BGS 2016: Chega ao fim mais uma edição da maior feira de games da América Latina!

6 de setembro de 2016
Autor: Renan do Prado

BGS 2016: Chega ao fim mais uma edição da maior feira de games da América Latina!

E termina mais uma Brasil Game Show! Agora é hora de falarmos um pouco sobre como foi a organização da feira, suas novidades e o que ela fez de melhor e pior em relação a edição do ano passado.

BGS 2016 já começou ano passado, com o final da edição de 2015 da maior feira de games da América Alatina, quando anunciaram a mudança de local da Expo Center Norte para a São Paulo Expo, na Rodovia dos Imigrantes em São Paulo.

O novo local em si já marcou uma grande melhora para o evento. A São Paulo Expo é um local de fácil acesso tanto para moradores da cidade quanto para turistas, pois é perto de uma estação de metrô, e que ainda contava com ônibus gratuitos o dia inteiro que levava até a feira e de volta a estação.

Além disso, o espaço era muito maior, acomodando mais estandes, criando corredores mais amplos e ainda assim com espaço de sobra, que foi muito bem aproveitado pela praça de alimentação dentro da feira, que ocupou um grande espaço nos arredores dos estandes dentro do pavilhão, dividido em pequenas praças. Haviam dezenas de diferentes restaurantes e barraquinhas com lanches e comidas espalhadas pela feira, tanto na praça de alimentação, quando com pequenos carrinhos que circulavam entre os estandes.

BGS 2016: Chega ao fim mais uma edição da maior feira de games da América Latina!

E sobre os estandes, esse ano haviam mais estandes para o público visitar, com várias atrações diferentes. Os quatro maiores estandes deste ano eram o da Playstation, Xbox, Saraiva, Youtube e um espaço reservado para a Brasil Game Cup, que aconteceu durante a feira, e contou com milhares de pessoas assistindo ao vivo.

BGS 2016: Chega ao fim mais uma edição da maior feira de games da América Latina!

O estande da Playstation trouxe Horizon: Zero Dawn, Final Fantasy XV, Gravity Rush 2, Call of Duty: Infinite Warfare e o Playstation VR como novidades, além de apresentações fechadas (para quem conseguisse se inscrever para assistir) de The Last Guardian, Horizon, Detroit: Become HumanPES 2017 Metal Gear Survive. O estande contou com poucas estações de jogos para Final Fantasy XV Gravity Rush 2, mas possuía uma boa quantidade para Call of Duty Horizon, que eram as maiores filas que existiam no estande, além do Playstation VR, sendo que nesse, quem teve sorte ganhou um papel com uma senha para poder testar o aparelho. Quem ficou sem senha, acabou não conseguindo testá-lo.

BGS 2016: Chega ao fim mais uma edição da maior feira de games da América Latina!

O estande da Xbox trouxe Gears of War 4 em uma cabine fechada, porém livre para o público jogar. Junto dele, estavam disponível Recore, Dead Rising 4, Halo Wars 2, Forza, Minecraft Cuphead, além de outros games. Um ponto que merece destaque ao estande da Xbox é que eles aprenderam com o ano passado, e fizeram um estande amplo e aberto, diferente da claustrofóbica “caixa” fechada do ano passado, que tornava impossível a locomoção lá dentro. Havia ainda um apresentador chamando a galera pra tentar a sorte e jogar um “X1” de Gears of War 4 no palco. Quem perdesse caia em um alçapão direto para uma piscina de bolinhas.

BGS 2016: Chega ao fim mais uma edição da maior feira de games da América Latina!

No estande do Youtube haviam várias atrações para quem acompanha canais gamers por lá, com vários youtubers marcando presença e interagindo com o público, bem como algumas coletivas que aconteciam por lá. E por falar em youtubers, vários deles, além de outras celebridades podiam ser vistas circulando a feira. Contando até com Kléber (BIRL) Bambam, que entrevistava o público com uma máscara de Kratos sobre o que as pessoas achariam dele dublando o personagem no novo God of War.

Haviam ainda muitos outros estandes cheios de atrações para o público, como a Ubisoft, Warner e EA, CD Projekt Red que trouxeram games bem esperados como Resident Evil VIISteep, For Honor, Fifa, Batman Arkham VR Gwent. Além de estandes como a HyperX, Nvidia e Razer trazendo além de games para o pessoal se divertir, mostravam suas novas tecnologias, em PCs e periféricos de última geração. Além de uma área dedicada para produtoras indies mostrarem seus novos trabalhos.

BGS 2016: Chega ao fim mais uma edição da maior feira de games da América Latina!

A área indie contava com várias produtoras diferentes, porém com estandes individuais bem pequenos e um pouco “escondidos”, próximos a uma das praças de alimentação atrás dos estandes da Xbox Saraiva, mas ainda assim recebeu um grande público para conferir seus últimos trabalhos e valorizar ainda mais os desenvolvedores brasileiros que compareceram.

BGS desse ano foi maior, com muito mais conteúdo, porém com poucas novidades. Depois da Brasil Game Show 2013, que trouxe o PS4 Xbox One antes de seus lançamentos, não tivemos novidades tão grandes como essas, mas esse ano houveram poucas, comparada a anos anteriores. Por conta disso, as novidades já esperadas, que normalmente já criam filas gigantescas, estavam ainda mais cobiçadas por aqueles que estavam frequentando a feira.

E por falar em filas, é inevitável não falarmos da presença do público, que mais uma vez lotou a feira em todos os dias. O que gerou filas enormes para as atrações, o que já é normal, mas felizmente esse ano era possível conferir uma mesma novidade em estandes diferentes, e houve um melhor cuidado dos expositores para trazer mais estações de jogos dessas novidades, do que de jogos já lançados. O que, exceto para aqueles que realmente querem testá-los, não são os jogos que mais atraem público na feira, pois o pessoal quer conferir em primeira mão o que ainda não saiu.

BGS 2016: Chega ao fim mais uma edição da maior feira de games da América Latina!

Pessoas de todo o país e até de fora compareceram à feira, com famílias inteiras passeando pelos estandes, crianças de todas as idades maravilhadas com tudo o que estavam vendo, e até mesmo excursões escolares estavam presentes na feira, trazendo a criançada para conferir toda a magia que é uma feira desse tamanho pela primeira vez! E mais uma vez a feira se empenhou em fazer coleta de alimentos não perecíveis com o público para doações, unindo o útil ao agradável, incentivando o público a trazer 1 kg de alimento que será doado para pessoas necessitadas, fazendo também um belo trabalho social.

Mas infelizmente um erro que vem se repetindo há várias edições da feira mais uma vez se tornou presente: O horário. Durante seus cinco dias de duração, a feira estava marcada para se iniciar as 13:00, porém mais uma vez o horário foi ignorado, com a feira abrindo muito mais cedo do que o horário marcado. Como qualquer outro evento grande, muitas pessoas chegam bem cedo para guardar seu lugar na fila para entrar, e ter uma chance de ver primeiro as novidades lá dentro. Porém, essas pessoas chegam já tendo em mente que os portões tem um horário certo para se abrir, bem como muitas outras pessoas chegam na feira pouco antes de seu horário marcado, para descobrir que os portões se abriram muito mais cedo e que lá dentro já está totalmente lotado.

BGS 2016: Chega ao fim mais uma edição da maior feira de games da América Latina!

Em minhas andanças dentro da feira, conversei com visitantes e expositores, e a grande maioria se mostrou descontente com essa atitude que vive se repetindo, pois se já atrapalha os visitantes que decidem chegar perto do horário de abertura, também atrapalha quem trabalha lá dentro, pois precisam antecipar o trabalho do dia em várias horas. E cá entre nós, seria muito mais fácil para todos se a feira começasse oficialmente mais cedo, do que ter um horário marcado para não ser cumprido e ser antecipado não é?

Mas no fim das contas, houveram muito mais coisas boas nessa edição da Brasil Game Show, que agora volta só em 2017. E se esse ano tivemos novidades muito boas, apesar de poucas, vamos esperar para que no ano que vem tenhamos ainda mais novidades de games e tecnologias antes de seus lançamentos, para que o público possa se divertir ainda mais testando games muito esperados que ainda não saíram.

E nos vemos ano que vem na Brasil Game Show 2017!

(Fotos: Davi Oliveira)

Uma resposta para “BGS 2016: Chega ao fim mais uma edição da maior feira de games da América Latina!”

  • 12 de setembro de 2016 às 11:27 -

    Ynes

  • Olá! Queria ressaltar que teve a presença de pequenos estúdios de produção de jogos. Como o Dólmen,que é uma produção de uma equipe nordestina. Onde produziram  o jogo em poucos dias e com uma qualidade imparável! 

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *