Análise Arkade: prepare-se para a explosão de cores de Runbow!

14 de julho de 2018
Autor: Felipe Machado

Análise Arkade: prepare-se para a explosão de cores de Runbow!

Runbow é um jogo multifacetado: ele pode te entregar diversão com os amigos, pode te fazer “se internar” e, possivelmente, te deixar muito irritado!

Desenvolvido pela empresa 13AM GamesRunbow é um jogo no estilo plataforma 2D que irá lhe proporcionar diversos sentimentos durante a jogatina, entre a mais bela alegria, de conseguir ultrapassar fases complicadas, e a super frustração/raiva de errar um pulo fácil ao calcular mal o timing de mudança de cores do ambiente.

Como o jogo funciona

Runbow traz uma mecânica muito interessante e simples de se compreender: você precisa superar obstáculos e utilizar plataformas com o auxílio das cores. O jogo é extremamente colorido, e a todo momento você precisa ficar ligado nas cores do background, pois plataformas e obstáculos da mesma cor do fundo desaparecem por alguns instantes, o que pode tanto complicar sua vida quanto abrir caminho para seu progresso.

Assista abaixo um breve vídeo, para ficar mais fácil de compreender toda essa loucura:

Interessante, não? Já vimos algo do tipo em HUE, mas lá tínhamos o poder de manipular as cores, de modo que o foco era mais em solucionar puzzles usando as cores s nosso favor.

Aqui não tem essa “moleza”, tudo é mais voltado para velocidade, ação e reação: em um momento você pode estar seguro em uma superfície de uma determinada cor, porém, se o cenário mudar para a mesma cor dessa plataforma, já era! São momentos como esse que colocarão sua paciência à prova, e se você se estressa fácil, fique preparado, pois sempre pode aparecer uma fase pior!

Jogatina com a galera

Existem 3 modos de jogo Online, com capacidade para até 9 players, que são:

Get Ready to RUN

Nesse modo, os jogadores terão de apostar uma corrida insana até o troféu, e só haverá um vencedor, ou nenhum! Com as constantes mudanças no cenário devido as trocas de cores, é possível que todo mundo morra no meio do caminho, e como sempre tem aquele cara que não joga para ganhar, mas para atrapalhar os demais, chegar ao fim da fase torna-se ainda mais difícil!

Análise Arkade: prepare-se para a explosão de cores de Runbow!

Step Into the Arena

Aqui o caos é constante, em uma pegada meio Smash Bros: o objetivo é ser o último jogador vivo no cenário, e para isso, você poderá empurrar seus adversários no abismo, pegar poderes para usar contra eles, ou então esperar que o desespero lhes domine, a ponto de errarem as plataformas e caírem (só tente não ser o desesperado).

Análise Arkade: prepare-se para a explosão de cores de Runbow!

All Hail the King of the Hill

Na minha humilde opinião, o mais divertido dos 3! Nesse modo, os jogadores terão que tentar dominar uma área específica durante 7 segundos, e é aí que a pancadaria acontece! Enquanto as cores ao fundo vão alternando e moldando o cenário, a briga para dominar a área se torna cada vez mais caótica e difícil. É nessa hora que você percebe que 7 segundos demoram tanto!

Análise Arkade: prepare-se para a explosão de cores de Runbow!

Lembrando que todos estes modos de jogo podem ser jogados tanto online quanto em co-op local, (neste caso, para no máximo 4 jogadores), então quem quiser reunir os amigos para uma boa dose de diversão e caos, tá liberado!

Mas também tem single player!

Além de tudo isso, Runbow ainda traz 2 modos de jogo que podem ser jogados em single player ou co-op local, para quem não tem amigos gosta de algo mais focado e com objetivos bem claros. São eles:

Epic Adventure (defeat SATURA)

Com 144 fases (incluindo chefes) — porém não é necessário passar por todas — é possível trilhar um caminho mais curto, fazendo os estágios que mais lhe agradam (foi o que eu fiz na minha jogatina). Pude perceber 3 diferentes objetivos: chegar até o troféu, coletar moedas e destruir uma certa quantidade de inimigos.

Análise Arkade: prepare-se para a explosão de cores de Runbow!

Toda fase lhe dará uma certa quantia moedas como recompensa, dependendo do tempo em que serão concluídas, essas moedas servirão apenas para desbloquear itens cosméticos, outros personagens, e coisas do tipo.

Esteja preparado para os mais diversos obstáculos — em Runbow ter paciência é uma virtude — algumas fases do jogo parecem ser fáceis de passar, mas, dependendo do seu estado emocional o mais simples pode se tornar extremamente complicado! Confira um pequeno trecho abaixo:

Pois é, meu desespero (para conseguir ficar em cima de uma plataforma) fez com que eu errasse alguns saltos simples. =P

The Bowhemoth

Esse é o modo de jogo perfeito para medir seu nível de determinação. Por quê? Simples: não tem como salvar seu progresso.

Há um timer e um contador de mortes (que serve como meio de competição, para ver quem termina em menos tempo e com menos mortes): você percorrerá vários cenários diferenciados, onde a dificuldade só aumenta, as cores de fundo mudam cada vez mais rápido (além de aumentar a quantidade de cores), as plataformas se tornam mais complicadas de alcançar, e por aí vai… todo planejamento e cautela podem ir por água abaixo a qualquer momento!

Confira um pouco da minha tentativa — frustrada — de completar esse modo:

Vale ressaltar que, para deixar o jogador com ainda mais sangue nos olhos, o jogo ainda tira sarro da sua cara, com mensagens “motivacionais bem sacanas! Aqui está uma imagem que me deixou bastante chateado (risos):

Análise Arkade: prepare-se para a explosão de cores de Runbow!

“Nós temos fases mais fáceis”

Audiovisual

Runbow tem um visual 2D com uma pegada cartoon bastante simpática: as cores são muito vivas, os personagens, apesar de simples são bem modelados e podem ser “equipados” com trajes e adereços variados.

Um detalhe interessante é que o jogo traz muitos convidados de outros indie games de sucesso: temos Lilac de Freedom PlanetGunvolt de Azure Striker GunvltA.R.I.D. de The Fall, a gênia Shantae, os lutadores de Guacamelee, o Shovel Knight e muitos outros convidados que podem ser desbloqueados para a jogatina!

Análise Arkade: prepare-se para a explosão de cores de Runbow!

O fato de ser muito colorido pode se tornar um grande empecilho para daltônicos — infelizmente não há Modo Daltonismo aqui, uma falha grave para um jogo tão centrado em cores. Creio que as mudanças rápidas de cores também podem ser meio perigosas para quem sofre de epilepsia, mas se você não tem nenhum desses problemas, pode se divertir sem medo.

A trilha sonora possui uma pegada divertida, com músicas que variam e se encaixam muito bem entre os cenários, deixando tudo o que já é caótico mais acelerado ainda, agregando muito na experiência frenética que o jogo entrega.

Conclusão

Confesso que Runbow me surpreendeu: nas primeiras fases eu estava jogando sem compromisso, mas quando me dei conta já estava suando de ansiedade e, claro, passandomuita raiva por não conseguir seguir em frente em algumas partes!

Esse é o tipo de jogo que consegue se tornar viciante justamente por seu desafio, de modo que “só mais uma partidinha” pode se estender por horas! Se você está atrás de algo assim — e que, de quebra, traga diversão multiplayer para jogar com a galera — Runbow pode ser uma boa opção!

Runbow chegou ao PS4 e ao Nintendo Switch no início de julho. Antes disso, ele já estava disponível para outras plataformas. Por enquanto, não há como comprá-lo na PSN brasileira, mas espero que isso seja resolvido logo, pois no momento há muita dificuldade para se encontrar partidas online.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *