Análise Arkade: Proteja seu corpo na base da porrada em Plasma Puncher

11 de maio de 2017
Autor: Joao Bonorino

Análise Arkade: Proteja seu corpo na base da porrada em Plasma Puncher

Gosta de beat ‘em ups? Sente saudades daquela velha época de sair socando os capangas, usando power-ups e aumentando as habilidades para bater ainda mais forte nos bandidos? Imaginou se esse tipo de game fosse ambientado dentro…do seu corpo? Conheça Plasma Puncher, e confira nossa análise do game que tem tudo isso e muito mais!

O Game

Em Plasma Puncher (game Brasileiro da desenvolvedora TomatoTrap) você controla um simpático, forte e bravo Leucócito, uma célula branca do sangue, que deverá proteger a corrente sanguínea de hordas e hordas de micro-organismos que tentarão destruir o corpo.

Veja o trailer do game:

Tirando a doença na base da porrada

O foco do game é o combate contra os micro-organismos nocivos, que virão para cima do protagonista em diversas hordas sem piedade, enquanto você tenta sobreviver e juntar pontos para atingir a Bactéria-Mãe, que além de ser o objetivo final da missão, também serve de ambiente para o combate: Sim, as batalhas são travadas em uma única fase circular, com todas suas particularidades. E, para passar de ‘fase’/’wave’, você deverá coletar os pontos azuis que os inimigos deixam cair, completando a barra de poder que leva ao ataque especial direcionado para a grande bactéria.

Análise Arkade: Proteja seu corpo na base da porrada em Plasma Puncher

Difícil e divertido

Plasma Puncher não é um game fácil. Mesmo na dificuldade ‘Normal’ a quantidade de inimigos que aparecem simultaneamente na tela para te destruir é bem grande, com ataques que não podem ser bloqueados, ocasionando na perda rápida de suas 3 vidas iniciais, caso não tome muito cuidado.

O estágio circular dá um certo tom de estratégia aos combates, pois seguindo a órbita da bactéria, é mais simples atacar os inimigos quando eles estão no ângulo certo, e é relativamente fácil se perder nesse timing no início, fazendo você acabar levando algumas boas porradas até aprender.

Análise Arkade: Proteja seu corpo na base da porrada em Plasma Puncher

Felizmente a jogabilidade é muito boa e fluida, e a nossa amiga célula branca tem um movimento muito satisfatório, permitindo que escape de ataques com dashs e pulos muito eficazes. Para auxiliar o jogador, ainda existem power-ups muito divertidos (que vão de martelos até golpes-furacão que lembram os ataques do Joe do King of Fighters, passando por turrets voadores e socos em forma de broca) que ajudam a limpar a tela.

Os inimigos são bem variados em dificuldade e design, e vem em quantidades BEM grandes, te atacando de cima, baixo e por todos os lados. Eu posso destacar meu ódio pessoal por um certo ‘Polvo verde‘ que surge no início do game, cujos ataques circulares até agora me atormentam. Um aspecto da jogabilidade que poderia ser melhorado seria o cooldown após tomar dano, que causa uma invencibilidade muito curta (na minha opinião), não dando tempo suficiente ao jogador para se afastar do conflito.

Análise Arkade: Proteja seu corpo na base da porrada em Plasma Puncher

Para sobreviver a tudo isso você conta com upgrades que podem ser obtidos com as bolinhas laranjas ‘derrubadas’ pelos inimigos ao serem derrotados. Aí vai uma estratégia bem ousada dos desenvolvedores: Esses pontos servem tanto para upgrades definitivos quanto para recuperar pontos de HP em momentos críticos. Esse dilema vai ser enfrentado a todo momento, pois faz o jogador arriscar uma morte para obter um melhoramento e poder seguir com mais força.

Audiovisual

O visual do game segue uma linha bem cartunesca, colorida e divertida. Os personagens e suas animações são bem-feitos e bem carismáticos, atenuando um pouco o impacto que é bater e morrer tantas vezes (diferente de um Dark Souls da vida, que traz um ambiente sombrio e fúnebre, de certa forma).

A parte sonora também é divertida, com efeitos e músicas que funcionam muito bem durante a porradaria desenfreada que rola.

Análise Arkade: Proteja seu corpo na base da porrada em Plasma Puncher

Conclusão

Plasma Puncher é um beat ‘em up brasileiro de muita qualidade, com uma dificuldade acentuada mas muita diversão. Conta ainda com itens de customização para o protagonista, assim como diversos power-ups e muitos, mas MUITOS inimigos para serem derrotados até conseguir manter o corpo saudável novamente.

Plasma Puncher está disponível para PCs a partir de hoje (11 de maio de 2017) via Steam.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *