Arkade Entrevista: Mark Polydoris, co-criador das canções de ninar nos jogos do grupo 8-Bit Baby

25 de agosto de 2014
Autor: Henrique Gonçalves

Arkade Entrevista: Mark Polydoris, co-criador das canções de ninar nos jogos do grupo 8-Bit Baby

Confira a nossa conversa que tivemos com Mark Polydoris e descubra a sua interessante visão de trilha sonora com sua banda 8 Bit-Baby, logo após a sequência!

Algumas semanas atrás falamos por aqui um pouco sobre o trabalho dos irmãos Mark e Dan Polydoris, uma redenção nostálgica e relaxante de Mega Man 2, onde que a trilha sonora completa do icônico jogo para o NES se tornou canções de ninar, projeto que foi criado especialmente para o filho recém nascido de Dan e já colocando o guri no caminho correto dos videogames desde seus primeiros meses de vida.

O projeto intitulado Lullaby Renditions of Mega Man 2 atingiu uma imensa notoriedade na internet pela forma que Mark e Dan acabaram reinventando uma das trilhas sonoras mais conhecidas no mundo dos videogames como canções de ninar, tudo isto graças ao equilíbrio de adaptar a trilha sonora em um estilo mais pacifico e tranquilo, enquanto mantinha a essência de cada música da forma que ela se originou.

Arkade Entrevista: Mark Polydoris, co-criador das canções de ninar nos jogos do grupo 8-Bit Baby

Mark e o pequeno Luke jogando a fase de Air Man em Mega Man 2

Para nossa surpresa, Mark me contatou para falar um pouco sobre o mais novo álbum da banda recém formada, 8-Bit Baby, projeto que acabou ganhando vida após o sucesso do Lullaby Renditions of Mega Man 2. Desta vez o escopo foi bem maior, consistindo em oito músicas de diversos jogos da era de ouro que o Nintendinho trouxe.

Confira logo abaixo a conversa que tive com Mark sobre a origem de 8-Bit Baby, seu novo álbum, Lullaby Renditions of Classic Nintendo Music, e o futuro que Mark e Dan pretendem pavimentar com este inovador projeto:

Arkade Entrevista: Mark Polydoris, co-criador das canções de ninar nos jogos do grupo 8-Bit Baby

Mark (esquerda) e Dan (direita) com os melhores cosplays do mundo

Arkade: Eu acho que você e seu irmão foram os primeiros a transformarem trilhas sonoras de videogames como canções de ninar graças ao projeto Lullaby Renditions of Mega Man II. A ideia de formar o grupo 8 Bit-Baby com seu irmão aconteceu após o sucesso deste projeto? Como o grupo se formou?

Mark: Eu sabia que queria fazer um álbum de canções de ninar como um presente para o primeiro bebê de meu irmão, mas originalmente o projeto ia ser uma coleção de músicas com um punhado dos nossos filmes, jogos e series favoritas. O tema Dr. Wily – Stage 1 de Mega Man 2 estava na lista, assim como o tema de Introdução do jogo. Eu gravei a Introdução primeiro, e fiquei tão chocado de como funcionou tão bem como uma canção de ninar que fiz a decisão de descartar todo o resto e fazer somente a música de Mega Man 2. Foi um projeto imenso e demorou um mês para terminar de gravar.

Eu mandei para Dan como uma surpresa, e obviamente ele amou. Nós postamos no Soundcloud e as músicas começaram a atingir milhares de cliques por dia, logo depois mais pessoas continuaram nos mandando emails dizendo que adorariam nos pagar para baixar o álbum. No momento que chegamos a 150,000 cliques no Soundcloud, sabíamos que tínhamos alguma coisa em nossas mãos.

De lá, Dan e eu decidimos em escolher um nome bem mais legal para o projeto em vez que “Mark and Dan’s Nerdy Lullaby Albums”. Atualmente Dan trabalha como um redator de publicidade para uma companhia de brinquedos infantis, então ele inventou o nome “8-Bit Baby”, e também trabalhou na arte para ambas capas de álbuns que foram lançadas.

Arkade: Vendo que até agora sua inspiração de fazer este tipo de música se originou de jogos da Nintendo, vocês pretendem continuar somente com a Nintendo ou outros consoles poderiam receber o mesmo carinho? Sendo um fã do Mega Drive, eu adoraria ver um clássico da Sega recebendo o mesmo tipo de tratamento!

Mark: Definitivamente existem alguns outros consoles que estão mais próximos de nossos corações. Super Nintendo foi o meu favorito, eu lembro de ter dado um piti quando eu não recebi um nos meus aniversários. Dan, por outro lado, acabava favorecendo o antigo Atari 2600/7800.

Um tema que é absolutamente o nosso favorito é de Pitfall 2. Ela poderia se tornar uma ótima canção de ninar, e eu conseguiria nos ver fazendo musicas para estes consoles no futuro, (mesmo que ambos não sejam ‘8-bit’… mas eu tenho certeza que podemos deixar uma exceção). Nunca joguei muito do Mega Drive quando era garoto mas talvez podemos colocar algumas músicas também.

Arkade: Durante o processo de moldar a trilha sonora original, quanto que você teve de mudar para criar uma canção de ninar? Existiram algumas músicas que foram impossíveis de reconstruir utilizando aquele tom distinto, mais consolador que uma canção de ninar normalmente tem?

Mark: O processo é realmente sobre descobrir o que faz cada uma das músicas tão boas, e é um equilíbrio difícil entre remover todo aquele ritmo de chiptune que move a música, e deixar melodia e a linha do baixo ainda reconhecível. É divertido, mas também pode ser um pouco frustrante, especialmente quando você está tocando a música várias e várias vezes até acerta-la.

Eu tomei um pouco mais de liberdade em algumas das músicas do álbum de Mega Man 2, como a Heat Man. Eu acho que ninguém (especialmente o meu irmão) realmente gosta da música daquela fase, então eu tentei focar somente na melodia básica e arrumar uma outra forma de diminuir a velocidade do baixo até se tornar uma canção de ninar. Metal Man, por outro lado, foi uma escolha totalmente intencional de faze-la mais dramática. Eu acho que Dan gosta mais desta versão, mas os nossos fãs mais hardcore não gostam tanto porque a versão de canção de ninar te faz esperar para ouvir a parte que você conhece da música. Mas eu gostei de criar Metal Man como a música mais calma e triste do álbum.

Arkade: Muitos dos jogos que se tornaram canções de ninar no novo álbum foram jogos que você e Dan cresceram em sua infância, agora que o álbum está feito, teve alguma música que você queria incluir mas acabou sendo cortado durante o desenvolvimento e o lançamento dele?

Mark: O novo álbum foi bem divertido porque eu pude escolher muito mais do que foi feito em Mega Man 2. Teve uma porrada de músicas que eu queria incluir mas acabei ficando sem tempo (e paciência). O tema principal de luta de Double Dragon quase entrou no álbum: Ela consegue ficar com um som bem legal como uma canção de ninar.

E eu também brinquei um pouco com Ninja Gaiden e Castlevania, já que estes dois eram os meus jogos favoritos, mas existem tantas músicas boas nestes jogos que eu vá acabar fazendo álbuns separados para eles. Eu quase fiz uma musica para o jogo de futebol americano, Tecmo Bowl, já que Dan andava me visitando nos últimos meses e nós estávamos jogando sem parar durante alguns dias. Por ultimo, o tema de abertura de The Legend of Zelda foi outra que eu queria fazer, mas seria muito difícil de melhorar aquela música. Ela é muito boa do jeito que está e já é praticamente uma canção de ninar.

Arkade Entrevista: Mark Polydoris, co-criador das canções de ninar nos jogos do grupo 8-Bit Baby

Arkade: Agora que o álbum foi lançado, o que você e seu irmão querem criar para o futuro do 8-Bit Baby? Um novo projeto, concertos ao vivo ou alguma coisa completamente nova com o mesmo tema?

Mark: Eu acho que depende mesmo do sucesso que o novo álbum terá. Existe muita trilha sonora de videogame boa por ai, então eu adoraria continuar trabalhando nelas. Para o próximo projeto, eu adoraria colocar uma enquete ou alguma coisa na nossa página do Facebook para deixar os fãs decidirem quais são as próximas músicas que eles gostariam de escutar como canções de ninar. Dan também administra um blog bem legal de brinquedos chamado Chicago Toy Collector, então eu veria ambos trabalhos se emergindo eventualmente.

Shows ao vivo seriam meio difíceis, já que nós provavelmente colocaríamos a audiência para dormir. Dito isso, eu não tive a oportunidade de ir para aí no começo do ano durante a Copa do Mundo, então eu tenho certeza que poderiam nos convencer de ir até o Brasil para fazer alguns shows!

Arkade Entrevista: Mark Polydoris, co-criador das canções de ninar nos jogos do grupo 8-Bit Baby

Assim terminamos a nossa conversa, quero agradecer ao Mark por nos ter deixado tomar um pouco de seu tempo para responder as nossas perguntas. Se você quer mais destas músicas e adquirir o novo álbum Lullaby Renditions of Classic Nintendo Music, dê uma escutada em todas as trilhas sonoras pelo Loudr.fm, iTunes e também via Spotify, enquanto a trilha sonora inteira de seu ultimo álbum esta disponível em sua página do Soundcloud e não se esqueçam de curtir a página do Facebook de 8-Bit Baby.

E você, qual seria a música perfeita nos videogames para receber o tratamento completo de uma canção de ninar? Dê a sua opinião nos comentários!

2 Respostas para “Arkade Entrevista: Mark Polydoris, co-criador das canções de ninar nos jogos do grupo 8-Bit Baby”

  • 26 de agosto de 2014 às 06:24 -

    leandro leon belmont alves

  • realmente as musicas nessa versão Ninar são bonitas de fato. também são legais de ouvir depois do trabalho de volta para casa, vendo o sol nascer/se pôr. parabéns a ARKADE pela matéria.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *