Voice-Chat de terror: Giygas, o vilão mais macabro do mundo dos games

17 de julho de 2012
Autor: Rodrigo Pscheidt

621 Voice Chat de terror: Giygas, o vilão mais macabro do mundo dos games

Quando buscam um jogo de terror, muita gente parte para séries consagradas como Silent Hill, Resident Evil, Amnesia ou Fatal Frame. Mas, que tal sentir medo de verdade com algo um pouco mais antigo… tipo um RPG de Super Nintendo? Se você acha que isso não é possível, você não conhece Giygas, um dos vilões mais macabros do mundo dos games!

Acredite, há um game no saudoso Super Nintendo que causou (e ainda é capaz de causar) um tremendo arrepio na espinha. Este game é Earthbound, produzido pela Ape Inc em parceria com o HAL LaboratoryEarthbound é um RPG de fantasia onde controlamos um grupo de crianças que enfrentam alienígenas para salvar a Terra, tudo num visual totalmente cartunesco.

“Mas péra aí, como um RPG de fantasia e visual cartunesco pode ser assustador?”, você pergunta. Calma, a gente explica…

A história de Earthbound gira em torno de Giygas, um alien de aparência bastante semelhante a do famoso pokemón Mewtwo. No game Mother (do antigo Famicon) nos é apresentada a história de Giygas: perto do ano de 1900 uma raça alienígena abduziu um casal humano, que passou a conviver entre esta raça alienígena.

Mother 2 Summers1 Voice Chat de terror: Giygas, o vilão mais macabro do mundo dos games

Esse casal humano acabou adotando um pequeno alien da raça que os abduziu, chamado Giygas, e o criaram como um filho, como todo o amor e afeto possível. Porém, durante seu cativeiro entre os aliens, o “pai adotivo” de Giygas, George, passou a estudar o PSI, uma espécie de poder psíquico que era o grande trunfo desta raça alienígena.

Graças a seus estudos, George conseguiu voltar para a Terra sem sua família. Isso desagradou os aliens, que ordenaram que Giygas comanda-se uma invasão à Terra. Giygas, dividido entre proteger aqueles que o criaram e obedecer as ordens de seu povo, é obrigado a abandonar sua “mãe”, Maria, e invadir a Terra.

Porém ,utilizando outros poderes de sua raça, Giygas foi capaz de prever o futuro e ver sua própria derrota para um garoto da Terra, e decidiu antecipar seu ataque para impedir que a visão se concretizasse.

giygas mother1 Voice Chat de terror: Giygas, o vilão mais macabro do mundo dos games

Durante sua primeira tentativa de invasão (vista no game Mother), Giygas foi confrontado por um grupo de crianças disposto a salvar o planeta. Esta foi uma batalha dificílima, pois Giygas era resistente a qualquer tipo de ataque físico ou mágico, ou seja, nada podia feri-lo de maneira eficaz… exceto o mais improvável dos ataques: uma canção de ninar.

Por mais bizarro que isso seja, ao usar o comando em que os personagens cantam a música que George e Maria cantavam para Giygas quando este era criança, o alien começa a perder o controle, inclusive “gritando” para que este ataque pare de ser usado. No fim, Giygas é derrotado, mas foge da Terra prometendo vingança.

Confira no vídeo abaixo esta bizarra batalha musical contra Giygas:

Ainda não está com medo? A gente sabe, mas calma, estamos chegando lá…

Anos mais tarde, nos eventos do game Earthbound para o Super Nintendo (o título do game é Mother 2 no Japão), Giygas voltou a invadir a Terra, mas dessa vez, de uma forma diferente…

Durante o período entre os ataques, Giygas acumulou muito poder, poder maligno. Ele acumulou tanta maldade dentro de si que sua própria existência foi destruída no processo, seu corpo e sua mente foram totalmente apagados, e ele se tornou um ser disforme, de inexplicável aparência, passando a ser definido como o próprio mal, a maldade em sua forma pura. A única forma de mantê-lo “estável” foi inserindo-o dentro de um aparato chamado Devil’s Machine (o que, convenhamos, já é algo bem sinistro por si só).

Giygas Wallpaper by sn0dragon1 Voice Chat de terror: Giygas, o vilão mais macabro do mundo dos games

O game segue tranquilo até sua reta final, pois durante a batalha final reencontramos Giygas, que agora é um ser disforme incapaz de raciocinar, mas extremamente poderoso. Aí é que as coisas começam a ficar feias: a música do game assume um tom estranho e vai ficando cada vez mais incompreensível.

No vídeo abaixo você confere a primeira parte desta batalha contra Giygas:

Após causar algum dano a Giygas, a batalha se transforma: a imagem de Giygas se multiplica e percorre a tela de maneira totalmente distorcida, e a música se torna uma sinfonia tenebrosa que parece ser uma mistura de música tocada ao contrário com som de estática e outros barulhos indecifráveis e aterrorizantes.

A estratégia contra Giygas é a mesma da batalha final do game anterior, ataques físicos e mágicos surtem pouco efeito, mas dessa vez, a fraqueza de Giygas é outra, ele é fraco contra orações. Ao utilizar o comando “pray”, seus personagens  pedem que lhes seja enviada força para vencer a batalha. Da Terra, suas famílias e amigos enviam suas preces tentando ajudar de alguma forma.

Giygas Wallpaper by Doctor G1 Voice Chat de terror: Giygas, o vilão mais macabro do mundo dos games

Giygas é afetado por essas preces, sendo ferido a cada nova súplica que é recebida, e nesse momento que as coisas se tornam (ainda mais!) sinistras. Durante a luta, Giygas solta frases desconexas, como: “…I’m h… a… p… p… y…”, “I fell g… o… o… d...”, “It hurts… it hurts…“, como se os ataques fossem algo bom e ruim ao mesmo tempo.

No vídeo abaixo, você confere a segunda parte da batalha contra Giygas:

Depois de muito sofrimento (e muita reza) Giygas é finalmente destruído e a paz volta a reinar na Terra. O mal finalmente é extinto do Universo e todos ficam felizes.

“Ok, mas eu ainda não estou assustado com esse tal Giygas, você diz. Espere, pois agora vamos aos pormenores sobre este bizarro personagem. Confira a imagem abaixo:

In8a11 Voice Chat de terror: Giygas, o vilão mais macabro do mundo dos games

Se você não manja muito de inglês, a gente explica: a batalha final contra Giygas pode ter um significado escondido em suas entrelinhas. Esta parte é meio que uma lenda urbana que foi criada em torno do game, mas ela tem bons fundamentos e contribui para deixar Giygas realmente tenebroso.

De acordo com a imagem, a batalha final acontece dentro do ventre feminino. O caminho até o vilão é o canal vaginal e a Devil’s Machine é o próprio útero materno. A imagem de Giygas, quando este fica fora de controle, pode parecer disforme, mas há quem diga que ela é extremamente semelhante à imagem de um feto de perfil, como aquelas imagens vistas em exames de ecografia.

Repare no destaque desta imagem:

EarthBound giygas thingy1 Voice Chat de terror: Giygas, o vilão mais macabro do mundo dos games

E não é só isso: Giygas seria incapaz de raciocinar simplesmente por ser um feto, e seu bizarro padrão de ataques seria apenas legítima defesa. Suas frases “…I’m h… a… p… p… y…”, “I fell g… o… o… d…”, “It hurts… it hurts…” seriam alusão à violação do ventre feminino (praticamente um estupro) em que ele está sendo gerado.

Ou seja: a batalha final de Earthbound é uma viagem no tempo, Giygas é um ser que ainda não nasceu, portanto não tem forma, e os personagens do game estão lutando justamente para impedir seu nascimento e evitar que ele perpetre o mal à que está destinado. Para isso, nossos “heróis” devem percorrer todo o caminho do ventre e abortá-lo da barriga de sua mãe.

Isso quer dizer que nesse game nós estamos jogando com o objetivo de impedir a existência de uma forma de vida que ainda sendo formada? Quem sabe, mas é fato que esta é uma temática bem perturbadora para um RPG que parece tão inocente!

Please  Give Us Strength by zarla1 Voice Chat de terror: Giygas, o vilão mais macabro do mundo dos games

Graças a essa batalha final e estas discussões bizarras que circulam pela internet, Giygas tornou-se uma lenda no cenário das Creepy Pastas, lendas urbanas (geralmente aterrorizantes) amplamente divulgadas na internet.

Depois dessa, que tal matar a saudade do seu Super Nintendo? Quem sabe você não acaba encontrando outro significado obscuramente assustador naquele chefão super difícil, ou na trama de um jogo que antigamente lhe parecia tão inocente?

Este artigo foi escrito por Renan do Prado, colaborador da Arkade e consultor de bizarrices. Também é do Renan o texto sobre a macabra lenda do cartucho amaldiçoado de Zelda, vale a pena conferir!

50 Respostas para “Voice-Chat de terror: Giygas, o vilão mais macabro do mundo dos games”

  • 0
    18 de julho de 2012 às 11:02 -

    Ana

  • Vontade monstra de jogar, ainda mais pq eu tô sem meu chefe lá no trabalho… Mas jogar sozinha…. n.n

  • 0
    18 de julho de 2012 às 01:10 -

    Leonardo Pk

  • O mais bizarro não é citado na matéria, para chegar até o Giygas os personagens têm de ser mortos antes, isso mesmo, MORTOS. Antes de entrar no cenário da luta final os personagens são mortos e suas almas transferidas para robôs.

    • 0
      18 de julho de 2012 às 17:14 -

      KING OF KINGS

    • WTF Really bizarro essa parte

  • 0
    18 de julho de 2012 às 09:14 -

    ViTcHaWmMmM

  • Nusss, hoje vendo isso, me arrependo amargamente por não ter tido tempo de terminar esse game!!!

    Um REMAKE em 3D TOP ia ser muito bem vindo, historia adulta mas cheio de crianças!!!!

  • 0
    18 de julho de 2012 às 13:38 -

    Neudo Campos

  • FRIO NA ESPINHA, ZEREI ESSA POHA, se fosse um pouco + esperto naqla época e notasse esses detalhes tinha pirado, MAS O GAME É BOM!!!

    • 0
      18 de julho de 2012 às 14:04 -

      Dehian MacDeath

    • Tu sabe que ele foi criado a partir da imagem do Aborto da esposa de um dos produtores do game né?

    • 0
      18 de julho de 2012 às 14:36 -

      Neudo Campos

    • PUTZ GRILLA, kraka, agora sim ñ durmo hoje, BRIGADO!!!

    • 0
      18 de julho de 2012 às 14:36 -

      Neudo Campos

    • PUTZ GRILLA, kraka, agora sim ñ durmo hoje, BRIGADO!!!

      • 0
        18 de julho de 2012 às 13:01 -

        Ana

      • Dehian, até onde eu sei, não foi aborto não. Foi uma cena de estupro que o criador do game viu quando era mais novo (em um filme, algo do tipo)

  • 0
    24 de julho de 2013 às 01:51 -

    Aleph Oliveira

  • Q paia em

  • 0
    27 de fevereiro de 2013 às 16:13 -

    Suverialtis Cabal

  • Gostaria muito de criar uma versão eu mesmo do EarthBound 3 ou Mother 4 . Só que desta vez eu gostaria de sugerir novos procedimentos. Jogando o jogo , o roteiro dele me deixou com uma vontade imensa de fazer uma versão mais aprimorada na próxima versão.

  • 0
    29 de julho de 2013 às 18:03 -

    Endy Rodrigues

  • Vejam o vídeo da primeira parte da luta. Um dos ataques de Giygas é "PSi Porn B" ou algo assim

  • 0
    26 de setembro de 2013 às 18:22 -

    Daniel Muniz

  • O giygas é realmente pertubador outro dia eu estava jogando earthbound com meu amigo e agente começou a sentir mal estar,triste e com medo como se algo assustador e inexplicavel estivesse na nossa frente nos pertubando.LOL

  • 0
    26 de setembro de 2013 às 18:22 -

    Daniel Muniz

  • lembrete:foi na batalha contra giygas

  • 0
    31 de dezembro de 2012 às 17:59 -

    Rafael Garcia

  • difícil e ainda bizarro… ç.ç' quando eu tinha 8 anos(que zerei o jogo nessa idade) tive pesadelos com ele '-'

  • 0
    21 de dezembro de 2012 às 17:56 -

    End Bis

  • Esse ultimo chefão é realmente dificil..
    Sempre odiei rpg pra nintendo.. mas na época eu só tinha esse jogo. consegui chegar até o final.. mas não vi a ultima cena
    ainda bem lol

  • 0
    10 de setembro de 2012 às 00:30 -

    Lucas Pereira

  • Eu jogava isso dai nos meus 10 anos de idade, fui até a segunda cidade (não lembro o nome agora) mas ai parei pois não sabia mais o que fazer.
    Eu fico me imaginando o que eu teria pensando se eu chegasse no tal Giygas.

  • 0
    17 de julho de 2012 às 21:54 -

    Danilo Felipe

  • Realmente esta lenda é muito comentada na internet, já tinha lido algo sobre este jogo antes em outro site, quando se junta estas suposições faz se pensar realmente o que no jogo em si era proposto, muito boa a materia.

  • 0
    17 de julho de 2012 às 19:17 -

    Diana

  • Imagine isso numa “idade das trevas”… Ia ser queimado junto com os livros escritos por pessoas possuídas por demônios… Enquanto os demônios estão aqui mesmo. lol

    • 0
      17 de julho de 2012 às 21:51 -

      Ana

    • Me lembrei de algo q uma amiga minha disse:

      “A gente procura pelo paraíso, quando temos o demônio em nós mesmos. Nós somos os demônios tentando a salvação.”

      Já disse que ela deveria ser poeta, mas ela não me escuta…

      • 0
        17 de julho de 2012 às 23:18 -

        Diana

      • Um dia ela vai querer mostrar isso, por ela mesma. :)

  • 0
    17 de julho de 2012 às 19:15 -

    Henrique

  • Uma das poucas creepy pastas que você para, pensa e vê o quanto faz sentido…

    • 0
      18 de julho de 2012 às 17:08 -

      KING OF KINGS

    • acho que ninguém reparou nesses detalhes do jogo muito foda

    • 0
      17 de julho de 2012 às 20:14 -

      Henrique Gonçalves

    • E depois joga alguma coisa extremamente adoravel para tirar o medo haha

    • 0
      17 de julho de 2012 às 20:16 -

      Kubrick Stare Nun

    • Eu fiquei com dó do Giygas. :(

  • 0
    17 de julho de 2012 às 19:23 -

    Edimartin Martins

  • Muito bizarro. Infelizmente nunca joguei Earthbound mas achei muito interessante. Somente japoneses para pensar em uma coisa tão bizarra.
    -
    Faltou a história do Mother 3 de Nintendo 64. Eu lembro que o jogo foi lançado no Japão, e estão fazendo um abaixo assinado para o jogo ser lançado na America. Mas ele não foi.

    • 0
      18 de julho de 2012 às 11:19 -

      Renan

    • Segundo o criador do game, isso não era proposital, foi puramente coincidência, mas, vai saber né!!!!

  • 0
    17 de julho de 2012 às 19:47 -

    Matheus Humenhuk

  • Renan é do mau cara kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    -

    Gostei muito do texto cara, cheguei a arrepiar ao ver as imagens, sei lá vou baixar e jogar hahahaha

    • 0
      17 de julho de 2012 às 20:59 -

      Renan

    • hehehe, valeu!!!

  • 0
    17 de julho de 2012 às 19:11 -

    Henrique Gonçalves

  • …tenso!

    E ótimo artigo Renan!

    • 0
      17 de julho de 2012 às 20:59 -

      Renan

    • Valeu!!!!!!!

  • 0
    17 de julho de 2012 às 18:27 -

    Ramonn

  • Bem legal.

  • 0
    17 de julho de 2012 às 18:37 -

    Fidelis

  • o.o

  • 0
    17 de julho de 2012 às 19:00 -

    Bahia

  • Caramba, e pensar que algo assim passou pelo controle da Nintendo é bem assustador.

    • 0
      17 de julho de 2012 às 19:13 -

      leandro(leon belmont)alves

    • é porque você não jogou os primeiros Shin Megami Tensei, o pai da série Persona no SNES onde o herói invoca demônios ou personas se não gostarem do termo.. embora seja um rpg, se tem assassinatos, cruxificações, heresia, pedofilia e outras coisas que bastante normal no japão e deixam os ocidentais bastante desconfortáveis.

      e nesse série, Lucifer chega até ser bom, enquanto Deus é o vilão mor. isso sem falar dos textos, de fazer até o papa excomungar o cartucho…tem como jogar esses game nos emuladores, e na minha opinião, bate em muito Final Fantasy por aí. sobre o vilão de Earthbound… se bem que ouvi falar que o vilão é um ET ou algo aparecido… enfim….

      • 0
        18 de julho de 2012 às 11:45 -

        Renan

      • Por favor, sem entrar em discussão de religião vs ateísmo, isso é uma encheção de saco.

      • 0
        18 de julho de 2012 às 11:03 -

        Matheus Humenhuk

      • Poxa adoro blasfemar (Já quase apanhei de um pastor) Poxa vou jogar.

        -

        Joguei esse game do post mas achei ele muito paradão (na verdade um passarinho me matou mas ok…)

      • 0
        18 de julho de 2012 às 08:08 -

        leandro(leon belmont)alves

      • Matheus, vai por mim. Persona só é pertubador até o Persona 2 Eternal Punishiment. já do três para cima….virou Xuxa Park. já os Shin Megami Tensei 1 e 2 são pertubadores mesmo. tanto que a versão SMT Nocturne nem tem as heresias e as blasfêmeas, foram tiradas para não incomodar o pessoal católico daqui…povo sem ter o que fazer. mas enfim, jogue Persona 1 e 2 se assim prefere

      • 0
        17 de julho de 2012 às 19:44 -

        Matheus Humenhuk

      • Porra vou jogar esse Persona, você me fez ter lombrigas!

      • 0
        17 de julho de 2012 às 20:47 -

        Renan

      • Tá escrito no texto… é um Alien….

  • 0
    17 de julho de 2012 às 19:02 -

    LuuckGameer

  • Da Mesmo Arrepio no espinha kk, Mas Bela Materia Equipe Arkade Parabéns.

  • 0
    17 de julho de 2012 às 19:58 -

    Raphael Cabrera

  • Bizarro é pouco.. Excelente matéria Renan!

    • 0
      17 de julho de 2012 às 21:33 -

      Renan

    • hehehehe valeu!!!!!

  • 0
    17 de julho de 2012 às 20:08 -

    Kubrick Stare Nun

  • O título… Mother… foi muito adequado.

    • 0
      18 de julho de 2012 às 17:11 -

      KING OF KINGS

    • concerteza mas pra quem nao entendia boiava concerteza

  • 0
    17 de julho de 2012 às 21:38 -

    Ana

  • Só ouvi falar sobre esse jogo, mas sobre a final fight do Earthbound: até onde eu sei, o criador do game, qndo era mais novo, sem querer viu uma cena de estupro em um filme. O ‘It hurts!’ do game é referente ao fato do estuprador segurar com mta força os seios da mulher enquanto a violentava. O resto faz todo o sentido msm.

    Estupro dá medo, sem mais.

  • 0
    17 de julho de 2012 às 20:47 -

    DanielWarfare

  • Já tinha visto a imagem destacando feto em algum lugar…mas não sabia de onde veio
    Ótima matéria
    PS:Alias era só dar uma boa educação a criança, não precisava aborta-la :(

  • 0
    17 de julho de 2012 às 18:13 -

    Beto

  • Pois é tem muito jogo com coisa oculta e bizarra.Procurem um jogo chamado LSD dream simulator do psone muito estranho e sem nexo

    • 0
      18 de julho de 2012 às 14:58 -

      Tzar

    • Velho acabei de ver um vídeo e ler uma Creepypasta a respeito do mesmo,estou super empolgado para joga-lo.

    • 0
      17 de julho de 2012 às 20:39 -

      Renan

    • Já vi esse, e tenho medo dele!!!!!!!!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Olá, Visitante!

Faça login ou cadastre-se