Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal

1 de outubro de 2021
Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal

Metal Gear, a obra prima de Hideo Kojima, sempre foi uma série com histórias densas e sérias, mas com umas boas pitadas de bom humor. Mas o que acontece quando se tira toda a seriedade e adiciona ainda mais humor puro? Temos UnMetal!

Vamos então conferir nossa análise completa dessa aventura simplesmente hilária e desafiadora de Solid… digo, de Jesse Fox, após ter sido preso por um crime que ele não cometeu!

Era uma vez, Jesse Fox…

Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal

Um dia, um helicóptero soviético cruzou a fronteira de uma nação aliada que continha uma base militar dos Estados Unidos. E dele saiu um homem, um homem que foi preso por um crime que ele não cometeu (guarde essa informação!). E esse homem era Jesse Fox.

Levado para a sala de interrogatório da base, Jesse então começa a contar toda a história de como chegou ali, como conseguiu um helicóptero soviético e o que aconteceu com ele até chegar ali. E é aí que o game começa, enquanto acompanhamos a história de sua fuga da base militar do Exército X.

Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal

A história é então narrada por Fox para seu interrogador, e o legal é que tudo é narrado basicamente em tempo real. Dessa forma, o game sempre traz algumas surpresas interessantes e hilárias. Pois o jogador também influencia na história ao preencher lacunas que faltam em alguns momentos.

Construindo a aventura

Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal

UnMetal é recheado de muito bom humor e muita criatividade. Como a história é contada em “tempo real”, muitas vezes Fox contradiz a si mesmo, e nesses momentos, cabe ao jogador tentar consertar a cena.

Um exemplo disso são as opções de escolha que influenciam a história. Por exemplo, ao entrar em uma sala vazia, Fox pode dizer que havia alguma coisa ali, e você tem que decidir o que é. O mais engraçado é que, nem sempre a opção que você escolhe é exatamente a que você espera!

Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal
Essa é uma das decisões que você tem que tomar no game: O que havia nos esgotos?

Não vou dar muitos spoilers sobre esse tipo de decisões, mas o que vou dizer é que muitas delas levam a resultados simplesmente hilários e completamente imprevisíveis. Inclusive, o game conta uma quebra da quarta parede tão divertida em certos momentos, além de incentivar a criatividade do jogador para encontrar uma solução para algumas situações.

Por exemplo, você pode interagir com alguns NPCs durante o game, incluindo inimigos, em que é possível ter algumas ações bem engraçadas. Só para citar um exemplo, em determinado momento você encontrará um guarda fazendo no número 2 no banheiro. Você pode tentar achar papel higiênico pra ele, ou espancá-lo em seu momento de maior vulnerabilidade! Ou as duas coisas!

Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal

Inclusive, para salvar o seu progresso no game você deve ir até um banheiro e fazer o número 1! Ou então usar um penico para salvar em qualquer lugar (contanto que não tenha ninguém olhando)!

Há alguns momentos de interação com o jogador em que a criatividade influencia diretamente. Por exemplo, você pode entrar em diálogos em que Fox irá se contradizer de forma perigosa, o que gera um Game Over. Você precisa alterar a história para que essas contradições não aconteçam. E sempre que isso ocorre, os absurdos que acontecem são de causar verdadeiras gargalhadas.

Revivendo os primórdios de Metal Gear

Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal

UnMetal tira como inspiração clara os primórdios da série Metal Gear, lá no MSX no final dos anos 80, com perspectiva isométrica, gráficos pixelados e progressão por telas interligadas.

O game pega elementos de Metal Gear e Metal Gear 2: Solid Snake e mistura em uma coisa só, como por exemplo os socos mortais de Snake em seu primeiro game (inclusive, os socos de Fox são um importante elemento da história!), e a combinação de itens do segundo.

Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal

Há diferentes tipos de armas no game, de pistolas e granadas até lança-foguetes e até um estilingue. Mas há um porém! Jesse Fox não é assassino, então ele não mata ninguém! Isso é uma característica bem interessante do game. Você até pode atirar em inimigos, mas se fizer isso, terá que usar um kit de cura para que eles não morram.

E é claro, stealth é primordial aqui! Assim como no game original, não há muito segredo para se manter escondido, basta ficar foca do campo de visão dos inimigos. É possível bater nas parede para atraí-los e assim lidar com inimigos um de cada vez, ou então tentar passar despercebido por eles.

Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal
O game é realmente imprevisível!

Há ainda um recurso de level up. Se o jogador derrotar inimigos sem ser notado, ganha estrelas, que são convertidas em XP. Quando a barrinha de XP enche, Fox sobe de nível, podendo escolher um entre dois perks permanentes. Por exemplo, mais velocidade de movimento, socos mais fortes, mais vida, maior velocidade de reload e etc. Escolha sabiamente seus upgrades, pois eles realmente fazem diferença!

E não posso deixar de mencionar os chefões! O game possui vários chefões diferentes, cada um diferente do outro em termos de visual e de estratégia de combate. Nunca uma batalha é repetitiva, adicionando muito desafio e diversão com cada vilão derrotado.

Audiovisual

Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal

UnMetal possui um visual totalmente pixelado, exatamente como nos Metal Gears de MSX, o visual é incrivelmente característico e a inspiração é mais do que óbvia. E mesmo com um visual retrô, os cenários são bem desenhados, com personagens com animações simples mas bem feitas, além de muitos efeitos de explosão, sangue e etc.

O game possui vozes em inglês, com o ator que interpreta Fox fazendo uma excelente imitadão da voz com que David Hayter imortalizou Solid Snake a partir de Metal Gear Solid! E todos os outros NPCs também possuem boas interpretação, principalmente nas cenas de comédia e nas interações com inimigos (quase todos eles se chamam Mike!)

Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal

A parte sonora possui músicas muito boas, também com estilo bem característico. E assim como na obra em que se inspira, se você for visto por algum inimigo o som de alerta tocará e uma música intensa preencherá tudo enquanto diversos inimigos tentam derrotá-lo.

O game conta com localização em português brasileiro em seus menus e legendas, porém rola alguns erros constantes, como erros de ortografia, ou até mesmo confusão na tradução, com frases em espanhol, inglês e português misturadas em momentos pontuais.

Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal

E há uma certa censura na tradução. Os personagens soltam muitos palavrões a todo momento, mas nas legendas temos uma “versão brasileira” estilo de filmes mais antigos, substituindo os palavrões por xingamentos mais politicamente corretos.

Conclusão

Análise Arkade: Muito humor e stealth em UnMetal

UnMetal só não é um Metal Gear por que não foi feito por Hideo Kojima ou sua equipe, mas suas enormes qualidades honestamente o colocam a par da série, principalmente em relação aos dois primeiros games do MSX.

O game oferece o tipo de ação que se espera de um stealth action com estilo retrô, e oferece uma história muito divertida e surpreendente, cheia de reviravoltas inesperadas e muitas surpresas hilárias para cada tomada de decisão do jogador.

Se você é fã de Metal Gear, então definitivamente precisa conferir esse game! UnMetal pode até ser uma paródia, mas é a melhor e mais genuína homenagem que Metal Gear já recebeu nos últimos 6 anos, desde o lançamento de The Phantom Pain.

UnMetal foi lançado no dia 28 de setembro, com versões para PC, Playstation 4, Playstation 5, Xbox One, Xbox Series X/S e Nintendo Switch.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *