Análise Arkade – Mutant Year Zero: Road to Eden mistura stealth, batalhas por turno e um pouco de RPG

8 de dezembro de 2018
Autor: Felipe Machado

Análise Arkade - Mutant Year Zero: Road to Eden mistura stealth, batalhas por turno e um pouco de RPG

Desenvolvido pelo estúdio FuncomMutant Year Zero: Road to Eden é um jogo de estratégia por turnos misturado com elementos de RPG e stealth, que vai te trazer diversão e intensos momentos de estresse… para entender melhor, vem comigo que a análise do jogo começa agora!

Mais uma catástrofe nuclear

A história de Mutant Year Zero: Road to Eden é um tanto quanto simples e sem muitas reviravoltas mirabolantes, mas de forma geral é interessante… o jogo se inicia com os mutantes Dux e seu amigo Bormin (um pato e um javali) a procura de sucatas, para levar até a Arca (a base) para consertar um equipamento que quebrou. Durante essa pequena jornada Bormin narra como o mundo ficou do jeito que está, os humanos (mencionados como Antigos) basicamente acabaram com tudo usando poder nuclear.

Análise Arkade - Mutant Year Zero: Road to Eden mistura stealth, batalhas por turno e um pouco de RPG

Ao chegar na Arca, o líder (Ancião) pede ajuda para encontrar Hammon, um engenheiro que faz as coisas funcionarem na Arca, e a partir dessa nova busca as coisas começam a ficar sérias de verdade, é aí que a história do jogo se desenrola e começam a aparecer inimigos mais fortes, e a busca por itens se torna essencial para adquirir melhorias para os heróis.

Seja paciente e furtivo…

Mutant Year Zero: Road to Eden é um jogo que mescla o estilo stealth com batalhas por turnos: enquanto você se esgueira com seus heróis pelos cenários procurando itens, é possível iniciar confrontos com inimigos — chamados aqui de Aberrações. Elas possuem um campo de visão que, quando invadido, inicia a treta. Felizmente, o jogo dá uma valiosa dica: preparar emboscadas e ir eliminando um inimigo por vez para que seu time fique em vantagem. Aliás, seu time é formado por no máximo 3 membros, mas durante a campanha são encontrados outros e você pode montar sua equipe do seu jeito.

Análise Arkade - Mutant Year Zero: Road to Eden mistura stealth, batalhas por turno e um pouco de RPG

Infelizmente, porém, não adianta apenas ser paciente e um bom estrategista: Mutant Year Zero: Road to Eden possui um sistema de porcentagem de acerto que muitas vezes traz frustração ao jogador.

Explicando: cada arma possui uma probabilidade de acertar, mas nem sempre essa probabilidade funciona do jeito esperado. Por exemplo: em alguns casos minha chance de acerto era de 25% e eu consegui acertar o inimigo, mas também tiveram vezes (várias, por sinal) em que meu herói errou um tiro com 75% de chance de acerto. Aí eu usei de uma artimanha chamada “carregar jogo salvo” para ver se aquele tiro poderia ser certeiro, e bom… não acertava de jeito nenhum, o que meio que tira o fator “sorte” da jogada. Aí o jeito é aceitar e continuar frustrado.

Análise Arkade - Mutant Year Zero: Road to Eden mistura stealth, batalhas por turno e um pouco de RPG

Errou!

O esquema de emboscada, por sua vez, é muito eficiente, mas pode ser um tiro pela culatra caso você se posicione errado. Funciona mais ou menos assim: você espera um inimigo se distanciar dos demais, posiciona os heróis de modo em que todos consigam acertar o inimigo e inicia a emboscada, nisso você entra no modo de batalha, mas se a emboscada tiver sucesso e o inimigo for abatido, o jogo retorna ao modo exploração, evitando um combate propriamente dito.

Uma dica que pode ser meio óbvia, mas não custa relembrar: utilize armas silenciosas, para evitar chamar a atenção das demais Aberrações. Se não tomar este cuidado a emboscada pode dar errado, uma vez que chamando a atenção de outros inimigos próximos você só sai da batalha quando não restar mais nenhum.

Pegada RPG

O sistema de evolução do jogo não tem segredo, para subir de nível só é preciso eliminar inimigos, e todos os heróis evoluem juntos, então não precisa se preocupar em evoluir um por um. Há certos cenários com muitos inimigos reunidos, e embora a tentação de passar sem mata-los seja muito grande, conforme você avança na história os inimigos vão ficando cada vez mais fortes, e isso meio que te obriga a retornar em todos os cenários para upar sua party e continuar a história sem problemas.

Análise Arkade - Mutant Year Zero: Road to Eden mistura stealth, batalhas por turno e um pouco de RPG

Ao subir de nível você ganha pontos para evoluir seus personagens, dando a eles habilidades (passivas e ativas), que auxiliam nos combates. Além dessas habilidades você também encontra diversos equipamentos pelos cenários, podendo equipar seus personagens do jeito que quiser! O legal é que o equipamento realmente aparace no mutante, mudando a aparência dele — gosto de jogos que fazem isso. XD

Análise Arkade - Mutant Year Zero: Road to Eden mistura stealth, batalhas por turno e um pouco de RPG

As mutações são as habilidades próprias de cada personagem

Arca serve como o mercado, lá você pode comprar equipamentos e evoluir suas armas, também tem itens específicos que são encontrados durante a campanha (objetos utilizados pelos humanos antes da catástrofe nuclear) que podem ser trocados no bar por melhorias para os heróis.

Conclusão

Mutant Year Zero: Road to Eden tem um visual muito bonito, e sua pegada pós-apocalíptica com vários mutantes com poderes estranhos, bichos falantes e atiradores profissionais cria um lore bastante rico, que foge um pouco do “pós-apocalipse” tradicional que costumamos ver, com zumbis, e tudo mais.

Análise Arkade - Mutant Year Zero: Road to Eden mistura stealth, batalhas por turno e um pouco de RPG

A ideia é interessante, e oapesar de ter uma campanha curta, o jogo entrega uma boa experiência, sendo especialmente recomendado aos jogadores que curtem o estilo de batalha por turnos a lá XCOM.  Seu sistema de probabilidade pode ser meio furado, mas no geral o game rende boas horas de jogatina e até alguns risos com os comentários irônicos de Dux.

Mutant Year Zero: Road to Eden foi lançado no dia de dezembro para as plataformas XBox One, Playstation 4 e PC. O game possui menus e legendas em português brasileiro.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *