Dungeons & Dragons agora está no Hall da Fama do Museu dos Brinquedos

15 de novembro de 2016
Autor: Junior Candido

Dungeons & Dragons agora está no Hall da Fama do Museu dos Brinquedos

Todo ano, o The Strong National Museum of Play inclui brinquedos e jogos clássicos em seu grupo especial, o Toy Hall of Fame. Como forma de demonstrar o impacto que estes itens causaram nas pessoas desde que foram lançados, a seleção conta com nomes de peso como o Atari 2600, a Barbie e os G.I. Joe entre os itens que mudaram a indústria da diversão para sempre.

Para este ano, foram três os novos itens adicionados ao seleto grupo: O balanço (sim, o hall inclui também brinquedos tradicionais como caixa de papelão, boneca ou uma bola), o kit Little People da Fisher-Price e Dungeons & Dragons, a verdadeira revolução no mundo dos jogos, devido as suas mecânicas inovadoras e o forte impacto que causou — e causa — na cultura pop. Vale lembrar que hoje, décadas mais tarde, muita gente foi introduzida ao jogo por causa de Stranger Things que, embora seja uma série baseada nos anos 80, reforçou a vontade de conhecer — ou jogar de novo — o clássico game.

O museu explicou a introdução de Dungeon & Dragons no hall, dizendo que “o jogo ajudou a lançar o gênero moderno de RPG”, utilizada depois por muitas outras empresas. O curador do museu, Nicholas Ricketts, diz que “o jogo abriu caminho para algo totalmente novo, multifacetado e fantástico”, que acabou preparando cenário para muitos outros meios de diversão que chegariam depois, como os videogames.

A primeira publicação de Dungeon & Dragons é datada em 1974, assinada por Gary Gygax. Apaixonado pelo gênero, Gygax começou a escrever regras para um jogo de fantasia que ele jogava com amigos por muitos anos, carregando influências de histórias como Senhor dos Anéis e Conan. Com isso, ele e um amigo fundaram a TSR (Tactical Studies Rules) e, a partir daí, o sucesso do jogo diz por si só todo o seu impacto cultural.

Entre os três vencedores, o hall da fama contou com a candidatura do plástico bolha, Os Ursinhos Carinhosos, Clue (o nosso Detetive), os livros de colorir, Nerf, Rock ‘Em Sock ‘Em Robots, Transformes e o Uno. Você pode “visitar” o museu dos brinquedos no site oficial, e conferir praticamente todos os brinquedos e jogos que fizeram — ou fazem — parte da sua vida.

Via (The Verge) Foto (River Siren)

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *