Arkade VR: Wands tem magias a lá Harry Potter em multiplayer divertido

14 de novembro de 2019
Autor: Gilson Peres
Arkade VR: Wands tem magias a lá Harry Potter em multiplayer divertido

Não é de hoje que vemos algumas tentativas de inovação que se saem bem no nicho dos jogos em realidade virtual. Nessa direção, a Cortopia Studios trouxe uma experiência bem bacana para amantes de multiplayer. Wands é um jogo focado em duelos de magia com uma aura que lembra bastante a franquia Harry Potter.

O jogo é bem simples em sua proposta, o que lhe dá uma boa margem para ser viciante. Com excelentes mecânicas de customização das magias utilizadas nos duelos e arenas inteligentemente pensadas. Porém, o objetivo de focar em partida multiplayer pode ser uma faca de dois gumes. Mas vamos com calma para falar de tudo direitinho. Apronte sua varinha e prepare seus melhores feitiços, vamos ao duelo!

Arkade VR: Wands tem magias a lá Harry Potter em multiplayer divertido

Entre a magia e o steampunk

Wands possui uma mescla estética muito interessante e criativa. Uma das partes possui elementos de magia que lembram, como dito, a franquia Harry Potter. Porém, outro elemento interessante é a estética steampunk que o jogo possui, com o enredo se passando no século XIX.

A magia e a tecnologia steampunk se confundem um pouco aqui em vários aspectos. Isso pode ser visto em arenas que vão desde estações de trem clássicas até cavernas demoníacas com esqueletos gigantes. Entretanto, podemos sentir essa variação estética em outros detalhes, como a própria sala que serve como lobby do jogo para nós.

Arkade VR: Wands tem magias a lá Harry Potter em multiplayer divertido

A confeção da nossa varinha e como modificar as magias que utilizamos também é algo bem “tecnológico”. Não é como se simplesmente soubéssemos usar magia através da nossa alma. São peças combinadas em nossa varinha através de itens mágicos e mecânicos que permitem nossas habilidades.

Isso tudo dá a Wands uma aura bem única. Pois temos a sensação de estar vivenciando os anos dourados do mundo bruxo de J.K. Rowling, ao mesmo tempo que é uma experiência nova.

Arkade VR: Wands tem magias a lá Harry Potter em multiplayer divertido

Tudo ao alcance da sua mão

Outro acerto muito bom de Wands é a sua sala de menus. Como o jogo é totalmente voltado para o multiplayer competitivo, tudo nos menus é voltado para estas partidas. Entretanto, como estamos falando de um jogo em realidade virtual, é interessante ter um lugar mais interativo nesse quesito.

Assim, fugindo dos menus em tópicos onde temos que apenas apontar para escolher as opções (é com você que estou falando Skyrim VR), em Wands temos uma sala inteira onde essas opções podem ser acessadas. Em um canto podemos modificar nossa varinha com magias novas, em outro escolhemos nossa aparência. Em outro está o portal que nos leva para as partidas.

Arkade VR: Wands tem magias a lá Harry Potter em multiplayer divertido
Muitas magias podem ser liberadas com acúmulo de pontos das partidas online.

Isso pode ser considerado um ponto positivo do jogo principalmente por sua proposta. Afinal, jogos voltados para partidas multiplayer geralmente possuem um layout bem simples e direto. Desse modo, Wands conseguiu traduzir esse layout para a realidade virtual de uma forma muito interessante.

É hora do duelo!

As partidas em si são rápidas, bem dinâmicas e divertidas. Mas com ressalvas em alguns pontos específicos que falaremos mais adiante. Quanto aos acertos, temos a imersão do duelo, que é satisfatória. Além disso, uma excelente variedade de magias faz com que o jogador tenha liberdade de criar suas próprias estratégias e combos.

Arkade VR: Wands tem magias a lá Harry Potter em multiplayer divertido

Um ponto interessante a ser mencionado é que o multiplayer do jogo é cross-plataform. Assim, usuários do PlayStation VR, Oculus Quest, Gear VR, Oculus Go e Oculus Rift podem travar duelos um contra o outro sem problemas. Claro que existem algumas diferenças importantes entre essas plataformas, mas conseguiram balancear as partidas de um modo muito confortável.

Eventos também mantém a dinamicidade das partidas, dando um pouquinho mais de longevidade ao título. Isso é quase que essencial para um jogo focado em multiplayer, pois a repetição é uma consequência óbvia caso os desenvolvedores não inovem de tempos em tempos.

Arkade VR: Wands tem magias a lá Harry Potter em multiplayer divertido

Todo jogo tem seu ponto fraco…

Com uma jogabilidade simples e direta, Wands agrada bastante em sua imersão e dinamicidade. Entretanto, está longe de ser perfeito. Mesmo com o recurso cross-plataform, o jogo fica bem vazio às vezes. Isso não seria um problema em si caso os bots fossem um pouquinho mais espertos. Como não o são, deixam as partidas monótonas e repetitivas rapidamente.

A ausência de modos de jogo diferenciados também é um problema. Isso porque as partidas são 1 contra 1 apenas. Claro que o contexto do jogo ajuda neste ponto, mas a forma que isso foi executado deixa bastante espaço para a monotonia. Talvez a inclusão de missões e desafios para além das magias e roupinhas fosse um acréscimo interessante para instigar jogadores a continuarem nas partidas 1×1.

Arkade VR: Wands tem magias a lá Harry Potter em multiplayer divertido

O problema da mobilidade

Um último ponto incômodo de Wands pode ser o mais incômodo de todos. Os primeiros jogos em realidade virtual lançados eram, principalmente, voltados para a movimentação de teletransporte. Resumindo, você apontava para um lugar e “saltava” para lá. Essa mecânica tem seus pontos positivos, sem dúvidas. Entretanto, tem seus problemas.

Alguns jogos, como Trover Saves the Universe, conseguiram usar essa mecânica de forma criativa e imersiva muito bem. Porém, a maior parte dos jogos a utiliza de modo incômodo e preguiçoso. Infelizmente, este é o caso de Wands também.

Arkade VR: Wands tem magias a lá Harry Potter em multiplayer divertido

As arenas são muito interessantes e criativas, mas temos a limitação das plataformas de teletransporte. Assim, temos somente alguns pontos específicos das arenas para se teletransportar. Isso deixa o jogo um pouquinho mais estratégico às vezes, mas na maior parte do tempo, só ficamos incomodados querendo se mexer mais do que o jogo permite mesmo.

Talvez uma movimentação mais livre, como a que ocorre no jogo Telefrag VR poderia ser uma boa opção para Wands. Como o foco do título são duelos entre bruxos, dar uma movimentação mais dinâmica para os jogadores permitiria uma melhora gratificante nos duelos.

Arkade VR: Wands tem magias a lá Harry Potter em multiplayer divertido

Uma boa experiência de magia

Mesmo com alguns delizes no que tange suas mecânicas de jogo, o somatório final da experiência de jogar Wands ainda é positiva. O jogo pode não ser perfeito, mas possui alguns atrativos que agradam bastante. Sua temática é, com certeza, um dos principais. Já estava na hora de lançarem um jogo com varinhas e magias para a realidade virtual, convenhamos.

Porém, além do acerto bem dado na temática, a variedade de magias, cenários, possibilidade de troca de roupa, chat de voz facilitado, trilha sonora bem bolada e eventos também podem ser citados como pontos positivos.

Wands foi lançado em sua versão mais recente no dia 15 de outubro de 2019 para PC e PS4. O game possui compatibilidade com o PlayStation VR, Oculus Quest, Gear VR, Oculus Go e Oculus Rift.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *