Top 10 Arkade: Os melhores Coringas de todos os tempos

7 de agosto de 2016
Autor: Junior Candido

Top 10 Arkade: Os melhores Coringas de todos os tempos

O Palhaço. O Jóquer. O Coringa. Um dos personagens mais fortes já criados nos ofereceu e ainda oferece momentos inesquecíveis, seja nos quadrinhos, nos games e no cinema. A insanidade do vilão somada a uma personalidade completamente perturbada nos garante, na mão de bons autores, histórias inesquecíveis, fazendo do Coringa um dos poucos vilões que se equivale ao seu grande inimigo, o Batman.

Para lembrar Esquadrão Suicida, que estreou nesta semana nos cinemas — e que tem a nossa crítica disponível aqui — e para celebrar este grande personagem, preparamos um Top 10, com os melhores momentos do Coringa, em todos os tempos e em todas as mídias. O critério é simples: escolhemos entre a equipe 10 momentos, e os leitores decidem quem fica com os primeiros lugares. Lembrando que AQUI TEM SPOILER, então, muito cuidado.

10. Injustice

Começando o nosso Top 10, vamos fazer uma visita a Injustice, game que tem o Coringa como uma de suas peças fundamentais para o enredo. Superman virou o ditador inescrupuloso que conhecemos graças ao nosso querido vilão, que matou Lois Lane grávida, deixando o Homem de Aço completamente insano e dando início a todos os eventos do jogo. Provocar o Superman é algo que só alguém como o Coringa tem a insanidade de fazer.

9. Uma Morte em Família

Um herói, quando decide colocar um uniforme e sair pelas ruas para combater o crime, sabe que sua vida sempre está em risco, e que pode morrer a qualquer momento. E este risco aumenta, quando tais heróis fazem parte de uma indústria que não vê problema nenhum em sacrificá-los, já que podem trazê-los de volta a vida edições a frente. Só que raramente vemos heróis morrendo de maneiras tão brutais como Jason Todd.

8. Terra de Ninguém

Top 10 Arkade: Os melhores Coringas de todos os tempos

No “código dos caras maus”, não se mexe com criança em seus atos de maldade. Porém o Coringa não é apenas um cara mau, é um insano que cria situações buscando sempre ver o circo pegando fogo. O que era para ser uma história sobre devastação e sobrevivência, graças ao terremoto que devastou Gotham City, acaba se tornando algo mais insano com a presença do Coringa, e da Arlequina, que já era um sucesso tão grande na animação dos anos 90, que acabou sendo incorporada ao universo das HQs.

O Coringa se destaca a todo momento, tentando dominar Gotham para si e chegando ao ponto de sequestrar bebês e propiciar um dos desfechos mais trágicos já vistos em uma HQ.

7. O Cavaleiro das Trevas (HQ de Frank Miller)

Nem velho o homem sossega. Na representação de Frank Miller, que conta uma história de um Batman cansado e velho, mostra um pouco da necessidade que um tem pelo outro, que foi bem explorada com o passar dos anos. A obra mostra o Coringa “despertando” de sua “aposentadoria” no Arkham ao ouvir falar de Batman, dando a entender que, se Batman ficasse na sua, o vilão também ficaria.

No decorrer da história, temos um confronto definitivo entre os dois com um final tão impactante quanto toda a obra de Miller, que serviu para definir o Batman como um dos maiores heróis de todos os tempos, além de elevar a narrativa dos quadrinhos para um patamar mais maduro.

6. Batman: A Série Animada

Inspirado pelo sucesso do Batman de 1989, uma série animada com o Homem-Morcego foi lançada em 1992 e fez muito sucesso, gerando vários outros projetos, como a Liga da Justiça, e garantindo boas animações com os heróis da DC até hoje.

Nos episódios, que serviu para introduzir a Arlequina em Gotham City, o Batman encara vários inimigos, mas sempre há um destaque maior quando o Coringa aparece, com suas maneiras peculiares para cometer seus crimes. Não por algo em específico que tenha feito, mas pela consistência do personagem, este Coringa merece sim estar em nossa lista.

5. A Piada Mortal

Atirar na filha do Comissário de Polícia na frente dele, levar ela como refém e depois exibir fotos da mesma nua em um trem fantasma, “apenas” para despertar a insanidade de Jim Gordon. Além do suposto estupro que, embora nunca tenha sido oficialmente revelado, sempre temos a impressão de que aconteceu.

“Só isso” aparece como uma das maiores atrocidades do Coringa, que “brilha” nesta história trazendo o “dia ruim fazem caras maus”, e nos gerando uma conversa inesquecível com o Batman ao final de todos os acontecimentos.

Quem faz o pódio é você!

Como já estamos acostumados, é o leitor do Arkade que monta o pódio. A proposta é simples: Colocamos em nossa Fan Page no Facebook uma votação, para que nossos seguidores pudessem escolher quem era o melhor Coringa de todos, baseados em uma votação interna que nossa redação já havia feito. E com vocês… o resultado.

4. Batman (seriado dos anos 60) / Feira da Fruta

Quer um charuto, meu filho? É havano. Sim, Feira da Fruta colaborou e muito para que uma nova geração de pessoas conhecessem este icônico seriado do Batman, que destoa de todo o tom sério e sombrio da franquia. Mas seria muito pouco associar Cesar Romero apenas a redublagem, que também é épica e ajudou a aumentar, pelo menos para nós brasileiros, a força da mitologia desta produção.

O vilão encaixa perfeitamente no universo tosco do seriado, sempre cometendo as suas loucuras e mesmo em um tom pastelão, mostrando que é um vilão insano e muito forte. Romero trouxe um Coringa mais focado na comédia, que sempre promovia a anarquia, mas de maneira mais precisa, focando mais a derrota do Batman do que um crime em si. Também foi marcante pelo jeitão do ator, acostumado a ser um galã latino em outras produções, que manteve até seu bigode, que ficava escondido sobre a maquiagem.

3. Batman (1989)

Tim Burton teve a honra de trazer a primeira aventura do Homem-Morcego aos cinemas. E logo de cara, já introduziu o Coringa como o grande vilão do longa. Jack Nicholson aparece como um Coringa hora mafioso, hora insano, com direito a um assalto histórico ao Museu de Gotham, ao som dos melhores raps do final dos anos 80.

O filme conta a história do Coringa, junto com a ascenção do Batman, então podemos conferir um pouco mais sobre suas origens, além de apreciar o “caos artístico” que este Coringa trazia em seus atos.

2. Batman Arkham

Considerado por todos a melhor série de heróis nos games já feita, a série Arkham elevou não só o gênero, mas o próprio Batman a um novo nível, levando histórias de HQ aos videogames com uma qualidade impressionante. E o Coringa da franquia, dublado por Mark Hammil, consegue ser quase que onipresente, pois, mesmo quando ele não está envolvido com o problema, quando menos se espera, descobrimos que o filha da mãe deu um mínimo de colaboração para o caos local.

Sua presença é sempre mais profunda do que se imagina, aparecendo em momentos-chave do jogo e garantindo ótimos momentos para os fãs dos jogos e dos personagens.

1. O Cavaleiro das Trevas

Inesquecível. Profundo. Perfeito. Adjetivos desta espécie sempre serão destinados a Heath Ledger, que garantiu a interpretação definitiva do personagem. Sua atuação foi tão memorável que lhe garantiu o Oscar de Melhor Ator Coadjuvante, entregue em caráter póstumo devido a sua precoce morte, aos 28 anos.

Ledger brilhou, ofuscou Batman e todos os outros personagens a todo momento. Nós conseguimos acreditar que um vilão como ele existiu de verdade e cometeu seus crimes na fictícia Gotham. A proposta de Nolan de oferecer uma história mais pé no chão, com situações que na medida do possível, trazia os eventos para uma realidade aceitável, atingiu sua magintude com a presença do Coringa e seu “Why So Serious?”. Sim, este é o Coringa perfeito e o Coringa definitivo.

Uma resposta para “Top 10 Arkade: Os melhores Coringas de todos os tempos”

  • 8 de agosto de 2016 às 14:18 -

    Carlos Schneider

  • Gostei do Ranking, ficou bem coerente. Entre os coringas eu sempre terei um carinho especial pelo Cesar Romero. Cresci vendo o seriado com meu pai e depois o Batman Feira da Fruta.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *