BGS 2015: Renovado, Black Ops 3 promete ser o melhor Call of Duty da nova geração

11 de outubro de 2015
Autor: Paulo Macedo

BGS 2015: Renovado, Black Ops 3 promete ser o melhor Call of Duty da nova geração

Call of Duty: Black Ops 3 chega às lojas oficialmente em novembro. Mas testamos o novo game da Treyarch durante a Brasil Game Show e, nas próximas linhas, contamos o que você pode esperar do próximo lançamento da franquia.

Black Ops 3 vai se passar em 2065, onde, com a exploração bélica de todos os tipos de tecnologias, soldados foram transformados em verdadeiras máquinas de batalha. Presente no estande da Activision durante o evento, Jay Puryear, diretor de desenvolvimento da Treyarch, conversou com a Arkade e explicou que o game trará uma história mais reviravoltas.

“Se você observar os outros jogos da série Black Ops, vai ver que eles ficaram famosos por uma maneira única de contar suas histórias, que são muito sombrias e complexas. Tem muita coisa interessante na narrativa, e nós realmente queremos criar momentos legais e que, quando o jogador terminar um segmento da história ele fique tipo: ‘você viu isso? Não esperava que isso fosse acontecer’. Nós realmente queremos que o jogador embarque nessa jornada com a gente”.

BGS 2015: Renovado, Black Ops 3 promete ser o melhor Call of Duty da nova geração

No evento, estava disponível a versão de Playstation 4 do multiplayer de Black Ops 3. E logo de cara é possível perceber umas das novidades, os “especialistas”, que são nove classes diferentes de soldados, cada um com uma arma e uma habilidade única.

A classe Outrider, por exemplo, possui um arco que atira flechas explosivas e atingem distâncias maiores dependendo do tempo que for carregado. Além desta arma exclusiva, também pode utilizar uma habilidade chamada Vision Pulse, que revela todos os inimigos próximos no mapa durante um curto período de tempo.

BGS 2015: Renovado, Black Ops 3 promete ser o melhor Call of Duty da nova geração

Outra especialista, Battery conta com uma arma que lança granadas que ricocheteiam, no melhor estilo 007 Goldeneye de Nintendo 64 (lembra?). Sua habilidade especial cria uma armadura que reflete tiros durante cinco segundos. Porém, headshots e qualquer outro dano que não envolva balas continuam valendo.

Ainda temos especialistas que podem ficar invisíveis, outros que utilizam nano drones, e até um que transforma seu braço numa pequena metralhadora giratória (!). A variedade de opções é um ponto positivo e adiciona uma dinâmica interessante ao combate.

Após escolher sua classe e ir para o campo de batalha, Black Ops 3 continua mostrando o brilho da série no seu multiplayer. O boost durante do pulo, a corrida na parede e a deslizada presentes em Advanced Warfare continuam lá, mas é possível perceber que o game está mais “cadenciado”. Até porque as habilidades de cada especialista adicionaram um tom de estratégia no game.

BGS 2015: Renovado, Black Ops 3 promete ser o melhor Call of Duty da nova geração

A adição destas classes variadas deixou tudo ainda mais divertido e imprevisível, já que o bom uso das armas e habilidades podem determinar o sucesso ou o fracasso durante uma troca de balas frenética. Contudo, para Puryear, o uso destas habilidades não é excludente, e mesmo os novos jogadores vão se adaptar com facilidade.

“Existem várias maneiras de jogar. Você pode entrar no modo cooperativo para quatro jogadores com seus amigos, testar as armas e ficar familiarizado com o sistema de movimentação. Esse é um jeito que o jogador pode ‘perder o medo’ do multiplayer.  O outro lado é que você não precisa usar tudo isso para se divertir com Black Ops 3. Temos um especialista para cada gosto, basta você ir experimentando e  encontrar o que melhor se encaixa no seu jeito de jogar”, explicou o diretor de desenvolvimento.

Puryear, no entanto, se esquivou da pergunta sobre o “Realistic Mode”, que vazou junto com a lista de trófeus do game, mantendo o segredo sobre esse novo nível de dificuldade.

Este será o primeiro Call of Duty da Treyarch na nova geração de consoles. O último jogo da série feito pela desenvolvedora tinha sido Black Ops II, em 2012. De lá para cá, a Infinity Ward lançou Call of Duty: Ghosts, em 2013, que foi o primeiro para a nova geração, e a Sledgehammer produziu o Advanced Warfare, ano passado. E Black Ops 3, já escolheu suas armas para mostrar que pode ser o melhor da série.

Call of Duty: Black Ops 3 chega às lojas em 6 de novembro para Playstation 4, Xbox One e PC. Playstation 3 e Xbox 360 recebem “versões reduzidas”, sem o modo campanha.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *