Lucius: game coloca o jogador no papel de um “mini-Anticristo” psicótico

5 de agosto de 2012
Autor: Fábio Torres

luciusg capa1 Lucius: game coloca o jogador no papel de um mini Anticristo psicótico

Lembra do filme A Profecia, de 2006, cujo protagonista era um menino (Damien) que era o Anticristo encarnado? Pois esta premissa é a base de Lucius, jogo da Shiver Games que será lançado em outubro deste ano.

O protagonista é Lucius, uma criança possuída pelo Diabo devido a um acordo feito pelo avô dele – líder de um culto satânico – e o capeta: em troca de sucesso, dinheiro e fama, o corpo de seu neto (Lucius) poderia ser possuído. Após o garoto completar seu sexto aniversário, o demônio surge para coletar sua parte no acordo.

O jogador terá a “singela” missão de matar todos os residentes da casa de Lucius – incluindo seus próprios pais – sem que as pessoas notem que o culpado é, na verdade, ele.

Para isso acontecer, é preciso ser cerebral e analisar a rotina de cada um dos habitantes, planejando “acidentes” que culminem nas mortes. A cada “acidente” bem sucedido, a criança ganha mais poderes. Um exemplo é a empregada, que pode ser morta dentro de um frigorífico!

Confira abaixo o trailer do jogo que certamente será alvo de polêmicas:

Publicado pela desconhecida Lace Mamba, Lucius chega aos PCs (e certamente à boca do povo) no dia 26 de outubro.

(Via: GameSpot)

112 Respostas para “Lucius: game coloca o jogador no papel de um “mini-Anticristo” psicótico”

  • 0
    7 de agosto de 2012 às 17:59 -

    Nymer

  • Olha visto o pano pra manga que esse post deu, o jogo já conseguiu o que queria: corromper a alma dos que… ops digo, chamar a atenção da galera.

    Analisando friamente o trailer, sem levar em conta questões religiosas, o gráfico é uma porcaria, o enredo é batido, provavelmente o jogo estará mal implementado, mas só pelo fato de colocar como protagonista uma personagem que une conceitos antagônicos (a criança sinal de pureza com o anticristo-demoníaco-homicida) os produtores conseguiram a atenção do mercado de games antes do lançamento.

    Respeito que se sente incomodado ou ofendido com esse tipo de proposta de jogo, mas é simples não jogue, não leia resenha sobre ele e esqueça que existe. Eu mesmo não vou jogar isso porque achei uma porcaria (minha opinião).

    No mundo há coisas maléficas muito mais reais com as quais temos que nos preocupar.

    • 0
      7 de agosto de 2012 às 18:49 -

      zecarlos

    • engracado lendo sobre o filme aprofecia de 76…a polemica em torno dele tmbm foi parecida se nao maior ainda…e mesmo assim no caso do filme ,o tornou um icone do cinema e referencia pra muita coisa consumida hoje em dia…vai entender ne?…se o game tem a pretencao de repetir a facanha do filme….oia que muitos certamente se surpreenderao,mas sabemos que no mundo todo existe publico pra tudo e qualquer tipo de coisa ruim ou nao,isso e fato comprovado…mas se tem uma coisa que tenho de admitir e que realmente graficamente ele e defasado eu diria e nao ruim…porem eu torco pra que em termos de historia consiga fazer como sua referencia e surpreender como o filme de 76 fez…vermos mais adinate o que nos aguarda se a equipe de producao nao morrer pelo caminho como quase aconteceu a equipe que fez o filme hehehee

    • 0
      7 de agosto de 2012 às 23:20 -

      Renan

    • Concordo plenamente com você Nymer

  • 0
    6 de agosto de 2012 às 15:36 -

    Henrique

  • Agora é me acomodar na cadeira, pegar pipoca e admirar a confusão enquanto espero o game =D

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 16:19 -

      Kubrick Stare Nun

    • Chaotic evil detected! D:

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 20:51 -

        Henrique

      • Eu quase sempre sou Lawful Good, mas é bom deixar isso de lado para aproveitar uma boa polêmica. Por isso eu acesso a Gamevício até hoje :D

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 23:01 -

        Matheus Humenhuk

      • GameVicio foi bom um dia: A invasão Pornô! Quantas Gif maluca q eu vi aquele dia!

        -

        Entro la pra pegar idéias pois escrevo matérias pra um site, ai da um gás pois tem bastante coisa lá :D

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 23:17 -

        Renan

      • Depois que vi o Gamevicio dizer que Metal Gear Rising era um reboot completo da série MGS, com confirmação do próprio Kojima que era reboot, e usando uma fonte tão segura quanto camisinha furada, nunca mais visitei o site

  • 0
    11 de agosto de 2012 às 16:06 -

    Ícaro Silva Morais

  • Polêmica, adoro.

  • 0
    13 de agosto de 2012 às 15:17 -

    Orlando Luiz

  • Esse jogo vai ser mamilos.
    '-'

  • 0
    26 de agosto de 2012 às 11:59 -

    Chinalia

  • Não sei.. A movimentação me pareceu um pouco chula e o gráfico me parece mais c Clock Tower 2: The Struggle Within.. A historinha como sempre mais do mesmo e ainda gera contexto.. Blá blá blá.

  • 0
    3 de janeiro de 2014 às 03:18 -

    darkson

  • esse jogo é muito bom
    é uma ótima indicação e te faz quebrar a cabeça para não ser pego

  • 0
    5 de setembro de 2012 às 21:10 -

    SlipiN

  • Jogo bem polemico ,a ideia é diferente(sério ? ) ,o gráfico do jogo é meio fraquinho mas como eu não ponho os gráficos em um pedestal,e a empresa é nova,vou dar uma chance (isso não quer dizer que vou jogar ele ,porque eu sou muito cag%o em jogos de terror ou qualquer coisa parecida)

  • 0
    27 de agosto de 2012 às 17:04 -

    Diego Beheregaray

  • joguinho feio

  • 0
    9 de agosto de 2012 às 07:18 -

    jackson

  • nossa ”deu o que falar” retiro o que eu escrevi se eu ofendi ALGUEM AKI me desculpe nao quis encomodar ninguem com meu comentario era apenas minha opiniao sobre o game … sobre o jogo é melhor eu ficar com a opiniao só para min mesmo … ok assunto encerrado ficçao realidade neo se misturam…valeu e peço desculpa mais uma vez

  • 0
    7 de agosto de 2012 às 21:39 -

    KING OF KINGS

  • véi a parte do moleque olhando pra mim no final foi tenso ao quadrado

  • 0
    9 de agosto de 2012 às 00:52 -

    Diana

  • Murder is easy. (Só para quem leu :)

    A realidade é um misto do que é criado como ficção com aquilo que achamos que não é. Apreender ideias do mundo ficcional não é abandonar a realidade, trata-se de entrar em contato com uma realidade que você não tem capacidade de conhecer. Porra, falei bonito. xD

    • 0
      9 de agosto de 2012 às 07:19 -

      jackson

    • ?!

  • 0
    8 de agosto de 2012 às 10:09 -

    jackson

  • nossa ”deu o que falar” retiro o que eu escrevi se eu ofendi ALGUEM AKI me desculpe nao quis encomodar ninguem com meu comentario era apenas minha opiniao sobre o game … sobre o jogo é melhor eu ficar com a opiniao só para min mesmo ………ja que eu uso deus como opniao as pessoas se sentem mal enquanto usam capeta como se fosse uma coisa normal de se falar…

    • 0
      8 de agosto de 2012 às 23:49 -

      zecarlos

    • mas e so uma questao de bom senso entao…pois religiao e entreterimento nao se misturam….mas seu comentario e valido porque nao?se o filme teve criticas do tipo e hoje e um a referencia cinematografica em todos os aspectos quem sabe o game nao surpreenda fazendo o mesmo,pois a referencia pro game pelo menos de extrema qualidade

      • 0
        9 de agosto de 2012 às 19:30 -

        Matheus Humenhuk

      • Mas se vc usou deus nós temos o direito de usar um demônio! Ambos estão descritos no mesmo conto de fadas não?

  • 0
    8 de agosto de 2012 às 12:13 -

    Lukas Adams

  • meio tosquinho o gráfico, mas tem cara de ser divertido!

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 17:41 -

    Kubrick Stare Nun

  • Sério mesmo, a premissa é de cair o queixo em admiração! A idéia de ser um “Agente 47″ infantil e possuído por Satã me é muito atrativa, pois já estava mesmo sentindo falta de um jogo bem tenebroso e sinistro. Esse daí eu vou jogar com certeza!

    • 0
      7 de agosto de 2012 às 21:25 -

      SATANÁS

    • Então somos 3 meus amigos vamos começar o ciclo de mortes dia 26 de outubro ancioso demais

      ps* aq tá no brasil muito frio

    • 0
      5 de agosto de 2012 às 17:43 -

      DanielWarfare

    • Somos dois!!!! HUAHUAHUAHUAHUAHUAHUA

      • 0
        5 de agosto de 2012 às 17:44 -

        DanielWarfare

      • Afinal? quem nunca quis ser o “Anti-cristo”? huahuahuahuahua

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 13:17 -

        Matheus Humenhuk

      • Kubrik ta ganhando meu respeito, não vejo a hora de incorporar uma criança e provocar a morte dos próprios pais *-*

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 20:54 -

    Henrique Gonçalves

  • Então é basicamente um Hitman glorificado, o melhor “demonificado” pela criancinha. Não vejo potencial no jogo e ele será mais um instrumento de polemica para a midia sensacionalista do que uma experiencia de verdade.

    Hoje em dia os jogos estão caindo em três categorias, os AAA que gastam mais dinheiro que filmes hollywoodianos e (as vezes) ganham mais, o independentes onde duas ou três pessoas fizeram o jogo e acabam sendo famosos por isso e por ultimo temos os experimentais que estão surgindo agora com os Slender: The Game, Anna, SCP-P Containment Breach e outros jogos que são feitos para mostrar a inovação de uma forma abstrata e diferente.

    E infelizmente este jogo cai em nenhum deles, é claro que os graficos não são a intenção ao ver este trailer, eles podem ser considerados independentes mas a premissa é extremamente repetitiva e chupinhada de outros filmes e jogos, e não podem ser considerados experimentais pelo mesmo motivo que citei palavras atrás.

    Agora acabei de notar que escrevi demais sobre um jogo que não estou ligando tanto, tenho que parar de fazer isso o.o

    • 0
      5 de agosto de 2012 às 21:41 -

      DanielWarfare

    • O potencial do jogo está justamente no que você interpreta como defeito, claro eu não estou aqui falando que sua opinião está errada pois afinal opinião é opinião.

      Mas é interessante ressaltar que nenhum jogo deve ser impedido de ser lançado por causa da Mídia(com certeza a mídia vai f#der sem cuspe esse jogo).

      Na minha opinião esse jogo se encaixa na categoria indie, mas essa é apenas minha opinião :D

      As vezes matar e matar e matar é tudo que alguém precisa para relaxar D:

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 07:26 -

        Henrique Gonçalves

      • Tenho nada contra gráficos, eu gosto de Slender, Minecraft e todos estes jogos que não usam engines poderosas, para falar a verdade eu sempre avalio um jogo primeiramente pela sua jogabilidade depois pela sua história e lá para o final os gráficos (a menos que a intenção do jogo era par ater gráficos impressionantes como Battlefield 3 ou Final Fantasy XIII).

        O que me deixa um pouco incomodado com este jogo é a falta de criatividade em basicamente tudo. Mas seria hipocrisia minha falar isso de todos os jogos, porque eu amo a série de Serious Sam e Painkiller, sendo que aqueles jogos tem o unico objetivo de matar, matar e matar um pouco mais.

        Eu vou esperar para ver se Lucius vai ser bom mas não estou tão animado com ele hehehehe. Espero que dê certo porque é muito triste de ver pessoas reclamando de um trabalho que gastou tempo e muito esforço dos criadores, mas ainda veremos.

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 09:33 -

      Kubrick Stare Nun

    • Dê um pouco mais de crédito para o jogo. Tá bom que um enredo é meio que emprestado do cinema, mas algo tão sinistro nuca foi tentado nos vídeo games antes (exceto talvez pelo jogo “Mother 2/Earthbound” sobre o qual o Renan escreveu recentemente). Sem falar que não tem nada de errado em se copiar o estilo do grande mestre “stealth action games” que é o Hitman. Pelo contrario, isso pode ser visto até como uma qualidade.

      • 0
        7 de agosto de 2012 às 21:27 -

        KING OF KINGS

      • O henrique levantou uma questão importante agora, eu tbm tenho medo que a imprensa sensacionalista use esse jogo para descriminar jogos em geral e que alguma coisa parecida com aquela lei bizarra de tempo atras aconteça denovo

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 23:05 -

    Nymer

  • Injusto isso. Os jogos normalmente não permitem que os jogadores matem crianças (raras exceções de títulos), mas uma personagem criança pode matar num jogo? Está parecendo a legislação brasileira para menores…. Hahahaha!

    • 0
      5 de agosto de 2012 às 23:07 -

      Nymer

    • Nem preciso colocar as tags [sarcasm mode on] né? ¬¬

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 07:36 -

      Henrique Gonçalves

    • Apoio na Campanha de Assassinato de Crianças nos Videogames!

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 15:46 -

        Kubrick Stare Nun

      • Onde eu assino? XD

      • 0
        9 de agosto de 2012 às 19:17 -

        Matheus Humenhuk

      • É MW3 e é só uma CG cara, e não saiu na Arkade (eu acho)

      • 0
        7 de agosto de 2012 às 21:30 -

        KING OF KINGS

      • ja esqueceu que tem um jogo ai que tem uma criança tirando foto perto de um caminhao carrega de explosivo e derrepente de uma hora pra outra KABUUUMMM nem ve resto de criança e mãe?????? é um FPS acho que é mw3 ou bf3 ou qualquer um desses ate foi postado aqui

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 13:27 -

        Matheus Humenhuk

      • Apoio também! Por direitos iguais nos games!

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 21:42 -

    Pedro Ramos

  • Vou jogar, sem dúvidas. kkkkkkkkkkkk!
    O jogo é beeeem o filme mesmo, tem até a empregada pulando da mansão!

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 15:02 -

    DanielWarfare

  • Satanás é você? brincadeiras a parte, parece um ótimo jogo(para pessoas que não se importam com polemicas).
    O problema é que esses crentes fanáticos vão pensar que esse jogo é um selo para o apocalipse(hahaha).
    No momento que religiosos conseguirem perceber o que é videogame e o que é realidade…o mundo acaba!!!!!!

    • 0
      7 de agosto de 2012 às 21:22 -

      SATANÁS

    • Me chamou denovo daniel?? Sabe meu amigo Daniel Warfare eu adorei esse jogo

    • 0
      5 de agosto de 2012 às 17:44 -

      Kubrick Stare Nun

    • Seria bom se os crentes começacem a dar piti por causa desse jogo mesmo porque aí ia ser propaganda gratuita garantida.

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 08:44 -

        zecarlos

      • nada ele certamente estao trabalhando num game onde vc e jesus

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 10:26 -

        Henrique Gonçalves

      • hehehe, é so vermos como Postal 2 ficou famoso só pela sua polemica e cara de pau em poder fazer tudo aquilo.

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 14:39 -

    Edimartin Martins

  • A história com certeza terá que ser modificada para ficar um bom jogo.
    Imagine um sand box aonde o jogador precisa matar as pessoas em uma casa. Depois de matar a última o jogo acabam.
    É o jogo mais rápido que eu já vi.

    • 0
      7 de agosto de 2012 às 21:20 -

      KING OF KINGS

    • mas ninguém disse que vai ser sand box, mas tem razao esse jogo parece ser muito pequeno

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 12:35 -

    leandro(leon belmont)alves

  • já não tinham falado desse jogo por aqui antes? e polêmica? duvido, se o jogo fosse feito há 15 a 20 anos atrás, vá lá. hoje em dia nada mais é chocante, se pode tudo.

    • 0
      5 de agosto de 2012 às 17:34 -

      Kubrick Stare Nun

    • Há, fala sério! A verdade é exatamente o contrário, a quantidade de censura nos vídeo games só cresce. Nenhuma grande empresa de hoje em dia teria coragem de lançar um jogo igual aos Fallouts antigões ou ao Postal 2. Inclusive, eu me lembro que recentemente você mesmo estava reclamando por causa daquele jogo de zumbis com crianças.

    • 0
      5 de agosto de 2012 às 15:10 -

      DanielWarfare

    • Hoje em dia Carnaval é considerado cultura…..

      • 0
        7 de agosto de 2012 às 21:15 -

        KING OF KINGS

      • carnaval sem pre foi considerado cultura, mas a moda mas pra agora é bunda e peito de fora

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 14:41 -

    Sidnei Vladisauskis

  • Caraca, quem fez esse post deve ter 15 anos, o filme "A profecia" é de 1976, um clássico, o de 2006 é apenas uma regravação.

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 14:06 -

      Fábio Torres

    • Assim como o Rodrigo já explicou, citei o de 2006 justamente por ser o mais recente na memória do público em geral que lê a Arkade. Não sou o colunista de cinema aqui do site à toa. ;)

    • 0
      5 de agosto de 2012 às 12:35 -

      Rodrigo Pscheidt

    • Ou o autor do post sabe que nosso público é composto em grande parte por jovens, que não são necessariamente cinéfilos, e preferiu usar uma referência mais atual, para quem não conhece o filme de 1976… ¬¬

    • 0
      5 de agosto de 2012 às 16:33 -

      Raphael Cabrera

    • Mas qual o problema? Ele lembra mais o remake que o clássico.

    • 0
      5 de agosto de 2012 às 13:31 -

      The Infamous

    • owned kkkkkkkkkkkkk

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 11:23 -

    RockOn

  • vish… prevejo que esse jogo vai ser mais polemico que mamilos…

    E musica infantil tocada numa caixinha de musica é oque f*** com qualquer jogo ou filme de terror O_o

    • 0
      5 de agosto de 2012 às 13:53 -

      Vinio

    • E eu tenho um brinquedo que usava que toca a mesma música ;-;

      • 0
        7 de agosto de 2012 às 21:11 -

        KING OF KINGS

      • tenso esse muleque olhando pra mim desse jeito

      • 0
        6 de outubro de 2012 às 13:08 -

        Ester

      • #TENSOOO

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 12:59 -

    Lucas Gimenez

  • Ah cara,eu ja vi a profecia,gosto das duas versões do filme e tdo mais mas eu sinceramente axei o jogo d um extremo mau gosto

    • 0
      7 de agosto de 2012 às 21:16 -

      KING OF KINGS

    • eu também achei meio sem noção, meio apelativo sei lá não pegou esse não pra mim

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 13:00 -

    Lucas

  • achei fraco heim! vamo espera mais pra ver se muda minha opinião husahusaas

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 14:14 -

    Renan

  • O gráfico tá estranho, sei lá, não sei dizer se pode ser um game legal

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 10:52 -

      Rennan

    • Cara, não é nem o gráfico, são as animações que tão bem ruins, acho que quem quiser experimentar esse jogo vai ter q relevar isso porque aparentemente esse já é o resultado final.

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 11:37 -

        Renan

      • Tem razão, principalmente pela animação do açougueiro, achei bem bizarro ele “moendo” a carne na faca sem nem olhar pra ela kkkkkkkkkkkkkkkk

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 16:13 -

    Rafael Garcia

  • Se for pras mortes parecerem acidentes o jogo vai ter que ser muuuito interativo

  • 0
    6 de agosto de 2012 às 08:20 -

    jackson

  • bacana???um game onde matar a familia é o objetvo??? sinceramente nao vejo nenhum motivo para me animar a jogar esse game “”ser um anticristo para acabar com todos”’ com tanta maldade nesse mundo games devian trazer a alegria …nao sou contra GTA,,RESIDENT EVIL,,outros games desse tipo mas esse eu sei que esses merecem respeito..porque mexer com deus nao é brincadeira pensem antes de falar em jesus cristo…..”games nao incentivam a violencia mas akeles que nao tem um conceito piscologico bom querer ser um anticristo voce pode ter certeza que voce chama o mal a voce……….

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 16:00 -

      Kubrick Stare Nun

    • Deus nem existe… ¬¬

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 18:49 -

        Matheus Humenhuk

      • Porra mais não existe mesmo, falei pro meu pai que é crente que sou ateu e só faltou o velho chorar depois que expliquei as coisa pra ele, esse povo tem que ter é mais respeito com os ateus do mundo!

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 16:16 -

        DanielWarfare

      • Melhor parar por ai vei, um comentário desses pode ser tudo que eles precisam u_u

      • 0
        7 de agosto de 2012 às 21:34 -

        SATANÁS

      • Daniel Warfare tu me chamastes denovo meu filho, oque queres tanto comigo???????????

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 12:47 -

      DanielWarfare

    • Chamar o mal a você? hummmm

      EU INVOCO O TINHOSO!!!!! EM NOME DE BILL GATES!!!!

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 14:05 -

        DanielWarfare

      • Viu? eu chamei o mau e ele não apareceu.
        ONDE ESTÁ SEU DEUS AGORA? HAHA

        PS: Eu acredito em deus(só para evitar comentários:”Satanista!!!!”)

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 13:32 -

        Matheus Humenhuk

      • Ahh cara, só falo uma coisa, brincar com deus? Cara ninguém ta te obrigando a jogar! Se você acredita mesmo em deus você não precisa joga-lo, se eu for pro inferno depois de fazer isso eu vou na sua igreja e te informo ok? Sem mais…

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 09:26 -

      Renan

    • Eu pessoalmente odeio discussões sobre religião, eu não sou religioso mas acredito em Deus. Mas ultimamente seja qual for a sua fé, você é visto que se estivesse errado. Então por isso meu pensamento é: cada um com sua fé e não me encham o saco. No caso desse game, bom, em Devil May Cry é inferno pra todo lado, Dante’s Inferno não precisa falar, sem citar outros games. Eu pessoalmente não jogaria algo cuja “filosofia” me desagrade, mas é necessária a distinção das coisas, realidade e ficção.

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 10:09 -

        Renan

      • Mas acho o game interessante, mas o fato de ser uma criança que é muito impactante, mais até do que o capeta encarnado

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 08:42 -

      zecarlos

    • discordo acho que vai de cada um…se bem que esse game seria um otimo termometro pra sabermos quem realmente perturbado psicologicamente

      • 0
        7 de agosto de 2012 às 21:33 -

        KING OF KINGS

      • esse negocio de termometro pra saber quem é ou não pertubado vai sair em mortes estrupos e vai saber mais oque

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 10:24 -

      Henrique Gonçalves

    • Sendo uma pessoa que não tem fé em nenhuma forma,não me faz a melhor pessoa para discutir sobre isso, especialmente porque eu não quero desencadear discussões religiosas que não dará em nada além de dor de cabeça para ambos os lados.

      Mas eu acho que o conceito de religião poderia ser falado mais nos videogames, além de outros assuntos mais sensíveis. Claro que feito em bom gosto que não desagrade ninguém, mas infelizmente não sei se videogames conseguem fazer isto e o nosso estado como um objeto artístico ainda não tem a capacidade de tocar em assuntos tão sensíveis pelo público que não sabe o que são jogos, e até o público gamer também. Cenas de sexo ainda são polêmicos e quando acontecem (por exemplo em Heavy Rain) são desenvolvidos de uma forma tão estranha que fica mais engraçado do que emocionante.

      Eu adoraria ver temas religiosos aprofundados, como foi feito em El Shaddai e em Dante’s Inferno e Devil May Cry( mesmo que nestes dois tenha sido de uma forma extremamente simplista). Quem sabe no futuro onde as coisas sejam mais abertas.

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 13:01 -

        zecarlos

      • uma coisa eu aprendi quando pequeno…religiao e uma parada tao intima de cada um que menciona-la,ou usa-la como peca de mercado,publicitaria ,politica e entreterimento e o maior erro da humanidade…caras o lance do muleque matando e tao impactante quanto ter visto o filme da profecia pela primeira vez,e e um classico do cinema diga-se de passagem…existem games tao pavorosos nas prateleiras hoje em dia pela falta de criatividade e novidade que esse merece uma chance

  • 0
    6 de agosto de 2012 às 13:29 -

    DanielWarfare

  • Bem, até que demorou um pouco(24 horas…) para que religiosos aparecem… mas nada contra :D adoro debater…

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 14:06 -

      Renan

    • Caras, sério mesmo, querer ficar “argumentando” religião já é um saco, agora querer fazer isso aqui, na Arkade? Por favor né…

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 18:52 -

        Matheus Humenhuk

      • Desculpa Renan…

        -

        Eu ri kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 14:14 -

        DanielWarfare

      • Desculpa me empolguei Ò_ó

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 14:23 -

        Renan

      • Tranquilo

      • 0
        7 de agosto de 2012 às 21:38 -

        SATANÁS

      • para com religião galera please

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 13:58 -

      DanielWarfare

    • Acredita que um dia eu perguntei a um crente:”Porque você da dizimo para esses safados?” adivinhem:”É porque existe um demônio chamado DEVORADOR que só sai com dizimo” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 13:45 -

      Matheus Humenhuk

    • Concordo demoraram muito! Vamos ver né, os argumentos furados…

  • 0
    6 de agosto de 2012 às 12:07 -

    Victor

  • Na verdade o protagonista é um garoto tentando entrar para um “família” mafiosa, como teste de iniciação terá que fazer as mortes perecerem com um acidente

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 12:52 -

      zecarlos

    • certamente se ele nao fosse possuido pelo capeta,o resto da historia passaria ate desapercebido ehhehee

  • 0
    6 de agosto de 2012 às 15:05 -

    Victor Barcelos

  • Mais polêmico que mamilos…

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 13:20 -

      zecarlos

    • mas acredito que o game sera polemico como o filme foi em 1976 certamente

  • 0
    6 de agosto de 2012 às 08:40 -

    zecarlos

  • hahaha vexi agora todos os fanaticos religiosos vao ter provas deque jogar video game e du capeta mesmo ahhaha…ja imagino a cena,num futuro onde teremos ate games gospel nas prateleiras hehehhe….mas brincadeiras a parte,serio…achei legal a abordagem do game porem imagino que sofra complicacoes ou retalhacoes de sensura …se matar um rato em COD deu auqele bafafa todo imagina nesse game

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 13:42 -

      Matheus Humenhuk

    • Sinto que esse Jackson tem um grande preconceito sobre demônios e satanistas! Respeite o mundo que vivemos hoje e você terá menos problemas com sua ignorância e fanatismo religioso, parece que você odeia tanto os satanistas quanto eu odeio a religião cristã cara! Por favor, se acha o game uma forma de agradar o demônio simplesmente não jogue ele!

      • 0
        9 de agosto de 2012 às 19:22 -

        Matheus Humenhuk

      • NEM BRINQUE COM ISSO! ALINE BARROS JÁ INCOMODA NAS IGREJAS IMAGINA NOS JOGOS???

      • 0
        7 de agosto de 2012 às 21:36 -

        SATANÁS

      • quando existir games gospel eu volto pro inferno e não saio maiis de lá kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • 0
      6 de agosto de 2012 às 11:28 -

      jackson

    • nao estou colocando a religiao aki,,mas uma criança assasina nao cai bem num game.. afinal com tantas indicaçoes de idade para cada game nao é dificil ver uma criança de 10 anos jogando GTA.. RENAN NAO COMPARE DEVIL MY CRY COM ISSO.. UMA COISA É PESSOAS MATANDO DEMONIOS OUTRA COISA É DEMONIOS MATANDO PESSOAS …mas nao julgo niguem esse game pra min é uma bosta feita por gente sem carater usando criança a esse nivel…….valeu galera sem brigas ok….

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 19:59 -

        zecarlos

      • caras e depois desse la la la todo me deu ate vontade de rever o filme….acho que vou fazer isso faz tempo que nao vejo um filme bao de verdade

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 16:45 -

        Renan

      • Belas palavras Kubrick

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 16:14 -

        Kubrick Stare Nun

      • Fazer julgamento moral só faz sentido quando a gente está falando da vida real. Querer falar que o que acontece num vídeo game é certo ou errado é bobagem pois é tudo ficção; só um aglomerado de pixels encenando uma estória para o seu divertimento. Personagens de vídeo games são isso: Seres de faz-de-contas que não sentem dor ou sofrimento de qualquer natureza e portanto não possuem qualquer relevância ética ou moral.
        -
        Se quer reclamar da violência, vá reclamar da violência que acontece no mundo real.

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 14:56 -

        zecarlos

      • susse renan …mas desculpe se pareci ofensivo,a ideia nao era essa..na verdade so quis entender melhor a opiniao do camarada acima por achar a agressividade dele meio superficial e sem motivo claro,mas blz deixa pra la…mas agora que vc falou sobre nao gerar polemica e tal….acho dificil hein..primeiro que se trata de um game baseado num classico do terror que na sua epoca ja gerou extrema polemica e coisas curiosas durante a producao do filme,entao acho que o mesmo se repetira com o game…ainda mais no mundo em que vivemos de extrema ignorancia e hipocrisia…e inevitavel

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 13:34 -

        Renan

      • Corrigindo meu comentário acima: o fato de ser uma criança, ao invés de um adulto que causa todo o impacto. Zecarlos, eu não questionei o que vc falou, o único ponto que eu quis mostrar era que inferno nos games é coisa antiga e não tem o pq gerar polêmica.

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 12:53 -

        DanielWarfare

      • Hahahahahahaha, me desculpa cara mas vocês são muitos sensíveis:”Oh meu deus um jogo sobre o inimigo de deus!!!!!! vou xingar muito no twitter” eu to parecendo grosseiro? me desculpa é que isso me deixa um pouco irritado…

        “Esse jogo é uma bosta(ok essa é a SUA opinião, respeito ela)”
        “Feita por gente sem caráter(¬¬)” parabéns :D você acaba de julgar pessoas(que tu nem conhece) só porque elas cutucaram o cara la de cima(medo O_O)

        Eu só peço que vocês saibam diferenciar REALIDADE de FICÇÃO só isso p#rra!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 12:51 -

        zecarlos

      • senhores…so fiz um comparativo com nossa ridicula realidade sobre fanatismo religioso e imagino sim que cause certa polemica so isso…agora falando seriamente…como produto,entrterimento,acho valido,certamente muitos nao gostarao da ideia por questoes particulares ou puristas de cada um,mas alguns certamente nao terao problemas com isso…nao vejo problemas com a premissa do game,desde que tenha seu acesso restrito(se e que isso e respeitado em algum lugar)como todo game adulto

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 13:12 -

        zecarlos

      • bom ate o momento o papo ta de boa pelo que vejo…e por mais que respeito sua opiniao tmbm,infelismente e superficial e infundada…nao entendi quem julga quem na parada…mas ok…e o game e ruim so por ser baseado num classico do cinema?????entao ta ne….quem sou eu pra dizer que vc ta errado?cada um na sua nao e mesmo

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 13:26 -

        DanielWarfare

      • Religião é uma coisa pessoal…por causa disso que eu digo que opinião é igual bunda, ninguém devia mostrar a sua ¬¬

        Se todo falasse o que pensa, o mundo seria um CHAOS!!!!

      • 0
        6 de agosto de 2012 às 11:45 -

        Renan

      • Eita, calma aí, mas no Devil May Cry nó vemos pessoas mortas por demônios, e o próprio Dante, um ser meio-humano e meio-demônio também não é nada “comum”. Eu usei Devil May Cry pois sua história se baseia no inferno, pra mostrar que não há sentido discutir religião sobre esse jogo sendo que no DMC nós jogamos com um meio-demônio que invade o inferno pra surrar o capeta. O ponto como eu falei mais acima é que o fato de usar uma pessoa que deu o impacto, se fosse um homem ou mulher esse game teria muito menos “audiência”, digamos assim.

  • 0
    5 de agosto de 2012 às 11:09 -

    FeeH

  • Parece ser bacana , mais em uma parte eu vi assim ! Um exemplo é a empregada, que pode ser morta dentro de um frigorífico , porém li assim Um exemplo é a empregada, que pode ser comeida até dentro de um frigorífico rsrsrsrs ……

    • 0
      5 de agosto de 2012 às 11:10 -

      FeeH

    • Comida***

      • 0
        4 de janeiro de 2013 às 00:39 -

        iara

      • ne e o ano no vo nu e

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Olá, Visitante!

Faça login ou cadastre-se