Americana mata bebê por interromper sessão de Farmville

28 de outubro de 2010
Autor: Fábio Torres

Americana mata bebê por interromper sessão de Farmville

Mais uma vez, os videogames estão relacionados a um triste caso.

Americana mata bebê por interromper sessão de FarmvilleAlexandra Tobias (foto ao lado), uma americana de 22 anos, matou seu bebê, Dylan Lee Edmundson, de três meses, por ele ter interrompido a mulher enquanto ela jogava o popular game Farmville. Alexandra chacoalhou o bebê uma vez, fumou um cigarro e chacoalhou o menino de novo. Ela afirma que ele “provavelmente tenha batido a cabeça”, o que o levou a falecer.

Alexandra agora responde por homicídio culposo, algo que nos Estados Unidos pode render prisão perpétua.

(Via Kotaku)

9 Respostas para “Americana mata bebê por interromper sessão de Farmville”

  • 28 de outubro de 2010 às 12:52 -

    McTusk

  • Se fosse Mortal Kombat ou Counter-Strike não tinha acontecido isso. É isso que rola quando as pessoas começam a jogar esses jogos violentos tipo o FarmVille.

    • 29 de outubro de 2010 às 14:16 -

      Bryan

    • UAHuAHuaHaHAUHaHauHAUHAU

      (É isso que rola quando as pessoas começam a jogar esses jogos violentos tipo o FarmVille.)

      Rapaz, eu fico impressionado com o poder que os jogos eletrônicos tem na mídia.

      Mães deixam Bebês morrerem em carros, de baixo de um Sol fortíssimo (uma falta de cuidado extrema). E outras mortes muito mais tristes ou graves que não estão nem perto de serem relacionadas aos jogos. E quando UMA pessoa, que de repente nem tem condições mentais para cuidar de um filho ou fazer qualquer outra coisa… mata alguém… a culpa é do Videogame? puts…

      Está faltando problemas no mundo pra esse povo se preocupar?

      Quantos filmes de trafico internacional, psicopatas estupradores etc existem, e nunca sai uma notícia: "Filme do Harry Potter faz menino pegar vassoura e pular do terraço.

  • 28 de outubro de 2010 às 13:50 -

    zecarlos

  • viram so…ate farmville tanforma as pessoas em pscopatas hahahaha….mas a culpa nao e dos jogos e sim dela ser americana,todos os americanos sao psicoticos

    e olha a cara da imundissa mano…quero ver a midia falar agora que o jogo estimula a violencia ,quero ver se vao falar agora

  • 28 de outubro de 2010 às 14:28 -

    bacon mage

  • os jogos não tem culpa,a culpa é da cabeça das pessoas que é muito fraca , se ela estivesse jogando GTA a midia tinha feito um estardalhaço fudido.

  • 28 de outubro de 2010 às 15:12 -

    Neo Rock X

  • Vocês disseram bem se fosse GTA, God Of War, Mortal Kombat, Duke Nuken,Doom e etc com certeza veríamos a mídia "caindo de pau" nos videogames…"A vida de um gamer não resume apenas a seu console, a vida de um gamer é também saber a aproveitar os maiores prazeres da vida ao lado daqueles que o amam e respeitam etc"

  • 28 de outubro de 2010 às 15:35 -

    Aero

  • O Facebook é cheio de psicopatas.

  • 29 de outubro de 2010 às 18:03 -

    PedroHenrique

  • A culpa não é do videogame, só porque ela estava jogando, não quer dizer nada. Se o garoto derramasse um copo de suco, ela faria a mesma coisa. Ela é psicótica, isso sim.

  • 30 de outubro de 2010 às 07:07 -

    Dário

  • Claro que a culpa não é do jogo, mas é bom lembrar que tudo em excesso faz mal. Portanto, juízo crianças…

  • 1 de novembro de 2010 às 18:12 -

    Renan

  • A questão é que a mídia é sensacionalista, quantas matérias não se vê na tv (Record principalmente) que dizem que pessoas que gostam desse tipo de jogo tem tendências a cometer esses atos…

    A culpa é claro que é da mulher, uma pessoa de mente extremamente fraca que chegou no ponto de cometer uma barbaridade dessas…. Se fosse realmente culpa dos jogos garanto que todos nós aqui que estamos acompanhando a Arkade já estaríamos todos presos…

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *