Agora é hora de jogar Doom em uma impressora

16 de setembro de 2014
Autor: Junior Candido

Agora é hora de jogar Doom em uma impressoraNão contentes em ver Doom em um caixa eletrônico, agora é a vez de vermos o eterno jogo de tiro rodando em uma impressora em uma demonstração que mostra as falhas de segurança que existem pr aí!

Desta vez, o responsável pela proeza foi o pesquisador de segurança Michael Jordon, que levou quatro meses para colocar o jogo em uma Canon PIXMA. Mas além do entretenimento por si só, Jordon quis também denunciar os problemas destes dispositivos que estão se conectando de alguma maneira a roteadores e redes que contam com um padrão de segurança muito baixo, isso quando existe um padrão de segurança.

Funciona assim: várias destas impressoras modernas se conectam em sua rede local, permitindo que você imprima seus arquivos sem conectar seu PC ou notebook a um cabo USB, certo? Pois bem, Jordon percebeu então que a interface do sistema dela não tinha nem nome de usuário e nem senha, o que mostra que não houve preocupação em proteção do aparelho, permitindo assim total controle remoto sobre o dispositivo.

E além disso, em suas pesquisas, foi descoberto também que era possível atualizar o firmware da impressora, através da interface da telinha da Canon. Usando de engenharia reversa, uma nova firmware com o jogo Doom foi instalada no lugar, sendo aceita perfeitamente pelo dispositivo. Claro que estamos não estamos falando de desempenho, afinal neste quesito a paleta de cores ainda deixou a desejar, mas também não era o foco do pesquisador “entregar um jogo completo” e sim apenas fazer o jogo rodar.

Agora é hora de jogar Doom em uma impressora

Para a BBC, Jordon diz sobre sua pesquisa: “A impressora tem um processador ARM de 32 bits, 10 mega de memória e até a tela é do tamanho certo. E correndo o jogo Doom, é uma prova real de que você pode controlar o dispositivo.”

E como resultado deste trabalho, a Canon, segundo post no blog da pesquisa de Jordon, disse que irá trabalhar em uma correção para este problema o mais rápido possível, adicionando um usuário e senha para as próximas impressoras a serem desenvolvidas e a possibilidade de atualizar as que já estão nas casas dos consumidores.

Dispositivos como impressoras, televisores e vários outros que se conectam a internet de alguma forma são alvos de constante críticas de especialistas de segurança por causa de baixos — ou nenhum —  padrões de proteção, o que pode ocasionar vários tipos de problemas futuros. Sim, ver Doom rodando em uma impressora é demais, mas será que alguém com más intenções se contentaria com isso?

Enfim, já vimos Doom rodando em um caixa eletrônico e em uma calculadora científica. Qual o próximo local onde veremos o imortal jogo da iD Software mostrando o ar da graça? Sugiro nossas urnas eletrônicas, pelo menos o ato de votar poderia ser um pouco mais divertido.

Agora é hora de jogar Doom em uma impressora

Imagem “meramente ilustrativa”. Não tentem fazer isso na eleição, ouviu?

Via (BBC)

4 Respostas para “Agora é hora de jogar Doom em uma impressora”

  • 16 de setembro de 2014 às 14:08 -

    Newton

  • Pra quê sistemas de segurança em urna eletrônica, se quem as frauda é justamente quem detém o acesso a elas?

  • 16 de setembro de 2014 às 16:24 -

    Arthur.E

  • Impresso nante.

  • 17 de setembro de 2014 às 04:32 -

    leandro leon belmont alves

  • bem, não se vê Mario numa impressora. incrível

  • 4 de janeiro de 2015 às 21:10 -

    Safe Jewel

  • Pqp, na urna já é quase assim, não?

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *