Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

2 de outubro de 2018
Autor: Renan do Prado

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

Já fazem oito anos desde o robozinho azul mais famoso do mundo recebeu seu último game original. E agora, enfim chega sua mais nova aventura, deixando o visual retrô de lado e trazendo novas cores, personagens e aventuras em um visual 2.5D!

É chegada a hora do retorno do Blue Bomber para mais uma aventura! Com oito novos Robot Masters e o retorno do insano Dr. Wily! É hora de viver mais uma nova e nostálgica aventura em Mega Man 11! Então venha conosco e confira nossa análise completa do game!

Uma nova aventura com alma de clássico

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

Mega Man 11 nos transporta pela primeira vez a um período bem importante na história da série, nos levando de volta à juventude do Dr. Thomas Light e do Dr. Albert W. Wily, enquanto ainda eram estudantes da universidade robótica.

Aqui, conhecemos o primeiro passo que iniciou a revolta de Wily e sua transformação em um grande vilão, uma invenção sua que não foi aceita pela comunidade científica por conta de seus possíveis riscos: o Double Gear System. E assim, somos transportados novamente para o futuro em 200X, em que Wily mais uma vez ataca, escravizando os mais novos oito Robot Masters criados por Light. E revivendo sua primeira criação.

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

E assim, Mega Man parte mais uma vez para a luta para impedir os planos de dominação mundial de Wily, porém com um novo poder à sua disposição, o próprio Double Gear System de Wily, uma nova ferramenta que transforma e adiciona novos poderes e efeitos para o robozinho azul!

Uma nova fase na viagem do tempo da nostalgia

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

Há 10 anos, lá em 2008, Mega Man 9 era lançado, revivendo o robozinho azul em uma nova aventura construída em cima do visual e mecânicas originais da série, lançada para o NES em 1987. Dois anos depois veio Mega Man 10, também criado com o mesmo estilo original da série, mas desde então, nenhum novo game para a série original foi lançada, com o Mega Man caindo num limbo que entristeceu seus fãs.

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

Mas finalmente em 2018 Mega Man está de volta em sua 11ª aventura numerada! O game chega trazendo gráficos em 3D numa perspectiva 2.5D e lembra muito o clássico Mega Man 7, o primeiro jogo da série para o Super Nintendo, que marcou a transição da série dos consoles 8-bit para 16-bit.

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

Mas fora isso, tudo permanece como era no passado, a mesma jogabilidade, o mesmo estilo de progressão e até mesmo as mesmas animações de Mega Man. O game é realmente incrível ao misturar tudo isso, mostrando que do jeito certo, é muito possível trazer um clássico de volta com gráficos atualizados, sem sacrificar os elementos que o tornaram mundialmente famoso.

O gameplay de ontem, o Double Gear de hoje

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

Como já dito, Mega Man 11 tem o mesmo gameplay da série clássica. São as ações básicas de sempre: pular, atirar, dar rasteira e usar as armas especiais ganhas ao se derrotar os chefões, além é claro da possibilidade de carregar o seu tiro e chamar o cãozinho robótico Rush para te ajudar, com suas habilidades de servir de plataforma de pulo ou de voar por alguns segundos como um hoverboard.

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

A novidade é o já mencionado Double Gear System, um modificador temporário com dois efeitos especiais: aumentar a potência de seus ataques e desacelerar o tempo. Essas habilidades já estão disponíveis desde o início, podendo ser usadas apenas uma por vez, com exceção de um um caso específico que falarei mais adiante.

Funciona assim: ao ativar a modificação de força, você solta mais tiros de seu canhão e dois tiros carregados seguidos, além de conseguir usar armas especiais carregadas. Já a modificação de tempo desacelera todos os inimigos, permitindo que o jogador escape de ataques ou acabe com inimigos que se movem muito rápido.

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

E caso você esteja com a vida bem baixa, poderá usar os dois efeitos ao mesmo tempo, desacelerando o tempo e aumentando seu dano, mas com a consequência de ter seu poder de ataque reduzido até o cooldown do Double Gear terminar. Por conta disso, use essas duas habilidades com sabedoria, se você usá-las por tempo demais elas sobrecarregarão, levando muito mais tempo para ficarem disponíveis de novo.

Usar o aumento de poder combinado com as armas especiais que você conquista dos chefões potencializa e muito essas armas. É o equivalente de um tiro carregado de uma arma especial, deixando não só esses ataques mais fortes, como mais rápidos e mais numerosos, tornando essas armas muito mais úteis durante sua jogatina, principalmente nas batalhas contra os Robot Masters. Isso tudo sem perder a essência, o que é ainda melhor!

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

Fora das fases, o jogador pode comprar itens e partes para o Mega Man, os itens são consumíveis como vidas extras, tanques de energia, a ajuda de Eddie, para te dar itens e do passarinho Beat para te salvar caso você caia em algum buraco e etc. E as partes são itens equipáveis que melhoram os poderes de Mega Man, aumentando sua resistência, o poder de seu Mega Buster e vários outros efeitos. Esses itens e partes são comprados usando sucata coletada ao se derrotar inimigos.

O game tem um nível de dificuldade bem adaptativo. Ele não é nem tão difícil como os antigos, nem excessivamente fácil, mas oferece um bom desafio com uma curva de aprendizado amigável. Algumas fases são bem extensas, com todas contendo pelo menos um mini-boss, e algumas contendo até mesmo dois ou mais! Mesmo assim, o game oferece diferentes níveis de dificuldade para o jogador.

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

E além disso tudo há o modo Challenge, que conta com diversos desafios para aumentar ainda mais seu conteúdo. Esse modo conta com desafios de Time Attack, para terminar as fases em menor tempo, modo Boss Rush, alguns desafios de treino e etc. Além disso há alguns desafios bem interessantes, como tentar terminar as fases do game usando o mínimo de pulos ou ataques possível. Os desafios geram pontuações publicadas em um placar mundial, incentivando os jogadores a quebrar seus recordes.

Audiovisual

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

Mega Man 11 tem um visual muito bonito: todo o game é criado com elementos 3D numa perspectiva 2.5D, dessa forma os cenários ao fundo se movem, mesmo que um pouquinho, durante a exploração do jogador. Todos os personagens possuem excelentes animações, desde os mobs mais comuns e simples até cada chefão do game.

Como já dito, o game lembra muito o clássico Mega Man 7 em sua estética. E sendo esse um game muito bonito, Mega Man 11 fez um ótimo trabalho com seu visual e seus cenários. Um dos cenários mais legais do game é do Bounce Man, nada menos do que uma enorme “casa de festas” com pula-pulas, balões, bolas coloridas e paredes de escalar ao fundo do cenário.

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

Algo bem legal é que cada arma equipada não só altera a cor da armadura do Mega Man, como seu visual, mudando o seu capacete e seu Mega Buster, cada arma simula o visual dos próprios chefões, com alguns visuais muito legais!

O game ainda mantém as clássicas transições de tela dos antigos Mega Man, quando você chega até o extremo da tela, a câmera transita para a próxima tela enquanto o Robozinho Azul fica parado, além de contar com telas maiores que vão acompanhando automaticamente a movimentação do jogador, como em um side scroller tradicional. Algo que mudou no entanto, é que não há mais pausa quando o jogador pega um item de cura, algo comum em todos os Mega Man clássicos.

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

A trilha sonora do game é excelente. Elas não são tocadas em chiptune como nos games clássicos, sendo composições completas, cheias de instrumentos e efeitos, e elas são realmente incríveis. Novamente o destaque para a trilha sonora da fase do Bounce Man, uma das melhores do game! O game possui dublagens em inglês e japonês, que você pode trocar a qualquer momento. Infelizmente Mega Man 11 não recebeu localização para o português brasileiro.

Conclusão

Análise Arkade: Mega Man 11 marca o excelente retorno da série em um novo visual

Mega Man 11 é um excelente retorno do robozinho azul para os videogames. Mega Man Legacy Collection Mega Man X Legacy Collection deixaram bem claro para a Capcom que os fãs sentiam muitas saudades da série e que queriam mais games e esse é uma verdadeira carta de amor aos fãs que queriam o seu retorno!

Assim como as duas coletâneas lançadas nos últimos tempos, Mega Man 11 é um game obrigatório para todos os fãs da série. Eles traz muita diversão, um gameplay bem feito, visual e trilha sonora belíssimas e toda a nostalgia da série repaginada em um visual 3D!

Mega Man 11 está sendo lançado hoje, dia 2 de outubro, com versões para PC, Playstation 4Xbox One Nintendo Switch.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *