Star Wars: The Force Unleashed 2 é bonito, mas tem suas falhas

8 de novembro de 2010
Autor: Fábio Torres

Star Wars: The Force Unleashed 2 é bonito, mas tem suas falhas

O primeiro The Force Unleashed foi muito elogiado por trazer uma boa jogabilidade aliada a uma história interessante e envolvente. Por isso, quando surgiu o anúncio de Star Wars: The Force Unleashed 2, fãs da saga dos Jedi já ficaram em alerta por mais um jogo de qualidade da LucasArts. Infelizmente, não é isto que temos desta vez.

Se a história foi um dos pontos positivos do primeiro Force Unleashed, não se pode dizer o mesmo desta sequência. Tudo começa em Kamino, planeta famoso por ser a origem dos clones. Darth Vader está conversando com um suposto clone de Starkiller – sim, o mesmo protagonista que faleceu ao final do primeiro game. Starkiller então começa a ter dúvidas se é mesmo um clone ou não e acaba fugindo de Kamino, indo atrás de Juno Eclipse, sua parceira/interesse romântico do primeiro jogo.

Star Wars: The Force Unleashed 2 é bonito, mas tem suas falhas

Como fica meio claro, a história parece ter sido bolada apenas para dar uma desculpa de uma sequência. Ao contrário do enredo do primeiro jogo – que preenchia uma lacuna no cânon de Star Wars – nenhuma informação nova ou interessante é revelada em TFU2. Além disso, aparições de favoritos dos fãs como Yoda e Boba Fett não passam disso: meras aparições. O próprio Darth Vader passa um bom tempo do jogo sumido. Como já deu pra perceber, os roteiristas não foram felizes desta vez.

Star Wars: The Force Unleashed 2 é bonito, mas tem suas falhas

Por um outro lado, os gráficos de The Force Unleashed 2 estão muito melhores se comparados aos do primeiro jogo. Cada personagem está eximiamente modelado, beirando o realismo, enquanto que os cenários são lindos, bastante coloridos e vastos. Um detalhe interessante adicionado em TFU2 é desmembramento de inimigos – cada golpe com o sabre de luz irá cortar um membro dos inimigos, dando muito mais realismo ao jogo.

A jogabilidade, por sua vez, tem seus altos e baixos. Starkiller já inicia com boa parte dos poderes obtidos no primeiro jogo, o que torna a customização e evolução de poderes um pouco secundária. No entanto, o sistema de combos foi melhorado, com algumas novas combinações e alguns poderes inéditos para o Jedi/Sith. Porém, o sistema de combate se torna repetitivo, o que cansa mesmo levando em conta que o jogo pode ser fechado em apenas 6 horas na dificuldade normal.

A versão para Nintendo Wii merece destaque. Apesar dos gráficos um pouco piores que os do PlayStation 3 e Xbox 360, os controles da versão nintendista são superiores, pois não apelam para o waggle-motion e parecem ser mais naturais. Além disso, jogadores do Wii poderão curtir um modo multiplayer exclusivo, único para a versão, que coloca quatro jogadores ao mesmo tempo numa arena para duelarem no melhor estilo Super Smash Bros. São oito personagens diferentes, incluindo Starkiller, Vader, Rahm Kota e Maris Brood, Jedi que aparece no primeiro jogo.

Apesar do potencial, Star Wars: The Force Unleashed 2 deixa a desejar em alguns aspectos, tais como a jogabilidade repetitiva e a história pouco inspirada. Se você possui um Wii, vale a pena conferir o jogo nem que seja apenas pelo modo multiplayer, que pode não ser um substituto de SSB Brawl, mas é uma opção divertida para uma tarde com os amigos.

6 Respostas para “Star Wars: The Force Unleashed 2 é bonito, mas tem suas falhas”

  • 8 de novembro de 2010 às 21:50 -

    Neo Rock X

  • Diante do que eu li, era bom a turma de Geoge Lucas,ter umas aulas com o pessoal da Sony (God Of war) e da Microsoft (HALO), para aprender a fazer sequências decentes…

  • 9 de novembro de 2010 às 08:07 -

    Pedro

  • Que merda, o jogo lembra mais Dragon Ball que StarWars

    • 16 de fevereiro de 2011 às 00:40 -

      beduschi

    • kkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • 12 de novembro de 2010 às 09:05 -

    Leonardo Pk

  • O primeiro é espetacular em todos os sentidos, já o segundo realmente teve acertos e falhas. O ponto alto foi a jogabilidade e a melhora gráfica.

    Uma coisa que me deixou um pouco decepcionado é o jogo ser curto e fácil de mais, terminei-o em poucas horas, mesmo jogando com intervalos longos.

    Uma das principais falhas é a de roteiro que faz com que se faça necessário um terceiro capítulo, que se realmente houver, espero que seja tão bom quanto o primeiro jogo.

  • 12 de novembro de 2010 às 15:36 -

    Edú_OK

  • Realmente o gráfico ficou incontestavelmente melhor, porém me decepcionei com a duração do game como o amigo disse aí em cima, o jogo assim como o primeiro conta com cenas épicas mas não é tão bom infelizmente..

  • 28 de janeiro de 2011 às 11:57 -

    Ribeiro_O

  • Uma pena, eh quase sempre assim, a continuação de um jogo não chega aos pés da primera parte =/ Mais a ideia do jogo eh mto boa e surpreendeu a todos os fãs de Star Wars com certeza (eu sou um) =P
    Agora esse negocio de fechar em 6 horas é tenso hein, bem que eles podiam fazer um jogo mais longo ¬¬

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *