Afinal, qual a função do lado preto do CD do PlayStation? Descubra essa e várias outras curiosidades sobre o universo (Sony) !

23 de julho de 2014
Autor: Babebiba

Afinal, qual a função do lado preto do CD do PlayStation? Descubra essa e várias outras curiosidades sobre o universo (Sony) !Vocês estão prontos pra descobrirem algumas coisas bem legais (e outras nem tanto) sobre a Sony e PlayStations de modo geral? Lá vai:

  • O PlayStation era idealmente um apêndice pro Super Nintendo

Criado por Ken Kuratagi, a “PlayStation da Nintendo” iria rodar os títulos de Super Nintendo e também possibilitaria que jogássemos títulos na incrível tecnologia dos CDs no formato ‘SNES-CD’. Infelizmente pra Sony, Hiroshi Yamauchi, presidente da Nintendo, não queria compartilhar os direitos da companhia com ninguém e então desfez a parceria com a Sony para trabalhar com a Philips.

  • Para deixar de ser mascote, basta ter sido mascote alguma vez.

Ou pelo menos é assim que costumava funcionar com os mascotes ou quase-mascotes do PlayStation nas décadas passadas. O primeiro mascote para o console (e o primeiro a deixar de ser mascote) era Polygon Man, uma cabeça com ‘cabelos arrepiados’ – toda constituída de polígonos em tons de roxo. Pra ser sincera eu acho o Polygon Man bem interessante, mas Ken Kuratagi ficou tão descontente quando viu o mascote na E3 de 1995 que antes do PlayStation ser lançado nos Estados Unidos, o pobre mascote já tinha sido aposentado.

  • E falando nisso: você sabia que o mascote não-oficial da Sony é um patinho de borracha?

Enquanto a maioria dos desenvolvedores faziam mil peripécias pra demonstrar a qualidade das suas criações tecnológicas, há algum tempo atrás, (quando tinha um lado mais descontraído) a Sony usou um simples patinho de borracha numa pia cheia de água pra mostrar o potencial do seu sistema. Mas não para por aí, até hoje eles têm uma certa fixação por patinhos de borracha! Inclusive, existe um patinho de borracha como Easter Egg em Metal Gear Solid 2! Sem mencionar Super Rub ’a’Dub, que é um game cujo universo consiste totalmente em patinhos de borrachas na água. É muito amor por esses patinhos!

  • Plot twist sobre o famoso lado preto dos CDs do PSOne.

Pois então, por essa vocês não esperavam: ao contrário do que alguns acreditavam, eles não tinham nenhuma função específica, além, claro, de diferenciar os CDs piratas dos originais e serem extremamente mais cool que os outros CDs comuns.

  • Talvez você já saiba que há um significado por trás dos símbolos nos controles. Não?

Bem, quando Teiyu Goto desenhou o controle do PlayStation, ele buscava algo  mais fácil de ser lembrado do que letras e cores, então ele usou os símbolos que conhecemos hoje. O círculo (bola pros íntimos) e a cruz (X pros íntimos) são símbolos japoneses comuns pra “sim” e não”, o triângulo simboliza a visão de um player e o quadrado representa um menu, documento ou mapa.

  • PS2 e uma crise de abstinência gamer

2002 era um bom ano pra ter um PlayStation 2, afinal já rolavam alguns jogos bem nobres pra ele como Ico, Metal Gear Solid 2 entre outros… e o preço parecia justo. Mas infelizmente foi também um período de grande tristeza no mundo gamer, onde houveram grandes crises abstinência por falta de PS2 e, o que é pior: de memory cards!

  • O marketing do PlayStation nos anos 90 era um puzzle por si só

Além das ironias e trocadilhos, as propagandas da Sony iam além e se tornavam praticamente enigmas pro consumidor. Com abordagens que incluíam por exemplo “URnote” (You’re not red e > You’ready – ou seja, “você não está pronto”), a empresa realmente exercitava o cérebro dos jovens dos anos 90.

  • Crash Bandicoot – ame-o ou odeie-o !

O padrinho da marca PlayStation, Ken Kutaragi simplesmente não gostava de Crash Bandicoot. Quando confrontou a Naughty Dog a respeito do game ele chegou a oferecer críticas como “Esse jogo é uma droga!”. Mas não era pra tanto, não é mesmo? Afinal Crash foi sumindo do fluxo de games mainstream e em 2001 a Naughty Dog se tornou um estúdio da Sony. E é isso deve significar “fazer as pazes”.

  • Espera aí! Gatinhos como mascotes: como não pensamos nisso antes?

Enquanto a Sony tinha “problemas” pra achar um mascote ideal pra acompanhar a marca nos Estados Unidos, a Sony japonesa achou um candidato inesperado – e de brinde ganhou outro! Toro e Kuro são uma dupla de gatinhos (branco e preto, respectivamente) que acompanham o PlayStation desde seu lançamento, em 1999.  

  • A logo do PlayStation sofreu diversas modificações até chegar no ícone que conhecemos

O logo de quatro cores nos traz boas memórias mas ele levou um tempo pra se tornar essa logo e esse grande ícone que é hoje. Algumas das mudanças feitas pelo designer Manabu Sakamoto podem ser vistas aqui embaixo!

 

  • A tela inicial do seu PS2 tinha um quê de Psycho Mantis

Um zoom aparentemente aleatório num arranjo de torres brancas e um efeito de som meio futurista – essa era a tela inicial do seu PS2… Pois bem, aqui entra o quê de Psycho Mantis: a composição visual dessa tela de entrada é baseada nada mais nada menos do que o conteúdo do seu memory card! Interessante e assustador!

  • A Sony destruiu a Sega na E3 de 1995 com apenas duas palavras

Steve Race, presidente da SCEA tomou o palco logo depois da Sega ter anunciado seu novo console , o Saturno, e disse simplesmente duas palavras: “299 dollars”. O preço proposto por Steve era o equivalente a mais ou menos R$220,00 mais barato do que o Saturno que tinha acabado de ser anunciado pela Sega (a $399). E foi assim, coleguinhas, que a Sony simplesmente ganhou aquela batalha de consoles.

  • O famoso Final Fantasy VII poderia ter sido bem diferente

Imagina só um personagem principal chamado “Detevive sangue-quente Joe” – apesar de parte do conceito original ter sido mantida, a história de Cloud, Sepiroth, Aeris e outros poderia ter tomado um rumo bem diferente se todas as idéias originais tivessem sido mantidas! Melhor deixar como conhecemos, afinal, sabemos que deu mais que certo!

E aí, você já conhecia alguma dessas curiosidades? E quais você passou a saber a partir de agora? Nos conte nos comentários aqui embaixo!

(Via Gamesradar)

24 Respostas para “Afinal, qual a função do lado preto do CD do PlayStation? Descubra essa e várias outras curiosidades sobre o universo (Sony) !”

  • 23 de julho de 2014 às 11:15 -

    7UPlay

  • Caraca!Achei super interessante!Sempre achei que os CD’s pretos eram pra que o canhão lê-se melhor o CD lolAbraços! Emerson Henrique7UPlay – Owner

    • 23 de julho de 2014 às 12:38 -

      Babebiba

    • Poizé, cê viu?! Que decepção né?

      Lado preto é apenas ‘too sexy for his shirt’ — feito só pra ser mais cool.  (E conseguindo, de fato, ser mais cool)

  • 23 de julho de 2014 às 11:59 -

    Francisco

  • Esse Polygon Man era simplesmente horrível. Eu nem sabia que existia. O Crash era muito melhor.A lenda que corria era que o CD com lado preto do PS1 impedia cópias.

    • 23 de julho de 2014 às 12:37 -

      Babebiba

    • COMÁSSIM SIMPLESMENTE HORRÍVEL?!? Cê tá de brinks né Francisco?!

      O cara super gente fina, com uma composição de cores/polígonos e sombras super bacaninha… sem mencionar que tá interááááço pra alguém da idade dele hoje. Hehehe! <3

      Peço que não fale mais assim dele… fico #xatiada. 

      Obg.
      Abs.

      • 23 de julho de 2014 às 13:17 -

        Thiago

      • Se ta de zueira né?Muito tosko esse treco ‘-‘

      • 23 de julho de 2014 às 17:54 -

        Carlo Henrique

      • Parece uma mistura do Ecliptor com Freddy Krueger, lembra muito os vilões dos Power Rangers.Provavelmente não foi aceito por mostrar apenas tons de roxo, enquanto que em cada geração se tem a fixação de mostrar “quantas cores o sistema suporta”. Eu sinceramente não penso nada a respeito desse Polygon Man.

  • 23 de julho de 2014 às 12:50 -

    João Paulo

  • eu só tive um jogo com CD preto, era o resident evil, sempre rodou perfeito e tornou-se meu jogo preferido na época xD….

  • 23 de julho de 2014 às 13:18 -

    Thiago

  • Nossa essa dos botões terem algum significado mudou minha vida, sempre achei que fosse algo arbitrário ou sei la oque…  Ótimo post ;)

    • 23 de julho de 2014 às 20:55 -

      Babebiba

    • Cê viu?! E a gente aqui achando que o troço tinha vindo de um cara maluco que ‘decidiu umas formas pros botões’ e talz…

      Tudo muito do bem pensado, rapaz! <3

      • 23 de julho de 2014 às 21:38 -

        Henrique

      • O game Skyblazer feito pela Sony para o SNES tem essas formas como password, em que cada botão digita uma forma geométrica e são exatamente os mesmos do futuro controle da Sony, só não estão na mesma posição.

  • 23 de julho de 2014 às 13:27 -

    Renan do Prado

  • Tantas menções a MGS *—–*

    Eu sabia de algumas dessas, a do disco preto eu semrpe soube que era sinal de original, eu tinha um desses, mas não tenho mais :(

    A das torres do PS2 eu vivi aquela geração inteira sem entender, só NESSE ANO, alguns meses atrás que eu soube!!!! E os patinho estavam presentes nos trailers do MGS4, num trailer que o Otacon fala pro Snake de como o PS3 era poderoso kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • 23 de julho de 2014 às 20:59 -

      Babebiba

    • “Ele só quer… só pensa em (plotwist!) MGS” — esse é seu melô, Renan! <3 Hahahahaha!

  • 23 de julho de 2014 às 14:13 -

    jonathan eduardo

  • e eu que tava pensando nisso do cd do ps1 ser preto a semana passada e tinha uma galera que dizia que era porque se o cd riscasse não tinha efeito nenhum no jogo 

    • 23 de julho de 2014 às 20:57 -

      Babebiba

    • Manda a galera se ligar nesse post e prova pra todo mundo que não tinha nada a ver com riscos não, Jonathan!!

      <3

  • 23 de julho de 2014 às 14:25 -

    Marck

  • Eu tinha um Twisted Metal preto, achei que fazia parte da arte impressa no cd, só agora fui descobrir que era original :[

  • 23 de julho de 2014 às 14:38 -

    Malverik

  • Parei no “infelizmente pra sony”

  • 23 de julho de 2014 às 17:37 -

    hell_lord

  • Não foram duas palavras, foram três,,,, literalmente ele disse ~two, nine.nine~ e se retirou:Basta ver aqui: http://www.youtube.com/watch?v=ExaAYIKsDBI

  • 23 de julho de 2014 às 18:04 -

    Túlio Moura

  • Não sabia que o Polygon Man era mascote do Playstation. Então a Sony fez uma zueira colocando ele como último boss do Playstation Allstars Battle Royale, kkkk.

    • 23 de julho de 2014 às 20:56 -

      Babebiba

    • Poizé!! Ele era! <3

      Um fofo, né? Diz aí! <3

  • 24 de julho de 2014 às 22:24 -

    Pedro Nascimento

  • Kkkkkkkkkkkkkkk.Muito bom!Dos CDs eu já sabia. Da Nintendo também.Achei demais e dei mais valor ainda agora ao design do joystick!Além disso, meu PS3 é asiático, então tá tudo certo. HAsheasihueaieaheai.Não conhecia o mascote… interessante! Teria sido melhor na época do PS2. Crash foi um mito e deve ser respeitado xDBoa matéria!

    • 24 de julho de 2014 às 22:26 -

      Pedro Nascimento

    • Não entendi pq não houve quebra de linha no meu comentário… =/

  • 13 de setembro de 2016 às 08:50 -

    Édson Xavier

  • Só um detalhe… A cor da mídia do CD’s do Playstation 1 tinham um significado técnico. Não eram apenas para diferenciar o original do pirata. A cor preta reflete menos luz, no caso o feixe de laser ao ler a mídia não ia sofrer tanto com o reflexo que voltaria para lente em uma porcentagem bem menor. Isso ajudaria no carregamento de jogos sem interferência (ou seja um conflito de leitura de conteúdo). O feixe teria que carregar áudio e vídeo e a Sony pensou: ”Como transmitir menos interferência com o reflexo??” Sim!! A cor preta reflete menos luz!! Por isso adotaram a mídia preta como padrão. Buscando a durabilidade do leitor e a qualidade no carregamento dos jogos.

  • 31 de dezembro de 2019 às 15:36 -

    Ricardo

  • LEgal

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *