Audi demite piloto da Fórmula E que contratou “impostor” para corrida virtual

27 de maio de 2020
Autor: Junior Candido
Audi demite piloto da Fórmula E que contratou "impostor" para corrida virtual

Com a pandemia do coronavírus, praticamente todas as categorias do automobilismo migraram para o mundo dos eSports, seja por competição, ou por entretenimento. No momento, apenas a NASCAR retomou suas atividades, mas as competições virtuais se fortaleceram muito em 2020.

Uma das categorias que viu as pistas irem para as telas foi a Fórmula E. Seus pilotos estão competindo em um torneio virtual, que recentemente ganhou uma situação embaraçosa. Daniel Abt, então piloto alemão da Audi, terminou em terceiro a última etapa do Race at Home Challenge da Fórmula E. Ou melhor, “aparentemente” terminou, pois os organizadores desconfiaram de algo.

O ex-piloto de F1 Stoffel Vandoorne, que terminou em segundo a prova, achou estranho que Abt não mostrava o rosto na transmissão. Gerou então, uma dúvida sobre quem estaria no volante. E logo foi descoberto a fraude: Abt contratou um piloto profissional, Lorenz Horzing, para correr em seu lugar. O que também gerou desconfiança foi o desempenho, uma vez que Abt não havia corrido nada bem nas primeiras provas e, do nada, “subiu para terceiro”.

Multa de R$ 60 mil e demissão

Farsa descoberta, Abt recebeu uma multa de £ 8.900 (cerca de R$ 57 mil), e perdeu todos os pontos na série. Mais tarde, a própria Audi, equipe do piloto, agiu e o demitiu. “Integridade, transparência e conformidade consistente com as regras ​​são as principais prioridades da Audi – isso se aplica a todas as atividades nas quais a marca está envolvida, sem exceção. Por esse motivo, a Audi Sport decidiu suspender Daniel Abt com efeito imediato”, diz o comunicado da equipe alemã.

Lorenz Horzing também foi punido. O piloto de eSports foi banido da Fórmula E, não podendo participar de nada mais envolvendo a categoria.

Abt se explicou, dizendo que isso era apenas uma brincadeira, que buscava levar conteúdo para seu canal no Youtube. Mas, reconhece que não mediu as consequências de seus atos, e entende a sua demissão. Mesmo afirmando que jamais fez o que fez com “más intenções”.

Uma resposta para “Audi demite piloto da Fórmula E que contratou “impostor” para corrida virtual”

  • 27 de maio de 2020 às 18:25 -

    Helinux

  • Tanta gente querendo um emprego desse e muitos não dão valor!!!! valeu!!!!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *