Projeto de preservação do Super Nintendo ‘morre’ depois de $10 mil em fitas desaparecerem

15 de fevereiro de 2017
Autor: Joao Bonorino

Projeto de preservação do Super Nintendo 'morre' depois de $10 mil em fitas desaparecerem

Triste notícia para os nostálgicos pelas fitas de Super Nintendo: Um projeto para conservação de acervo do clássico console da Nintendo acabou subitamente após um carregamento dos correios americanos (USPS) perder cerca de 100 cartuchos originais.

O lote continha cerca de $7500 – $10.000 em fitas, encaminhadas diretamente para o arquivista amador chamado Byuu e perdeu-se no trajeto entre Frankfurt e Nova Jersey, onde Byuu reside. Tratava-se do segundo de cinco grandes lotes enviados por um grande colecionador europeu. Infelizmente com o ocorrido, os próximos não serão enviados.

Byuu planejava extrair o conteúdo dos cartuchos, arquivá-los digitalmente e reenviar os originais de volta ao seu dono, em Frankfurt, guardando o conteúdo original em seu acervo digital (pois grande parte das ROMs que circulam na internet não são os jogos originais). Infelizmente isso não será possível, pois a transportadora disse não saber localizar o pacote.

Byuu chegou a pedir ajuda no Reddit para correspondentes de Nova Jersey, tentando algum contato com os responsáveis da USPS, mas não obteve resposta. Vários usuários do Reddit também começaram uma iniciativa de reunir fundos em uma vaquinha virtual para ressarcir o colecionador, mas Byuu afirmou que o ‘projeto está morto’ por enquanto, e que foi um erro confiar nos correios.

Apesar de Byuu ser um grande conhecido no mundo da emulação (chegando a possuir seu próprio emulador), sempre lembramos que o download de ROMs não é uma prática legal.

(Via Eurogamer)

Uma resposta para “Projeto de preservação do Super Nintendo ‘morre’ depois de $10 mil em fitas desaparecerem”

  • 15 de fevereiro de 2017 às 23:53 -

    Douglas

  • Nossa que absurdo, se fosse no Brasil isso poderia acontecer, agora no Estados Unidos já é difícil pensar nisso, mas parece que nem em país desenvolvido escapa de alguma perda desse tipo.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *