Argentina Game Show é mais um evento que mostra a força do videogame na América do Sul

22 de outubro de 2019
Autor: Junior Candido
Argentina Game Show é mais um evento que mostra a força do videogame na América do Sul

Após a Brasil Game Show, a América do Sul recebeu, na semana seguinte, mais um evento gamer. Trata-se da Argentina Game Show, evento que, entre os dias 18 e 20 de outubro, levou cerca de 35 mil pessoas para o Centro Costa Salguero, em Buenos Aires, para celebrar, assim como os brasileiros, os videogames.

O evento, que é considerado “o festival de gaming e tecnologia mais importante do país”, concluiu sua quinta edição e, assim como a BGS, já está com datas programadas para 2020: as atrações acontecerão entre os dias 23 e 25 daquele ano. O evento não traz nomes importantes do mundo gamer, mas, assim como eventos famosos por aqui, aposta em marcas, games do momento, influenciadores e eSports, para atrair seu público.

A NVIDIA, por exemplo, montou uma arena com 100 computadores. Enquanto Fortnite, um dos grandes fenômenos em games atualmente, ofereceu atividades variadas durante os três dias de feira. A comunidade do game estava mais engajada, após os eventos que se iniciaram na BGS, uma semana antes.

Argentina Game Show é mais um evento que mostra a força do videogame na América do Sul

Um dos grandes pilares do evento foram os eSports. De acordo com a organização, foram mais de um milhão de pesos argentinos (aproximadamente R$ 70 mil) entregues em diversos eventos. Grandes equipes do país estavam presentes, como Isurus Gaming, 9zTeam, Infinity Esports, Furious Gaming, X6tence, Malvinas Gaming, e Sinister. Enquanto equipes de clubes de futebol local, como Argentinos Juniors, Estudiantes de la Plata, Rosario Central, entre outros, também marcaram presença.

Além dos eventos em Fortnite, que contou com influenciadores, houve também o Play Like a Girl Challenge Fortnite. A competição, exclusivamente feminina, ofereceu para as vencedoras do desafio periféricos da Razer. E também houve a LUA, a Liga Universitária Argentina, também focada no game da Epic Games. 100 estudantes das principais universidades argentinas se enfrentaram no desafio.

Argentina Game Show é mais um evento que mostra a força do videogame na América do Sul

Mortal Kombat 11 e FIFA 20 também se fizeram presente. O game de luta promoveu uma classificatória regional da Liga Latina de Mortal Kombat 11, que contou com torneio na BGS também. E o jogo de futebol da EA Sports levou o 11 contra 11 em uma arena virtual. Além de um torneio de exibição da AFA, a Associação de Futebol Argentino, com o Ultimate Team.

Entre outros games que participaram da Argentina Game Show estão: CS:GO, Call of Duty Black Ops 4, Street Fighter V, Rainbow Six Siege, Hearthstone, Free Fire, League of Legends, e Just Dance que, com sua parceria com a Mac, promoveram uma etapa que levará dois representantes para as finais, que serão realizadas no Brasil em dezembro.

Argentina Game Show é mais um evento que mostra a força do videogame na América do Sul

Assim, sem esquecer também dos famosos concursos de cosplay, que se fizeram presente em solo argentino também, e locais para exposições de grandes artistas, a Argentina Game Show segue mostrando que a América do Sul tem grande potencial para a cultura do videogame. Assim como o brasileiro, o argentino também paga caro por games (Ghost Recon Breakpoint é achado no Mercado Livre argentino por cerca de 4.800 pesos, ou R$ 340).

Mesmo assim, ele joga, curte seus games preferidos, monta seu cosplay e curte os eventos. É interessante ver, também, que assim como eventos no Brasil, como a Game XP ou a Brasil Game Show, além de eventos em outro países, como a gigante E3, ou a Gamescom, que vai apostar em Singapura, além da Alemanha, a Argentina Game Show busca ter sua identidade própria.

Apostando em dezenas de eventos em eSports, o evento acredita que esta é a melhor forma de atrair seu público. Diferente, por exemplo, da BGS, que também aposta em Meet and Greets com nomes renomados do videogame, ou a Game XP, e sua proposta de “parque gamer”. No fim, com tanta coisa interessante de se ver, é bom saber que, mesmo com uma cultura de um custo tão alto, em países que sofrem com suas economias, a cultura do videogame segue firme e forte, potencializando eventos de primeira linha, em diversos países do continente.

Todas as fotos da matéria: Divulgação Argentina Game Show

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *