Autor de The Witcher cobra 16 milhões de dólares de direitos da CD Projekt Red

3 de outubro de 2018
Autor: Renan do Prado

Autor de The Witcher cobra 16 milhões de dólares de direitos da CD Projekt Red

O autor da série de livros de The WitcherAndrzej Sapkowski, está exigindo que a CD Projekt Red lhe pague a soma de cerca de 16 milhões de dólares (algo em torno de 65 milhões de reais) pelos direitos sobre a série de video games baseada em sua obra, com a promessa de levar a briga adiante até ser pago.

Segundo o autor, ele tem direito sobre 5% a 15% dos lucros gerados pela série de video games e seus produtos, apesar dele ter inicialmente assinado um contrato inicial de valor fixo pela venda dos direitos da série. Em uma entrevista dada por ele ao site Eurogamer ano passado, ele comenta que essa foi uma decisão errada que ele tomou. Em suas palavras:

“Eles me ofereceram uma porcentagem de seus lucros. Eu respondi, ‘Não, não haverá nenhum lucro – me deem todo o dinheiro agora! A quantia inteira.’ Aquilo foi idiotice. Eu fui estúpido o bastante para deixar tudo nas mãos deles porque eu não acreditei no sucesso deles. Mas quem poderia prever o sucesso deles? Eu não.”

Autor de The Witcher cobra 16 milhões de dólares de direitos da CD Projekt Red

Os advogados de Sapkowski alegam que esse contrato assinado pelo autor abrangia somente o primeiro game, e portanto todas as suas sequências e DLCs não faziam parte do acordo, sendo portanto ilegais. Dessa forma, o autor teria direito a uma porcentagem dos lucros sobre todo esse conteúdo, que é o que ele agora exige da CD Projekt Red.

A produtora já respondeu sobre esse caso e anunciou que não vai pagar a enorme quantia exigida pelo autor, pois segundo eles, é uma exigência infundada, visto que o autor assinou um contrato pela venda dos direitos pela série por uma quantia fixa, recusando fazer parte dos lucros do game. Dessa forma, a produtora tem todos os direitos legais sobre a série e está agindo dentro da lei de acordo com o contrato assinado.

CD Projekt Red ainda comentou que apesar dessa enorme exigência do autor, a qual eles não pagarão, eles desejam manter uma relação amigável com o autor, assim como qualquer parceiro que a produtora tem em seus trabalhos, se prontificando a tentar achar uma solução pacifica para essa disputa.

Autor de The Witcher cobra 16 milhões de dólares de direitos da CD Projekt Red

No entanto, segundo os advogados de Sapkowski, eles, junto do autor, possuem muito mais argumentos e evidências em posse que superam as informações dadas pela CD Projekt Red em sua resposta. Dessa forma, o autor e seus advogados já deixaram claro para a produtora que irão brigar pelo pagamento por todo o tempo necessário até que ele seja concluído.

Essa certamente é uma briga muito complicada, pois direitos autorais são dificílimos de se julgar, pois diferentes países possuem diferentes legislações, além do fato de haver um contrato do autor que recusa os direitos que ele agora clama ter direito. Essa questão deverá se desenvolver mais nos próximos meses, possivelmente chegando até às mãos de juízes para tentar chegar a um acordo.

O que você acha sobre toda essa situação? Acha que o autor tem sim direitos sobre os lucros da série dos video games? Acha que a CD Projekt Red está certa, lembrando que há um contrato em seu favor? Leve em conta que essa é uma situação delicada de se julgar, pois envolvem muitas coisas e leis internacionais, mesmo assim, deixe aí seu comentário!

(Via: VG24/7, Eurogamer)

4 Respostas para “Autor de The Witcher cobra 16 milhões de dólares de direitos da CD Projekt Red”

  • 3 de outubro de 2018 às 13:21 -

    Carlos

  • Espero que ele não consiga tirar nada da empresa. A empresa talvez tenha precisado “dar seu jeito” para conseguir todo o dinheiro e comprar os direitos. Ai vem o cara depois de todo o sucesso que o ***game*** fez a obra dele ter, querer tirar dinheiro da produtora.

    • 3 de outubro de 2018 às 13:39 -

      Majin Picollo

    • Concordo, tá com toda cara de ser isso mesmo, agora que ele viu o sucesso dos games quer morder uma fatia maior do bolo. Mas como você mesmo falou, os games acabam alavancando a própria série de livros, assim como futuras séries live-action, aparentemente está agindo de má fé mesmo.

  • 3 de outubro de 2018 às 13:37 -

    Tiago Roseta

  • Acho que o autor quer arrancar aproveitar do sucesso dos jogos e ganhar mais dinheiro. Mas tento em vista que, eu por exemplo, muita gente nem saberia dos livros e muito menos compraria, se não fosse os jogos. Enfim ele ganhou muito dinheiro mesmo se tivesse dado os direitos para jogos de graça.

  • 3 de outubro de 2018 às 16:56 -

    Onigumo

  • Ele e mais e mal caráter, a obra dele era praticamente desconhecida, pode-se dizer que todo sucesso que ele tem foi por causa da cdproject e agora ele vem com essa?
    Ele não assinou um contrato? Aliais ele mesmo alegou que foi oferecida a ele a oportunidade de ter participação nos lucros e ele não aceitou. Eu particularmente nem gosto de the witcher, (apesar de o terceiro jogo ser um just for fun mainstream bem legal) mas e inegável o cuidado que a equipe teve com a obra desse cara, ele devia ter vergonha de fazer um pedido desse, tomara que a cdproject abra mão de witcher e rume para outros projetos e deixe ele com a obra dele pra ver como ele se vira.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *