Dois anos após seu lançamento, jogadores descobrem um chefão excluído dentro de Bloodborne

18 de dezembro de 2017
Autor: Renan do Prado

Dois anos após seu lançamento, jogadores descobrem um chefão excluído dentro de Bloodborne

Bloodborne foi lançado lá em 2015, mas ainda hoje, dois anos depois, continua a esconder seus segredos do público, que aos poucos estão sendo desvendados. E dessa vez um grande segredo foi descoberto, um chefão não utilizado no game, escondido dentro de seus códigos!

O youtuber e dataminer Sanadsk fez a descoberta ao vasculhar IDs não usadas de Masmorras de Cálices. Se você nunca jogou Bloodborne, aí vai uma breve explicação: Essas masmorras são áreas extras do game que o jogador cria ao usar cálices sagrados encontrados pelo game. Elas geram masmorras com até 3 ou 4 andares subterrâneos, cada um com um chefão no final. Ao vasculhar pelos conteúdos desses extras, esse jogador acabou encontrando algo nunca antes viso, um chefão não usado no game final em uma sala específica.

A descoberta foi documentada em um curto vídeo de gameplay apresentando esse “novo” chefão, chamado Great One Beast. Dá só uma olhada:

Não se sabe muito sobre esse chefão além de seu nome, que por si só dá algumas dicas do que seja. No lore de Bloodborne, os “Great Ones” (Eminentes, na tradução do game), são poderosas criaturas cósmicas inspiradas na mitologia criada por H.P. Lovecraft, detentoras de imenso poder e conhecimento. Pelo nome, talvez esse chefão fosse uma criatura desse “panteão”. No entanto, não há nenhuma informação que confirme isso, porém, é visível que esse chefão tem animações bem detalhadas, principalmente em suas “mãos”, apesar de seu pelo não estar totalmente renderizado. Não se sabe o porque esse chefão não foi usado no game final, apesar de seu belo visual e animação.

Essa não foi a única descoberta feita no game neste ano. Em novembro um tipo de inimigo que acreditava-se ter sido descartado foi encontrado por acaso. Trata-se de um Gigante Morto-Vivo em Chamas. Essa é uma variação de um inimigo presente também nas Masmorras de Cálice, tendo como úncia diferença duas lâminas em chamas nas mãos e o poder de usar ataques de fogo. Esse monstro foi visto pela primeira vez na Playstation Experience de 2014 e não visto desde então dentro do game (ou então já tenha sido visto antes, mas nunca documentado):

Esses foram dois segredos descobertos apenas este ano. Será que ainda tem mais coisa para ser descoberta dentro de Bloodborne? Infelizmente, as chances são baixíssimas do game receber qualquer conteúdo novo. Porém sua história será expandida em breve com uma adaptação para quadrinhos!

(Via: VG24/7)

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *