E3 2016: Jogamos a demo Resident Evil VII: The Beginning Hour, confira aí nossas impressões!

15 de junho de 2016
Autor: Renan do Prado

E3 2016: Jogamos a demo Resident Evil VII: The Beginning Hour, confira aí nossas impressões!

Capcom nos pegou de surpresa durante a conferência da Sony durante a E3 2016 ao apresentar um teaser de Resident Evil VII: Biohazard. Com um teaser em primeira pessoa ambientado em uma casa abandonada e um forte clima de P. T., o teaser do cancelado Silent Hills, lançado por Hideo Kojima Guilhermo Del Toro em 2014.

Nós conferimos a demo, lançada exclusivamente para o Playstation 4, e agora vamos falar um pouco do que nós vimos e o que podemos esperar de Resident Evil 7 quando ele for lançado.

Na demo, intitulada Resident Evil 7: The Beginning Hour nos coloca no controle de um homem que acorda dentro de uma casa abandonada. Começando assistindo uma filmagem em VHS na perspectiva desse personagem, e vemos um outro homem acordando e tentando libertar nosso personagem e a si mesmo de amarras em suas mãos. Logo, a tela muda, e acordamos dentro de uma sala escura, onde notamos logo de cara três coisas. Um pedaço de papel com a mensagem “Eu os esmagarei nas pedras”, uma TV de tubo com um videocassete, que nos dá a mensagem de que não temos nenhuma fita para assistir. E uma caixa de fusíveis com um deles faltando. Nosso objetivo é simples: Sair da casa.

E3 2016: Jogamos a demo Resident Evil VII: The Beginning Hour, confira aí nossas impressões!

Tudo o que temos a nossa disposição é uma lanterna, e devemos explorar a casa para descobrir um jeito de sair de lá. A demo possui gráficos muito bons, e o clima de P. T. vai ficando mais forte a cada momento. A casa em que estamos é pequena. Temos a sala onde acordamos, um corredor, um segundo andar pequeno, uma cozinha e um corredor que termina na porta dos fundos da casa. Cabe agora ao jogador explorar tudo e tentar entender o que está acontecendo ali.

A demo possui (até o momento) dois finais, com uma pequena variação em um deles. Para conseguir chegar ao final da demo, devemos primeiramente entender porque estamos naquela casa, e logo descobrimos isso ao achar a fita VHS com a gravação do dia anterior. Nessa gravação descobrimos o nome de nosso personagem, Clancy, cinegrafista de um pequeno programa de investigação de histórias de terror. Uma coisa muito legal da demo é controlamos Clancy dentro da filmagem em VHS, e algumas ações que realizamos dentro da filmagem são refletidas para o presente. Por isso, aqui vai uma dica importante, investigue bem a casa durante essa gravação, para conseguir encontrar os itens necessários para a variação do segundo final. E para responder as dúvidas, para chegar ao segundo final devemos encontrar o fusível perdido e ir até o terceiro andar da casa.

Com a gravação, descobrimos um pouco mais dos personagens, da história daquela casa, e segredos que devemos explorar novamente para tentar sair. O primeiro final que os jogadores conseguem é tentar sair da casa, encontrado a chave para a porta dos fundos. Eu gravei minha primeira jogada no game, da forma mais autêntica possível, ou seja, sem saber absolutamente nada. Confira aí o vídeo, mostrando a demo inteira do começo até o seu primeiro final.

Segundo a Capcom, essa demo não reflete o produto final, e nem essa casa, nem os personagens vistos estarão presentes no game. Assim como P. T., isso foi apenas um breve teaser para o game, mas podemos já tomar algumas conclusões sobre ele. A Capcom afirmou que quer trazer a série de volta a suas origens com Resident Evil 7: Biohazard, respondendo aos pedidos dos fãs, que vinham se decepcionando com a série, por sua abordagem muito mais shooter com cada vez menos elementos de Survival Horror que tornaram a série tão famosa na era do Playstation 1.

Como a demo não reflete o game, é possível que jogabilidade seja completamente diferente, afinal, Beginning Hour foca totalmente na exploração, com apenas pequenos resquícios de combate quando encontrados o machado (um item necessário para a variação do segundo final), não temos aqui um menu 100% construído, temos apenas um pequeno inventário para os itens que encontramos no game, que mantém o padrão da série de itens que ocupam blocos no seu inventário. Ou seja, itens maiores ocupam mais espaço.

E3 2016: Jogamos a demo Resident Evil VII: The Beginning Hour, confira aí nossas impressões!

Temos ainda atalhos nos direcionais do controle, eles não tem utilidade nessa demo, mas já nos dão uma ideia de como as coisas funcionarão. Mas o mais importante de tudo é que a demo foca no terror. Os detalhes da casa são macabros, com muita podridão, rangidos de madeira, sons misteriosos que surgem aqui e ali, e alguns jumpscares enquanto caminhamos. Pessoalmente, a demo não me assustou muito, o “trono” ainda fica com P. T., que ainda me assusta e muito até hoje, mas é muito bem ver que Resident Evil VII focará no medo, ao menos pelo o que pudemos ver na demo, a mansão em si passa um forte sentimento de desconforto, com muita escuridão, tensão silenciosa e muita carne apodrecida e vermes, com texturas tão realistas que conseguem facilmente despertar nojo em quem está jogando.

Ainda há um mistério dentro da demo que ninguém conseguiu desvendar. Enquanto jogamos encontramos um curioso item, o Dedo de Manequim, esse dedo possui sua ponta ensanguentada, e a parte posterior possui um pino de metal, que ao ser investigado, mostra que aquele dedo é uma chave, pois possui dentes, mas até agora ninguém descobriu para que serve, nem o que essa chave dentro do dedo abre. Mas como a internet é rápida, talvez logo logo descubramos esse que é o maios mistério da demo.

E3 2016: Jogamos a demo Resident Evil VII: The Beginning Hour, confira aí nossas impressões!

Por fim, a demo serviu bem para nos deixar na espera pelo o que virá em Resident Evil 7: Biohazard, o game está previsto para chegar no dia 24 de janeiro de 2017 com versões para PS4, PC Xbox One, contando com suporte a dispositivos VR. Em breve deveremos conhecer mais sobre o game, seus personagens e sua trama, bem como obviamente os tipos de monstros que iremos enfrentar. E para deixar você que é fã da série animado, fique sabendo isso, a demo deixa bem claro que a Umbrella Corporation estará presente! E isso é algo pra deixar qualquer um animado não é?

Você jogou a demo? O que achou dela? Comente aí suas impressões e compartilhe conosco suas experiências e expectativas para Resident Evil VII: Biohazard.

3 Respostas para “E3 2016: Jogamos a demo Resident Evil VII: The Beginning Hour, confira aí nossas impressões!”

  • 15 de junho de 2016 às 20:20 -

    Babiro

  • Cadê o resumo da (treehouse) da Nintendo?

    • 15 de junho de 2016 às 20:40 -

      Renan do Prado

    • A Nintendo focou praticamente em Pokémon e Zelda, a gente tem vários posts aí no site falando dele, dá uma olhada lá! o/

      • 15 de junho de 2016 às 21:11 -

        Babiro

      • Valeu Renan, não pude acompanhar, achei que tinham mostrado mais coisas!!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *