Arkade Speed – F1 Pole Position, o completo e surpreendente game de corrida para Super NES

11 de agosto de 2019
Autor: Junior Candido
Arkade Speed - F1 Pole Position, o completo e surpreendente game de corrida para Super NES

Quando ouvimos falar de Ubisoft hoje em dia, lembramos diretamente de suas franquias famosas. Assassin’s Creed, Far Cry, The Division, ou Rainbow Six. Mas, apesar da gigante francesa ter em seu catálogo a série The Crew, não é muito comum pensarmos em Ubisoft e lembrarmos de games de corrida, ainda mais um de Fórmula 1.

Mas sim, a Ubisoft teve envolvimento com um game do gênero. Não direto, pois o game foi desenvolvido pela Human. Mas foram os franceses que apresentaram, para o ocidente, o divertido e completo, para os padrões 16-bits, F1 Pole Position.

O game chamou muita atenção na época, devido ao seu visual, capricho e detalhes. E chama ainda hoje, com uma liberdade de ajuste de carro que ainda não era comum em games, além de detalhes, como carros e pilotos oficiais da temporada de 1992 da Fórmula 1, apesar de algumas ausências e “gambiarras”.

Então hoje, meio RetroArkade, meio Arkade Speed, vamos relembrar um game que trouxe um pouco da sensação de estar em um cockipit de um F1, em uma temporada bem peculiar para a categoria.

Mansell campeão, primeira vitória de Schumacher e a “incrível” Andrea Moda – A temporada de 1992 da Fórmula 1

Arkade Speed - F1 Pole Position, o completo e surpreendente game de corrida para Super NES

A temporada de 1992 pode não ter sido a mais emocionante, mas contou com vários momentos, e situações importantes para a categoria. Foi neste ano que, enfim, Nigel Mansell venceria um mundial de Fórmula 1, a bordo da “Williams de outro planeta”. O Leão já estava em sua décima segunda temporada e havia batido na trave muitas vezes, apesar de já ter o seu nome entre os grandes da categoria. Pelo seu talento, pelas suas vitórias, e pelas suas barbeiragens.

Também foi o ano em que Michael Schumacher mostraria que seria um dos melhores pilotos de todos os tempos. O alemão, na Benetton, venceria o GP da Bélgica, e terminaria aquela temporada em terceiro lugar, atrás apenas dos pilotos da Williams, e na frente de Ayrton Senna. O brasileiro, por sinal, vivia seu último ano com a vitoriosa parceria com a Honda, e conquistou três vitórias: em Mônaco, na qual se consagrou como o “rei” do principado, Hungria, na corrida que consagrou Mansell como campeão, e Itália.

Arkade Speed - F1 Pole Position, o completo e surpreendente game de corrida para Super NES
Schumacher venceria seu primeiro GP em 1992, e já mostrava desde ali que seria um dos grandes na F1.

Inclusive, o GP de Mônaco mostrava, mais uma vez, o talento de Senna nas ruas do principado, da qual ele ainda é o maior vencedor:

A Brabham se despedia da F1 naquele ano. A equipe, que conquistou dois mundiais de construtores, e quatro títulos mundiais de pilotos, entre eles, dois de Nelson Piquet, não conseguia sequer classificar seus carros naquele ano, e encerrou suas participações após a Hungria. A equipe ainda colocaria a última mulher piloto, até o momento, em um carro de F1: a italiana Giovanna Amati, que não conseguiria classificar o lento carro nos três primeiros GPs do ano.

Arkade Speed - F1 Pole Position, o completo e surpreendente game de corrida para Super NES
Andrea Moda, a “pior equipe” da Fórmula 1

E 1992 também apresentou a que é, conhecida por muita gente, como a “pior equipe de todos os tempos”, a Andrea Moda. A equipe, que por si só vale uma matéria específica, conseguiu “proezas” como quebrar o motor do carro apenas 18 metros perto dos boxes, no México, ficar sem motor para seus carros no Canadá, e ficar sem carro pra correr na França, por causa de uma greve de caminhoneiros, que “prendeu” o caminhão da equipe. Pelo menos, Roberto Pupo Moreno fez um verdadeiro milagre, classificando o carro inacabado no GP de Mônaco, fato este que rendeu aplausos de todos os envolvidos com a F1 na época.

Prontos para mexer no carro, mecânicos?

Arkade Speed - F1 Pole Position, o completo e surpreendente game de corrida para Super NES
O jogo é da Human, mas quem diria ver a Ubisoft (com uma logo bem anos 90) envolvida com Fórmula 1, hein?

Em 1992, não era lá algo muito comum um game de corrida que permitisse mexer em vários detalhes do carro. Mas F1 Pole Position permitia. O game já chamava atenção por oferecer as 16 etapas da temporada do ano, e quase todos os carros. Eram sete as equipes: McLaren, Williams, Ferrari, Benetton, Jordan, Venturi e Footwork. E todos com seus nomes oficiais, ou pelo menos, quase todos.

Não tinha Ayrton Senna na McLaren, mas tinha. Explico: Ayrton Senna sempre foi bem rígido quanto a sua imagem, e isso ainda acontece até hoje, já que em tantos anos, ele apareceu apenas em Gran Turismo 6 e no F1 2019. Além disso, o tricampeão já tinha seu game exclusivo no Mega Drive, o Super Monaco GP. O nome do piloto da McLaren, então, era Michael Andretti, só que de capacete amarelo. Aparentemente, era apenas o nome que envolviam direitos, e não o capacete.

Arkade Speed - F1 Pole Position, o completo e surpreendente game de corrida para Super NES
O Michael Andretti que na verdade era o Ayrton Senna

A “gambiarra” fazia sentido. Andretti havia sido anunciado como piloto da McLaren para 1993, então era fácil assimilá-lo no game. Mas, era só ignorar o nome, curtir o capacete amarelo e acelerar como o tricampeão em sua McLaren. Que, por sua vez, aparecia sem restrições na versão japonesa do game, o Human Grand Prix. Vai entender… Lembrando também que na versão japonesa, os patrocínios de cigarro apareciam normalmente, enquanto no ocidente, foram removidas. Então, nada de Marlboro no Super Nintendo, só no Super Famicom.

Mas, independente de tudo isso, o game oferecia algo único para a época: ajuste de quase tudo do carro. Era possível ajustar seu carro de maneira adequada para as pistas da época, incluindo câmbio, pneus, direção, asas, e colocar o carro pra testes, antes das provas de qualificação e a corrida propriamente dita. Os carros respondiam bem para cada ajuste, permitindo aos jogadores vários testes, até dominar o carro do jeito mais interessante.

Na pista, ainda mais detalhes. Apesar da tela não ser cheia, a parte dividida, que seria compartilhada em caso de dois jogadores, era o retrovisor, e funcionava bem, apesar de ser esquisito. Medidores de combustível, pneus, além de indicadores de velocidade, voltas e posição, deixavam tudo ainda mais legal. Era, enfim, um game que buscava simular toda a aura da Fórmula 1. Não apenas a parte da velocidade.

A Human ainda faria outros games, para Super Nintendo e Nintendo 64, enquanto a Ubisoft os publicaria no ocidente. Mas, o mais interessante de F1 Pole Position, foi o fato de que, mesmo com games da categoria buscando ser arcade, e levar ao jogador a velocidade e emoção, nascia ali, junto a outros games de PC, a proposta de um game mais técnico, que foi evoluindo ano a ano, até chegar na série F1 da Codemasters, que a cada ano busca ser mais completa, e que apresenta uma seleção de ajustes bem semelhante a um game que já tem 17 anos de vida.

Uma resposta para “Arkade Speed – F1 Pole Position, o completo e surpreendente game de corrida para Super NES”

  • 11 de agosto de 2019 às 19:17 -

    Helinux

  • Bons tempos!!!! Vou ter que jogar esse clássico novamente…nunca zerei!!!! valeu

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *