Análise Arkade: As apostas e blefes de Tastee: Lethal Tactics (PC)

22 de junho de 2016
Autor: Paulo Macedo

Análise Arkade: As apostas e blefes de Tastee: Lethal Tactics (PC)

Tensão. Que virá do planejamento, que por sua vez, definirá entre o sucesso e o fracasso. Essa será a rotina de Tastee: Lethal Tactics.

Dos desenvolvedores das expansões Age of Empires II HD: The ForgottenAge of Mythology: Extended Edition, a SkyBox Labs, foi lançada no último mês de maio a mais nova aposta no gênero de estratégia. Em Tastee: Lethal Tactics, o fator planejamento domina completamente a ação deste turn-based (estratégia em turnos) um pouco diferente.

O planejamento é mais importante que a ação

 

Análise Arkade: As apostas e blefes de Tastee: Lethal Tactics (PC)

Planejamento é a palavra de ordem. Aqui você é o diretor, que vai coordenar um plano utilizando todas as ferramentas à sua disposição para concretizar os objetivos. Assumindo o comando de uma equipe de mercenários com habilidades, vantagens e desvantagens individuais.

Conforme já dito, Tastee: Lethal Tactics trata-se de um jogo de estratégia em turnos. Contudo, o que diferencia ele de outros jogos do gênero, como XCOM: Enemy Unknown e Massive Chalice, é que seu combate é dividido em duas fases, como em Frozen Synapse.

Na primeira, você só consegue visualizar sua equipe (de até seis personagens), o mapa (com os objetivos), e o que estiver no campo de vista do seu time. Após planejar o movimento de cada personagem, começa a segunda fase, onde sua equipe completa a movimentação que você definiu, enquanto o adversário também se movimenta ao mesmo tempo.

Análise Arkade: As apostas e blefes de Tastee: Lethal Tactics (PC)

É aí que mora a tensão do jogo da SkyBox Labs. Pela fato da movimentação, tanto a sua quanto a dos inimigos, acontecer simultaneamente, você é obrigado a planejar sua ação já prevendo o que seu adversário vai fazer. Clicar no botão de ação após um longo planejamento certamente vai te fazer suar frio algumas vezes. Principalmente, porque seu comandados são muitos frágeis. E uma ação mal planejada pode significar o fracasso da missão. A aposta e o blefe também são bem-vindos para ter sucesso.

No modo single player, Tastee apresenta 30 missões em 10 locações com objetivos pouco criativos como resgatar itens, salvar reféns e eliminar alvos determinados. A história é totalmente descartável. Você faz parte de um grupo de mercenários que luta contra um cartel no deserto. Nada mais precisa ser dito. Os briefings antes das missões só servem para apresentar novos personagens. E são eles os verdadeiros donos do jogo.

Variedade, complexidade e pouca explicação

 

Análise Arkade: As apostas e blefes de Tastee: Lethal Tactics (PC)

A jogabilidade proporcionada pelos mercenários que compõem sua equipe é um dos melhores aspectos do jogo. Divididos em quatro grandes categorias (Gunmen, Bombers, Snipers e Shotgunners), manejar e utilizar com sabedoria suas habilidades especiais (cada classe tem até três) é um ponto chave. Um dos Snipers, por exemplo, pode marcar todos os adversários foram encontrados. Um dos Gunmen, podem possuir uma flashbang, que cega os inimigos. As habilidades ainda variam em poder quebrar barreiras no cenário ou ter granadas que ricocheteiam, dentre outras.

Contudo, nessa variedade de opções reside um dos maiores problemas do jogo: a curva de aprendizado. O tutorial de Tastee: Lethal Tactics é extremamente simples, só ensinando a movimentação básica. Todo o resto, você tem que aprender “na marra”, o que pode ser frustrante, já que é muito fácil fracassar nas missões. A interface também não colabora, já que a soma de ícones pequenos com pouca explicação de funções transforma a maior parte das missões no início em um caso de “tentativa e erro”.

Análise Arkade: As apostas e blefes de Tastee: Lethal Tactics (PC)

Nos cenários, Tastee tem mais um ponto positivo. Todos parecem ter sido construídos meticulosamente para proporcionar mais alternativas nos embates. Coberturas essenciais, encruzilhadas perfeitas para preparar armadilhas, além do próprio detalhamento visual, coloca brilho nos mapas do jogo.

Tastee ainda possui um interessante modo multiplayer. Nele, sua capacidade de planejamento, cálculo de riscos, e principalmente de blefe, será levada ao limite. No meu caso específico, foi um sofrimento ao ser inapelavelmente derrotado por jogadores muitos melhores que eu. Mas, as táticas criativas propostas por alguns jogadores definitivamente vai lhe dar vontade de tentar novamente. E usar essas táticas contra outros jogadores.

A SkyBox usou bem seu conhecimento na produção de expansões de jogos de estratégia em tempo real para tentar fazer algo fora do lugar comum com seu novo jogo. O resultado é interessante, com partidas tensas, embora o fator sorte às vezes esteja um tanto mais presente do que o estilo pede. De qualquer forma, para os fãs dos jogos do gênero, e principalmente para àqueles que adoram um desafio, Tastee: Lethal Tactics é uma “cara nova” que precisa ser conhecida.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *