Tribuna Arkade: Ex-produtor de GTA processa Rockstar Games, que processa o produtor de volta!

13 de abril de 2016
Autor: Renan do Prado

Tribuna Arkade: Ex-produtor de GTA processa Rockstar Games, que processa o produtor de volta!

Uma treta enorme aconteceu entre um ex-produtor da série GTA e a Rockstar, começando após o lançamento de GTA V e chegando agora até os tribunais!

Se você já jogou algum GTA, certamente já viu o nome Leslie Benzies aparecendo nos créditos iniciais de algum game da série, não é? Benzies era um dos principais produtores da série GTA, tendo tanta importância dentro da Rockstar quanto Dan Sam House, os co-fundadores da empresa.

Leslie Benzies deixou a produtora em janeiro, segundo a Rockstar após um longo período sabático que já durava cerca de 17 meses. A produtora revelou publicamente que após esse período todo, Benzies “decidiu não voltar a trabalhar pela companhia”.

Porém, Benzies tem uma versão muito diferente da história: Segundo ele, após o lançamento de Grand Theft Auto V, ele acabou descobrindo muitas coisas ruins e “inúmeras decepções”, que tinham por objetivo “enxotá-lo” da companhia e impedir que ele recebesse uma quantia de 150  milhões de dólares em royalties. Com isso, hoje Leslie Benzies está processando a Rockstar Games para receber esse exato valor.

Segundo suas acusações, quando a Take-Two Interactive comprou a Rockstar Games em 2008, a Take-Two criou um contrato de divisão de lucros entre Leslie, Dan Sam, que eram exatamente igual para os três. Porém, segundo suas acusações, Sam Houser tentou remover Benzies do acordo, em razão de “ressentimentos montados após vários anos de altos elogios”. 

Tribuna Arkade: Ex-produtor de GTA processa Rockstar Games, que processa o produtor de volta!

Além disso, Leslie Benzies desmentiu a história contada pela Rockstar sobre seu “afastamento sabático”, com a seguinte declaração feita por seus advogados (tradução livre): “Ao tentar voltar a seus deveres após a conclusão de seu afastamento sabático em 1º de Abril de 2015, o Sr. Benzies se encontrou impossibilitado de entrar no escritório da Rockstar North pois seus dispositivo de acesso às instalações havia sido desativado. Após ter tido a entrada liberada por um segurança do prédio, o Sr. Benzies foi então ordenado a sair pelo gerente de escritório da Rockstar North sem qualquer motivo.”

Se já não bastasse toda essa treta enorme, a Rockstar não deu a cara a tapa, e respondeu na mesma moeda, processando Leslie Benzies de volta e fazendo a seguinte declaração (em tradução livre):

“Leslie Benzies foi um empregado valoroso de nossa companhia por muitos anos. Infelizmente, os eventos que culminaram em sua resignação derivaram de seus significantes problemas de performance e conduta. Apesar de nossos esforços para resolver esses problemas amigavelmente tanto antes como depois de sua saída, Leslie escolheu tomar este caminho em uma tentativa de deixar de lado termos de contrato que ele previamente concordou em múltiplas ocasiões. Suas reivindicações são totalmente sem mérito e em várias instâncias completamente bizarras, e nós estamos confiantes que este assunto será resolvido a nosso favor. Uma característica central desde o início da Rockstar é o conceito da ‘equipe’. É profundamente desapontador e simplesmente errado por parte de Leslie tentar ganhar crédito pessoal pelo o que sempre foi o tremendo esforço de toda a equipe da Rockstar, que continua trabalhando duro para continuar entregando as mais imersivas e atrativas experiências de entretenimento que podemos para os nossos fãs. Nos não temos a intenção de comentar mais sobre este assunto.”

A resposta da Rockstar é de que Leslie Benzies não tem direito a receber nenhum valor por culpa de quebra de contrato por parte dele. Segundo a produtora, em 23 de março de 2015Benzies enviou uma carta para a Rockstar que dizia, de forma resumida, que ele queria estar no mesmo piso financeiro dos irmãos Houser, ou seja, ganhar o mesmo que eles. Além disso, a produtora afirma que no dia 2 de abril ele enviou uma nova carta onde ele terminava seu emprego por uma “boa razão”, dizendo ser o caso em que o empregador impacta o empregado negativamente, o impedindo de realizar seu trabalho. Alternadamente, ele afirmava ter sido demitido “sem motivo”, e argumenta que deveria receber um pacote de compensação envolvendo royalties, mesmo com sua saída.

Segundo a Rockstar, negociações foram feitas para tentar resolver a situação da melhor maneira possível, mas que por fim foi impossível de se chegar a um ponto final, discordando da “boa razão” de Benzies sobre sua saída da produtora. A Rockstar ainda afirmou que Benzies não possui o direito de sequer contestar a distribuição de royalties, e que fazer isso significa quebrar o acordo que ele próprio assinou. A empresa ainda foi adiante, e disse que a única forma de Benzies receber o que quer, é se o grupo chamado Allocation Committee, em outras palavras o próprio Sam Houser, que faz parte do grupo, assim decidir, pois ele tem todo o poder de decidir se e qual a porcentagem de royalties Benzies poderia receber.

E após tudo isso, a briga continua nos tribunais, e tudo indica que vai ficar ainda pior daqui pra frente, e porque não dizer, ao estilo GTA? O que você acha de toda essa situação? Esse é claramente um daqueles famosos casos “É a sua palavra contra a minha” e não temos como ter certeza quem está falando a verdade nessa história.

E aí, você é #TeamBenzies ou #TeamRockstar? Vamos acompanhar os próximos capítulos de Grand Theft Auto: Guerra Civil!

(Via Kotaku)

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *