Revista Digital Arkade – Edição Número 33

12 de março de 2012
Autor: Raphael Cabrera

c33 Revista Digital Arkade   Edição Número 33

abrirrevista Revista Digital Arkade   Edição Número 33

pdf25x25 Revista Digital Arkade   Edição Número 33Download da versão em PDF
(clique com o botão direito e Salvar como)

70 Respostas para “Revista Digital Arkade – Edição Número 33”

  • 13 de março de 2012 às 00:40 -

    Jairo Dias

  • Muito loka a Capa, Parabéns…

    • 12 de março de 2012 às 22:08 -

      Raphael Cabrera

    • Valeu Jairo!

  • 12 de março de 2012 às 22:07 -

    Erick

  • Caramba, essa capa entrou na lista das melhores da Arkade, hein?
    Mandou bem, Alan!

    • 12 de março de 2012 às 22:09 -

      Raphael Cabrera

    • Hahahah sabíamos que vc ia curtir.. Falamos isso na redação!!

    • 12 de março de 2012 às 22:46 -

      Alan Daniel

    • Valeu Erick..foi uma escolha unânime..hehe

    • 13 de março de 2012 às 13:26 -

      Rodrigo Pscheidt

    • Quanta gente elogiando a capa!

      Eu não sabia que o Team Zangief possuía tantos membros, hua hua hua! XD

      • 1 de agosto de 2012 às 14:14 -

        JJota

      • Pensei exatamente a mesma coisa…saiu do óbvio, isso é bom; mas faltou alguém do lado do Tekken. Afinal, não é Street vs Tekken?
        Mas a arte tá bacana, sim.

  • 13 de março de 2012 às 01:09 -

    Edu Agape Costa

  • MASSA CARA

  • 13 de março de 2012 às 01:22 -

    Felipe Ricardo Teixeira Alves

  • realmente a capa está muito boa

  • 12 de março de 2012 às 23:01 -

    Renan

  • Baixando!!!!!!!!!!!!

  • 12 de março de 2012 às 23:50 -

    Renan

  • Não sei qual é o nome do jogo dessa edição mas lembro de já ter jogado!!

  • 13 de março de 2012 às 06:12 -

    leandro(leon belmont) alves

  • já estou lendo e chegou numa boa hora

    embora a matéria de Street vs Tekken pareça espetacular demais para o meu gosto, a minha empolgação continua zero aqui. depois de jogar inúmeras versões do SF 4, soltado Hadoukens a torto a direito e ainda vem essa mistura com outra franquia…parecia legal quando tinha X-men Vs Street Fighter ou Marvel Vs Capcom quando era um jovem ainda com sonhos puros e ingênuos. só falta agora Street vs Samurai Shodown(todos os samurais, não apenas alguns em SNK vs CAPCOM) ou Street vs Dead or Alive(em termos de beleza, Chun-li e Cammy iam apanhar feio…ou não.)

    e o enredo? cara, chamem logo o Optimus Prime duma vez. o Pandora Cube é um All Spark e ambos os lutadores o querem? pra quê? algum deles é robô?…ah, tem os Jacks e o Seth. tudo bem, mas e o resto?

    • 13 de março de 2012 às 06:27 -

      leandro(leon belmont) alves

    • e além do mais, a galera da minha rua já cansou de hadoukens, eles querem é Fatality. e “namorar” a Kitana…(entendam isso como quiserem) *ARRAM* (fap,fap,fap.)

      pô, o novo Twisted Metal SÓ TEM APENAS TRÊS PERSONAGENS????? olha, posso dizer isso pois zerei todos os jogos da franquia com todos os personagens. tudo bem, o Sweetooth é sádico, o Mr. Grimm é fodão e Dollface…não gosto dela. esses personagens tem história insana e carisma alta(eu acho) mas cadê os outros? e eu falo dos personagens, não dos carros. o ciborg Axel, a totosa Jamie Roberts no Outlaw2, o gótico Mortimer no Shadow, Marcus Kane e Roadkill(meu carro favorito) e outros. agora minha empolgação para joga-lo baixou, pode se dirigir os carros dos outros pilotos, mas qual é o sentido e a graça disso?

      • 13 de março de 2012 às 06:55 -

        leandro(leon belmont) alves

      • seria legal se tivesse os outros personagens, mesmo eles não significando nada na história.meu irmão gostava do Thumper e eu fazia co-op com ele, com o meu Roadkill. e sem eles…. agora sim estou com a mesma raiva dos leitores aqui quando falam que FFXIII é um game ruim.(eu acho totalmente ao contrário)

        sobre o Mass Effect, o jogo é massa. merecendo todos os elogios feitos a ele e ainda quem sabe num futuro próximo, eu zere os três games numa sentada só. há boatos dizendo que os fãs não curtiram o final desse game e querem muda-lo…será que o Com. Sheperd morre? vai saber, nem joguei o ME 1 ainda….

        e Asura Wraith, que torço que seja tão excelente quanto God of War e que o branquelo espartano leve um couro nas vendas pelo Rubro furioso…

        sonhar é de graça.

    • 13 de março de 2012 às 07:10 -

      leandro(leon belmont) alves

    • pelo que estou lendo aqui, o Asura Wraith é exagerado, cheio de quick events. e o pessoal da revista não gostou….oh Cristo, será que todo jogo que acho excelente e épico, as revistas espinafram com tudo? e olha que pelo 80% dos games que lançam por aí eu não tenho a menor vontade de testar, muito menos jogar…e ainda me perguntam porque ainda jogo SNES e Mega Drive…mesmo o povo achando que é uma cópia do branquelo espartano, vou joga-lo e ZERA-LO COM MUITO GOSTO. pois apesar de God of War ser bom jogo, nunca me motivei a zerar qualquer game dele. de mitologia grega já me bastou cavaleiros do zodíaco, se bem que o Seiya nunca vai pegar a Saori como deveria lá. enfim, ao contrário das criticas, vou esperar ansioso para chegar o Rubro furioso na locadora ou eu mesmo compra-lo

      • 13 de março de 2012 às 07:51 -

        Renan

      • Eu acredito que o trabalho de críticos de games deve ser bem “suicida”, pois ao mesmo tempo que se elogia um jogo, alguém pensa que tudo aquilo que o cara fala é besteira. E ao mesmo tempo que um cara diz que um jogo é o pior lixo do mundo, pra alguém aquele jogo é perfeito, no fim, quem tá certo? Quando se trata de partes técnicas aí o crítico tem razão em meter o pau se necessário, pois ele tem experiência com isso. Mas no resto, é critério de cada um se o jogo é ou não bom, é tudo muito subjetivo.

      • 13 de março de 2012 às 10:21 -

        Raphael Cabrera

      • Pois é.. opinião e gosto é algo bem pessoal, mas tentamos ser imparciais. No caso do Azura’s Wrath, chegamos a questionar se ele era para ser um estilo God of War ou Dragon’s Lair, pelo exagero de quicktime events.

  • 13 de março de 2012 às 07:22 -

    leandro(leon belmont) alves

  • e gostei da matéria do Game market. nós, os velhos(quem tem entre 25 ou 30 anos)apreciávamos muito os nossos Atari, Oddysey, Onyx e eramos felizes com aqueles gráficos. mas essa geração todinho com Ovomaltine é dose. qualquer defeito ou bug( ou dificuldade num game) já estilam. mas deixe estar, quando eles tiverem a nossa experiência gamer, não vão mais se importar com os gráficos de tal jogo…

    o Antônio Ribeiro está de parabéns. e gosto sempre das matérias falando dos games antigos, simplesmente soberbo

    • 13 de março de 2012 às 07:44 -

      Renan

    • O que me irrita em gamers da geração atual são os que insistem que jogos antigos são lixo e só os que são lançados hoje que são bons, esses aí conseguem tirar do sério!!!!

      • 13 de março de 2012 às 08:03 -

        leandro(leon belmont)alves

      • os caras que falam isso são sem noção Renan. tsc,tsc. não sabem o que perderam ou que perdem, já que existem emuladores com jogos clássicos e excelentes.

      • 13 de março de 2012 às 08:09 -

        Renan

      • Já vi um cara falar que os Metal Gears antigos de MSX são lixo por que os gráficos nem chegam perto do MGS4…. Bom, eu e meus amigo colocamos o cara educadamente no lugar dele :D

      • 13 de março de 2012 às 09:40 -

        Volk

      • eu Também curti pacas a matéria do Game Market !

        Comigo aconteceu a mesma coisa, encontrei um pessoal falando que o Resident Evil 1 era muito lixo… e que o Resident Evil 4 era o melhor pois tinha gráficos muito melhores… fala sério esses ai não sabem da era de ouro dos games, que era quando tu jogava para se divertir e não para reparar em gráficos… que é o porque jogamos não é mesmo, Para nos divertir… não somos Críticos de games, somos Gamers… nosso Trabalho é jogar e se divertir ! =D

      • 13 de março de 2012 às 10:30 -

        leandro(leon belmont)alves

      • esse cara que disse que Resident Evil 1 é um lixo merecia levar um murro na boca, levar umas vassouradas da Dona Florinda, ser jantar de zumbis raivosos e para coroar o castigo, mandava ele jogar e zerar o RE 1. e aí dele se ainda falasse que o jogo era uma merda. pois passaria trancafiado jogando games do console Jaguar.

    • 13 de março de 2012 às 11:21 -

      Antonio Ribeiro

    • Agradeço a todos pelos comentários sobre a coluna Game Market.
      Nesta coluna procuro despertar a atenção dos gamers mais novatos para atentarem não apenas para gráficos (se quiserem algo ultrarrealista vão ver um filme) mas sim para a diversão que o jogo proporciona.

      Os que reclamam que os jogos de antigamente eram ridículos, deviam tentar chegar ao final do Super Castlevania IV de Super Nintendo ou até mesmo do Predator de Nintendinho… aí eu quero ver.

      Isso pq não vou citar Enduro, Pitfall, River Raid e Montezuma Revenge pra não polemizar… rsrs

      Grande abraço a todos e nós – gamers com mais de 20 anos – curtimos SIM, muito mais os games de hoje em dia pq sabemos dar o devido valor às novas produções.

      Portanto, se vc é um oldschool gamer DOUTRINE os novatos! rsrs

      • 13 de março de 2012 às 11:34 -

        Renan

      • Boooooa!!!!! Gostei dessa!!!!! Doutrinar essa geração criada a leite com pera!!!!!!!!

      • 13 de março de 2012 às 12:23 -

        Raphael Cabrera

      • Falou e disse Antonio! Não existe modo Hard de hoje que se compare com a dificuldade e desafio dos clássicos. Sem checkpoints, savegames, e com vidas limitadas, zerar um jogo era realmente uma façanha.

      • 13 de março de 2012 às 19:33 -

        Avenged

      • Caras tenho 14 anos e respeito a todos esses clásicos pois já joguei a maioria os games supracitados. Resident evil e crash eram a tarde inteira sem esquecer do FIFA 2000 e do meu mega drive… Aktas horas no Sonic e no Alex Kid. Eu tenho meu xbox pois curto um game novo mais se fosse para apagar o passado que fez esse games acontecerem. Renan falaram do metal gear. Sem o primeiro haveria o metal gear solid 4? Sem Medal of Honor de ps1 haveria o novo medal of honor que está em produção? Muleques da minha idade n~çao valorizam o passado.

      • 13 de março de 2012 às 23:26 -

        Renan

      • Fico feliz em ver que vc tá bem ensinado no mundo dos games!!!! É bom saber qeu alguém novo conhece o que foi bom no passado!!!! E é exatamente o que vc falou, se não fosse pelos jogos antigos, não haveriam jogos novos.

  • 13 de março de 2012 às 08:37 -

    FeeH

  • Baixando .

    • 13 de março de 2012 às 10:44 -

      FeeH

    • A revista está ótima , porém só uma matéria sobre Nintendo , ainda sendo sobre o Mario Rpg ( jogo clássico porém antigo ) cade os lançamentos pro wii que estão vindo como Xenoblade , The Last Story , Mario Party 9 entre outros ?

      • 13 de março de 2012 às 12:24 -

        Raphael Cabrera

      • Quando sairem, terão seu espaço com certeza ;)

      • 13 de março de 2012 às 13:30 -

        FeeH

      • Valeu…

  • 13 de março de 2012 às 09:42 -

    Volk

  • Parabéns a Revista esta D+ ! o/

    • 13 de março de 2012 às 10:22 -

      Raphael Cabrera

    • Valeu Volk! :D

  • 13 de março de 2012 às 11:02 -

    Andre

  • Quando vocês vão falar do Fifa Street? Esperando ansiosamente.

    • 13 de março de 2012 às 12:05 -

      Alvaro T.

    • Também estou muito ansioso com o lançamento do FIFA Street. A demo, desde o dia que foi lançada, está me divertindo BASTANTE.

    • 13 de março de 2012 às 12:25 -

      Raphael Cabrera

    • Na próxima edição! :D

      • 13 de março de 2012 às 14:16 -

        Andre

      • Valeu, Raphael quero ver qual será a opinião de vocês sobre o game.

      • 13 de março de 2012 às 19:04 -

        KING OF KINGS

      • ve se tem como colocar quais times brasileiros tem lá isso se tiver algum

  • 13 de março de 2012 às 14:22 -

    Antonio Ribeiro

  • Leiam minha coluna GAME MARKET na nova edição da Revista Arkade!

  • 13 de março de 2012 às 11:56 -

    Alvaro T.

  • Eu tinha esquecido de comentar sobre a capa, ficou IRADA! :P

  • 13 de março de 2012 às 16:09 -

    Renan

  • Li até mais ou menos a metade, e a edição está ótima!!!!! Sobre o Syndicate, joguei a demo do co-op no PS3 e gostei muito!!!! Caí num time que todo mundo se ajudava, e foi muito legal!!!

  • 13 de março de 2012 às 17:05 -

    raphaelfranck

  • Toda a equipe da Arkade está de parabéns pelo ótimo trabalho nessa edição, principalmente, pelos reviews fodas de Mass Effect 3 e SF vs TK .

    • 14 de março de 2012 às 01:00 -

      Raphael Cabrera

    • Valeu Raphael! Corrigimos o seu nome no editorial.. tava faltando o “ck” :)

  • 13 de março de 2012 às 18:06 -

    denial

  • Wou…, excelente trabalho, com certeza! Curti demais estas revistas, principalmente o formato digital. Infelizmente ainda não conhecia. Cai aqui por conta do twitter e gostei demais. Sempre fui comprador de revistas sobre games em bancas de jornal na época em que Internet ainda era uma recem nascida. Parabéns pelo trabalho, galera!

    • 14 de março de 2012 às 01:01 -

      Raphael Cabrera

    • Valeu pela força! Seja muito bem-vindo! :D

  • 13 de março de 2012 às 19:03 -

    KING OF KINGS

  • cara capa muito doida

  • 13 de março de 2012 às 23:13 -

    Rafael Bueno

  • muito show as materia
    estou no aguardo de resident evil e sillent hill

  • 13 de março de 2012 às 21:20 -

    Agatha Christine

  • tava esperando por essa revista ta otima

  • 14 de março de 2012 às 01:38 -

    Fellipe Lopes

  • AAAAAAAAAAAAAAEEEEEEEEEEEEEEEEE KCTAAAAAAAA

  • 13 de março de 2012 às 23:19 -

    Fernando Paulo

  • Vou ser obrigado a falar da capa também. Ficou muito legal.
    Estou ansioso para saber mais novidades que o Moacyr tem a dizer sobre o desenvolvimento de jogos, já que estou me formando em Game Design este ano.

  • 14 de março de 2012 às 08:33 -

    Rodrigo Brambilla

  • Parabéns ao Antônio Ribeiro pela matéria do “Game Market”. Falou pouco mas falou bem. Muito bom. Essa gurizada mimada de hoje em dia não pode ouvir um “não” da mamãe mas não medem na hora de falar mal de tudo e de todos.

  • 14 de março de 2012 às 10:24 -

    DMR

  • Revista muito boa, como as anteriores.

    leandro(leon belmont)alves – Tb achei muito bom o asura apesar das criticas, a possibilidade de ser mais um “god of war” nas prateleiras eram grandes, mas ele soube ser um game unico e eu valorizo isso, alem de que sua historia é muito legal.

  • 14 de março de 2012 às 10:28 -

    DMR

  • Antonio Ribeiro – Adorei a sua matéria. Realmente hj em dia esquecem do que é diversao em jogos. Sobre doutrinar os novos gamers é algo bem interessante, que me faz lembrar que eu já fiz o mesmo com um amigo meu. Ele gostava de ver esses games “hiperrealistas” e notava qualquer coisa fora do padrao.
    Um dia ganhei uma aposta com ele e como “castigo” eu tirei a poeira do meu ps1 e fiz ele jogar o parasite eve 1 e 2 até o fim.
    No inicio ele reclamou muito como coisas do grafico, o fato de nao ter audio na voz, os personagens nem mexerem a boca e do jogo ser muito difícil (¬¬).
    No final ele me perguntou pq a square nao fez um PE 3. Que o jogo era muito legal e que ele queria jogar mais. Mas que deveria ter um modo mais facil (¬¬)
    Pelo menos tive a sensação de dever cumprido.

    • 14 de março de 2012 às 11:38 -

      Renan

    • Eu me irrito com o excesso de críticas hoje em dia, sai um FPS, “é mais um”, sem nem antes dar uma chance pra um novo FPS que pode ser muito bom. Sai o episódio 2 de um jogos, “mais do mesmo”, cara, como NÃO seria isso? E se o mesmo é bom, por mim, que HAJA MAIS!!!! “Queda de framerate quando eu entro nessa porta, jogo mal feito” – Hoje em dia se ve isso por todo o lado, parece que a tendência hoje em dia não é mais jogar para avaliar, e sim avaliar para NÃO jogar. Tá certo que hoje em dia é muito caro sair comprando todo jogo que lança pra testar, mas poxa, vejo gente que condena um jogo por UM TRAILER, já condena a produtora à decadência e eterna, e depois quando resolve experimentar diz que o jogo na verdade era “bom até”. Por favor ditos “gamers”, joguem e depois opinem…

      • 14 de março de 2012 às 11:41 -

        Renan

      • e eu sei que exitem primeiras impressões, mas se fosse SÓ por isso, um console lançado a anos atrás com o estranho nome de “PlayStation” não seria sucesso. (Pra quem não sabe, o nome na época foi considerado estranho demais para um video-game). Como o Antonio Ribeiro disse sabiamente, essa geração precisa ser doutrinada!!!!

  • 14 de março de 2012 às 15:47 -

    Tiago Alves

  • Revista incrível! Mas gostaria de ver um QRCode no site do link pra baixar a versão em pdf direto no meu tablet android.

    • 14 de março de 2012 às 15:59 -

      Renan

    • Boa ideia!!!!!

  • 14 de março de 2012 às 15:56 -

    Mariana

  • ADOREI A MATÉRIA “OS GAMERS” !!!!
    ESTÃO DE PARABÉNS !!!!

    • 14 de março de 2012 às 18:31 -

      KING OF KINGS

    • todo mundo está

  • 15 de março de 2012 às 19:26 -

    Dudo Luiz Dos Santos

  • Capa fodástica.

  • 20 de março de 2012 às 13:05 -

    Daniel Miranda

  • “Os gamers já não são mais os mesmos” Achei fantástico, mesmo sendo um pouco mais novos e ter jogado pouco um Atari, penso exatamente dessa forma. Infelizmente esse tipo de comentário sobre qualidade de jogos se torna algo grosseiro e mesquinho.

    Eu sempre pensei assim, se você não gostou do jogo é simples amigo, não o jogue. Fazer comentários sem o mínimo de conhecimento sobre a parte técnica e conceitual, ou nunca ter lido sobre game design acaba deixando a opinião invalidade e burra.

    Parabéns pela edição está ótima!

  • 20 de março de 2012 às 13:08 -

    Daniel Miranda

  • “Os gamers já não são mais os mesmos” Achei fantástico, mesmo sendo um pouco mais novo e ter jogado pouco um Atari, penso exatamente dessa forma. Infelizmente esse tipo de comentário sobre qualidade de jogos se torna algo grosseiro e mesquinho.
    Eu sempre pensei assim, se você não gostou do jogo é simples amigo, não o jogue. Fazer comentários sem o mínimo de conhecimento sobre a parte técnica e conceitual, ou nunca ter lido sobre game design acaba deixando a opinião invalidada e burra.
    Parabéns pela edição está ótima!

  • 20 de março de 2012 às 18:42 -

    Nook

  • A revista está simplismente demais.

  • 27 de março de 2012 às 07:31 -

    Fred Prateado

  • Ao ler a edição 33 da ótima revista Arkade, fiquei confuso com uma coisa: é impressão minha ou o tal de Moacyr Alves (da Acigames) disse que irá fazer de tudo pra que o Steam aumente o preço dos jogos pros brasileiros inserindo imposto neles?

    • 27 de março de 2012 às 07:34 -

      Fred Prateado

    • Complementando o que eu disse acima: o Steam é muito bom pros brasileiros justamente por não pagarmos a altíssima carga tributária que é cobrada aqui no Brasil, mas o tal de Moacyr disse claramente que a AciGames está empenhada em “acabar com a farra”! Ao meu ver ele deu a enterder que a AciGames quer que os preços dos jogos no Steam aumentem pros brasileiros embutindo imposto nos jogos. Va se fo*** né, Moacyr!

  • 10 de abril de 2012 às 12:07 -

    Joelma Alves

  • Vou comentar o texto da Tamirys, ficou bem legal. Sou a prova de que namoradas podem se transformar em gamers! rs
    E pessoal, como ela disse o negócio é paciência. Já ouvi relatos de caras que dizem que a namorada não gosta de jogar ~já tentei ensiná-la~, eles dizem. Daí converso com as namoradas e elas dizem “Ele tentou me ensinar, mas travei em uma parte, ele pegou o controle e nunca mais devolveu.” huaha Dá pra acreditar?!! Claro que tem meninas que realmente não gostam, como tem caras que não gostam de viodeogame, mas não custa tentar, né, vai que vc dá sorte! rs
    Gostei do texto do Antônio também, concordo com ele. Acho que é pq já fui doutrinada, rs.

Deixar um comentário (ver regras)

Olá, Visitante!

Faça login ou cadastre-se