Arkade Séries: A fábrica de seriados brasileiros da HBO

19 de março de 2017
Autor: Junior Candido

Arkade Séries: A fábrica de seriados brasileiros da HBO

Nós ainda temos um pé atrás no que diz respeito a produções nacionais, pode confessar. Mas isso acontece por termos de referência projetos toscos, que acabam ganhando certa visibilidade na TV aberta ou em outros meios, que acabam transformando isso em “padrão”, não nos deixando conferir as muitas coisas interessantes que são feitas no nosso país e que são exibidos em vários canais e mídias.

Um país que conta com filmes do Mazaroppi, produções da TV Cultura e bons lampejos criativos da Rede Globo, como por exemplo, O Auto da Compadecida, não pode ser marginalizado em sua produção, e felizmente, boas produções vem aparecendo, chamando atenção por seus aspectos positivos e qualidade. E, entre estas produções, temos a HBO, que anunciou recentemente 14 seriados feitos aqui no Brasil. Entre documentários, ficção e até talk-show, veja o que você pode aguardar de bom e em português brasileiro em breve.

“A HBO já produz mais conteúdo original local do que qualquer outro serviço premium de entretenimento por assinatura na região e nunca tivemos um portfólio com o volume e a variedade de produções brasileiras como este que estamos apresentando hoje”, disse Roberto Rios, vice-presidente Corporativo de Produções Originais da HBO Latin America. “Ninguém conta histórias que refletem a realidade brasileira melhor do que a HBO, em um trabalho conjunto com os melhores produtores e talentos locais.”

Separamos para você o que tem na fábrica para você ir acompanhando o que mais te interessa entre estas 14 produções, algumas inéditas, e outras com novas temporadas:

  • Projeto Gregório Duvivier: o comediante, conhecido pelo Porta dos Fundos, traz seu talk show que, segundo a emissora, busca trazer comentários afiados sobre os temas da atualidade, como política, social e cotidiano.
  • Santos=Dumont: A minissérie vai trazer para o público um pouco da vida e carreira do pioneiro da aviação, Alberto Santos Dumont, e sua trajetória rumo a se tornar o primeiro humano a voar em um avião.
  • Psi: estrelado por Emílio de Mello e indicado ao Emmy Internacional, o seriado terá sua terceira temporada.
  • O Hipnotizador: a produção bilíngue português-espanhol, que mandou seu protagonista, Leonardo Sbaraglia, para indicação ao Emmy, também ganha temporada nova, a segunda.
  • A Vida Secreta dos Casais: Estrelado por Bruna Lombardi e Carlos Alberto Riccelli, a série terá foco em relacionamentos e um pouco de mistério, sendo uma das novas apostas do canal.
  • Ópera Aberta – Os Pescadores de Pérolas: Fernando Meirelles, de Cidade de Deus, traz um documentário revela aos telespectadores o passo a passo dos seis meses de trabalho de Meirelles com a história, a música e sua abordagem não ortodoxa para dar vida aos Pescadores de Pérolas.
  • Primeiro Bailarino: O documentário vai apresentar os bastidores dos ensaios de Thiago Soares em Londres, mostrando os desafios para superar suas capacidades, passando do hip-hop para o Royal Ballet londrino.
  • A Grande Luta II: a segunda temporada do seriado que mostra o mundo do MMA retorna com muito boxe, judô, karatê e jiu-jitsu. Vamos poder conferir mais histórias dos principais lutadores de artes marciais do Brasil.
  • Fora do Armário: a série, com dez episódios, mostra o que acontece com “quem sai do armário”, expondo suas orientações sexuais. O foco é mostrar o que acontece com estas pessoas em seu cotidiano, como relações com amigos, família e trabalho, após a revelação do segredo.
  • Milton – Pelo Mundo (Intimidade e Poesia): Em quatro episódios, a vida de Milton Nascimento será apresentada em uma narrativa em primeira pessoa para mostrar seu processo criativo, as turnês do cantor e entrevistas sobre sua carreira.
  • O Nome Dela é Gal: Quatro episódios sobre Gal Costa, que contará do início simples nas ruas de Salvador, até se tornar um dos maiores nomes da música brasileira em todos os tempos.
  • Outros Tempos – Velhos: O que significa envelhecer no Brasil no século XXI? Os oito documentários da série que acompanha duas pessoas com mais de 60 anos mostra um pouco do que estas pessoas encaram e enxergam o mundo, além do próprio envelhecimento.
  • Trabalho Escravo: um problema enraizado no Brasil é apresentado em documentário dirigido por Bruno Barreto. Serão apresentadas 16 histórias reais de trabalho escravo no país, nas zonas rurais e urbanas.
  • Transamazônica – Uma Estrada Para o Passado: com o objetivo de unificar o Brasil, o governo militar deu início no fim dos anos 60 da colossal rodovia Transamazônica no norte do país, com o documentário apresentando sua história, no ponto de vista de quem viveu a experiência de sua construção.

“Não tem só favela” no Brasil

Apesar de render bons filmes e mostrar uma de nossas faces, um dos problemas que muita gente tem com produções nacionais é que, de maneira generalizada, elas só focam nas favelas e seus problemas. Mas de fato, o Brasil não é só isso. Nosso país conta com uma música muito rica, boas histórias e pessoas criativas que garantem boas ficções. O nosso terreno para se explorar é muito rico, e sempre terá algo ou alguém que renderá boas histórias, ou no caso, boas produções.

Existem sim ótimas produções nacionais, espalhadas em canais abertos, canais fechados e serviços de streaming, e no caso da HBO, temos um bom serviço que nos ajuda a conhecer mais a nossa história, a conhecer universos interessantes como o do MMA, e até a conferir boas ficções, como uma das próprias séries da casa que me agrada muito: Magnífica 70. É muito bom ver a produção nacional evoluindo, apredendo e oferecendo material de ótima qualidade, elevando nosso padrão e dando oportunidade a vários talentos.

Os seriados serão anunciados e divulgados um a um, durante o ano de 2017, pela própria HBO.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *