Análise Arkade: Sonic Mania Plus traz novos heróis e uma nova forma de se jogar

28 de julho de 2018
Autor: Rodrigo Pscheidt

Análise Arkade: Sonic Mania Plus traz novos heróis e uma nova forma de se jogar

Quase 1 ano após o lançamento do aclamado Sonic Mania, a Sega “relança” o game sob a alcunha de Sonic Mania Plus, com algumas novidades. Será que estas novidades justificam este relançamento? Descubra com a gente!

Sonic Mania 2.0

2017 foi o ano em que Sonic the Hedgehog completou 25 anos. Para celebrar, a Sega lançou dois jogos diferentes: o primeiro foi o maravilhoso e nostálgico Sonic Mania, todo 2D, com a maior cara de jogo de Mega Drive. O outro foi Sonic Forces, mix de 2D com 3D que rendeu um jogo genérico e esquecível.

Análise Arkade: Sonic Mania Plus traz novos heróis e uma nova forma de se jogar

Felizmente, a Sega decidiu focar seus esforços no que funcionou, e Sonic Mania Plus é meio que uma versão 2.0 de um jogo que já era excelente e, não por acaso, figurou em nossa lista de melhores do ano. Vamos ver o que o jogo traz de novo?

2 novos heróis

A história ainda é a mesma — Robotnik está usando uma pedra mágica para distorcer o espaço-tempo e espalhar seus robôs por diferentes épocas. A trama é simples e totalmente sem diálogos ou cutscenes elaboradas, mas o plano maquiavélico da vez meio que justifica o fato de revisitarmos algumas das fases mais famosas da franquia, como Green Hill e Chemical Plant.

A grande novidade, porém, é que agora a aventura pode ser vivida por dois novos personagens: além de Sonic, Tails e Knuckles, temos os novatos Ray e Mighty unindo-se ao elenco principal para dar cabo de Robotnik e todas as suas máquinas do mal.

Análise Arkade: Sonic Mania Plus traz novos heróis e uma nova forma de se jogar

Os dois possuem sus próprias habilidades: Ray (o amarelinho)  é capaz de planar, mais ou menos como o Super Mario usando a capinha após coletar a pena. Já o Mighty possui uma espécie de carapaça que lhe protege de um primeiro contato com algo que normalmente causaria dano (inclusive espinhos), além de poder dar um “pisão” que destrói certos pisos e barreiras.

Confira no vídeo abaixo um pouquinho de gameplay dos dois:

Curiosamente, Sonic acabou se tornando o personagem mais “comum” no seu próprio jogo, visto que todos os demais possuem alguma habilidade específica — tipo voar (Tails), planar (Ray), escalar (Knuckles) ou ter proteção extra (Mighty).

O Modo Encore

No Sonic Mania original, o principal modo de jogo era o Mania Mode. Ele continua disponível, mas agora temos uma releitura da campanha, chamada de Encore Mode, que pode ser descrita como uma espécie de versão remixada da campanha original.

Análise Arkade: Sonic Mania Plus traz novos heróis e uma nova forma de se jogar

Aqui também formam-se duplas, mas, ao contrário do estilo clássico de jogo, agora o jogador pode alternar entre os 2 heróis ao pressionar de um botão. Ou seja, se o seu ajudante for o Tails e você quiser explorar as partes altas de uma fase, pode trocar para ele e usar sua habilidade de voar.

Outro detalhe curioso é que no modo Encore não acumulamos vidas: podemos deixar personagens “no banco de reserva”, então caso um herói morra, outro assume as rédeas no mesmo lugar. Isso diminui o backtracking, porém, caso perca todos os personagens, é Game Over, você usa um Continue e precisa recomeçar a fase — apenas com o último personagem que morreu.

Análise Arkade: Sonic Mania Plus traz novos heróis e uma nova forma de se jogar

Felizmente, há como “recrutar” o grupo, ganhando novamente 5 “vidas” para prosseguir: pode-se encontrar outros personagens nas famosas TVzinhas de itens — que agora são capazes até de reorganizar sua dupla atual –, mas a maneira mais fácil de reunir o time é aproveitando a nova fase bônus, uma divertida mesa de pinball!

Se liga na nova fase bônus aí embaixo:

Esse novo bônus rola nos postes de checkpoint, substituindo aquela de coletar as bolas azuis que era originalmente do Sonic 3 e esteve em Sonic Mania (a qual, pessoalmente, acho bem chata). Para coletar as famosas Esmeraldas Caóticas, porém — e com isso acessar o verdadeiro chefão final e ver o verdadeiro final do jogo — continua valendo o bônus de perseguir o Ovni.

Análise Arkade: Sonic Mania Plus traz novos heróis e uma nova forma de se jogar

Por mim podiam ter trocado essa fase bônus, também… ¬¬

Na prática, o modo Encore oferece uma nova forma de se jogar Sonic, e ela funciona surpreendentemente bem, trazendo frescor à fórmula. E o mais legal é que, para justificar as habilidades dos novos heróis, os cenários receberam novas possibilidades de exploração (tipo pisos destrutíveis e segredos em lugares altos) que se integram muito bem ao level design que já era excelente.

Conclusão

Sonic Mania foi um jogaço, e Sonic Mania Plus agrega ainda mais conteúdo a este jogaço. O tal Plus do título pode não parecer realmente imperdível em uma primeira olhada, mas considerando que estamos falando do melhor jogo do Sonic em muito tempo, é bom termos uma “desculpa” para revisitá-lo.

Vale ressaltar que quem já tem o jogo base pode fazer o upgrade por um precinho super em conta: na plataforma que joguei, o Xbox One, o DLC Encore com todas as novidades custa apenas 10 reais. Quem não tem o Sonic Mania original pode adquirir o pacote completo (inclusive em mídia física) e ter acesso já de cara à experiência completa.

Análise Arkade: Sonic Mania Plus traz novos heróis e uma nova forma de se jogar

Na prática, ainda é um dos melhores jogos do Sonic dos últimos tempos, e os novos heróis e a nova forma de jogar agregam um respiro de criatividade muito bem-vindo. Tudo isso com incrível visual em pixel art e uma maravilhosa trilha sonora em chiptune que fazem o jogo parecer saído diretamente do Mega Drive.

Uma aventura nostálgica e deliciosa como há muito tempo o Sonic não recebia, capaz de agradar fãs de ontem e de hoje do ouriço (principalmente os de ontem).

Sonic Mania Plus foi lançado em 17 de julho, com versões para PC, Playstation 4, Xbox One e Nintendo Switch. O novo conteúdo também pode adquirido como um DLC por quem já tem o jogo base.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *