembro com versões para PC, Playstation 4 e Xbox One. Este review foi feito com base em uma cópia do game que recebemos dos camaradas da WB Games.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *