BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiro

25 de outubro de 2013
Autor: Junior Candido

BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiro

Após a repercussão negativa do episódio que envolve o preço oficial do Playstation 4 no Brasil, a Sony aproveitou seu evento pré-BGS para anunciar novidades e mostrar que quer somar com o mercado nacional de games.

Mark Stanley novamente assumiu seu papel de vice-presidente do Playstation na América Latina e mestre de cerimônia, apresentando novidades e convidados. E já abriu a programação explicando o alto preço do PS4: a culpa é da “alta carga tributária do país”, e ele afirmou que “a Sony vai trabalhar muito para garantir que seus produtos possam ser acessíveis aos brasileiros”. Porém, nada de redução imediata, nem previsão de valores praticáveis a curto prazo.

Dito isto, foi a hora de avisar que eles estão se esforçando muito para trazer ao Brasil games totalmente localizados em português e se possível, com dublagem, prática que está se tornando bem comum (embora ocasionalmente hajam gafes, como ocorreu com Beyond Two Souls recentemente).

BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiroFavoritos do Playstation 3

Em um sistema semelhante ao usado nos EUA para com os games de catálogo que ainda vendem bem, a Sony traz a série “Favoritos“, com uma faixa dourada na capa e o preço de tabela de R$79. A lista aumentou e agora conta com games como Uncharted 3, Sonic Generations e Street Fighter IV.

Amor aos Indies

A Sony também compartilhou seu programa de incubação para desenvolvedores indies. São 66 desenvolvedores de 11 países, incluindo o Brasil, que estão preparando novidades para PS3 e PS Vita. Para quem acha que o PS3 vai “desaparecer” após a chegada de seu sucessor, os games indie podem fazer a diferença neste período de transição.

BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiroPlaystation Plus Brasil

Já avisamos aqui porém agora foi anunciado de maneira oficial: a Playstation Plus chegou ao Brasil. Por R$99 o usuário terá diversos games gratuitos (enquanto membro do programa), save em nuvem, atualização automática dos jogos e descontos de até 80% na PSN Store.

PlayStation 4 e seus games

Primeiro a revelação: Killzone Shadow Fall, Infamous: Second Son, Knack, The Order 1886, Assassin’s Creed IV: Black Flag  Watch Dogs foram anunciados com trailers e, junto com outros jogos de PS4, chegarão ao Brasil totalmente em português. Killzone inclusive contou com apresentação de gameplay onde se podia ouvir o trabalho de tradução.

Knack é o game que apresenta a conexão do PS Vita com o PS4. Um jogador no console e outro no portátil poderão participar do game ao mesmo tempo.

Helldivers é o game de ação típico dos anos 90 que está voltando aos nossos dias: dinâmico, com alienígenas e muito tiroteio. E este game terá versões para PS3, PS4 e PS Vita.

Nos últimos anos, a Sony se esforçou para apresentar uma relação de carinho e respeito com o Brasil, e aos poucos conquistou o público com games localizados, postura amigável e boas novidades.

Obviamente, o preço do Playstation 4 nacional manchou enormemente esta relação, mas ao que parece, a Sony está empenhada em se redimir, embora suas políticas para diminuir o alto preço do console ainda não sejam claras. Estes “mimos” que ela está apresentando (PS Plus brasileira, jogos localizados) são bacanas, mas ainda não são o bastante para apagar o gosto amargo do PS4K.

Veja imagens do evento:

BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiro BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiro BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiro BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiro BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiro BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiro BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiro BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiro BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiro

 

Vale ressaltar que este foi um evento pré-BGS exclusivo para jornalistas. O bicho deve pegar mesmo quando a Sony encarar o público na BGS, durante o final de semana. Protestos com direito a narizes de palhaço já estão sendo organizados pelas redes sociais. Vamos ver como a Sony vai lidar com a multidão revoltada pelo PS4K.

28 Respostas para “BGS 2013: Sony fala do preço do PS4 e apresenta suas novidades para o mercado brasileiro”

  • 25 de outubro de 2013 às 08:54 -

    FeeH

  • O que eu mais gostei foi o bundle do GT6 especial do Ayrton Senna e de saber que o Sonic Generations vai sair por 79,90 ( pena ter a faixa dourada na capa ) e de saber que estão trazendo mais jogos em pt-br !

  • 25 de outubro de 2013 às 09:11 -

    Julianoj

  • “nada e redução imediata, nem previsão de valores praticáveis a curto prazo.”, ou seja, vai ficar esse preço por um bom tempo. Eles estão batendo na mesma tecla de não deixar o ps3 morrer desde a apresentação do ps4, mas cedo ou tarde, vão parar de lançar jogos para ps3, e acredito quando isso acontecer, o preço do ps4 ainda não vai estar abaixo nem dos 3 mil ainda.

  • 25 de outubro de 2013 às 09:16 -

    Renan do Prado

  • Como já dei minha opinião sobre o preço do PS4 em vários outros posts, não falarei disso aqui. Apenas resumirei que pra mim o foco é produzir o PS4 no Brasil e o preço de 4000,00 é uma forma de forçar o governo a melhorar as condições da Sony produzir no país.

    Vou é falar dos jogos, que é o que mais me interessa, fico feliz da Sony não abandonar o PS3 de vez!!!! E os jogos anunciados pro PS4 me empolgam muito!!!! Quando eu tiver meu PS4 será difícil escolher o que jogar primeiro!!!!

    E finalmente chegou o momento de eu aderir a Plus, os jogos gratuitos que são oferecidos compensam MUITO assinar o plano!!!

    • 25 de outubro de 2013 às 09:18 -

      Renan do Prado

    • E só torço para que quem vá na BGS sejam pessoas inteligentes pra protestar contra o preço da Sony da maneira certa, e não da forma idiota como tem acontecido nas ruas.

      Depois que o gigante acordou, pra mim, ele resolveu ficar bêbado e não saber mais o que quer…

      • 25 de outubro de 2013 às 09:28 -

        Arthur

      • Kkkkkkkkkk, essa foi a melhor comparação que já ouvi sobre os protestos. Mas sem querer ser chato eu avisei a vocês na época que tudo isso não ia acabar bem.

      • 25 de outubro de 2013 às 09:30 -

        Renan do Prado

      • entra protesto, sai protesto, mas uma coisa nunca vai mudar: brasileiro esquece fácil das coisas. Garanto que no dia que a Sony conseguir baixar o preço do PS4 muita gente vai esquecer da raiva que tinha da empresa.

        Pois foi exatamente assim com o Xbox One.

      • 25 de outubro de 2013 às 09:34 -

        Arthur

      • Basicamente é isso mesmo, pois parece que todo mundo já esqueceu o fiasco do Xbox one na E3. Se lembram quando os comentários no revista arkade sobre a E3 chegavam a casa dos 150 e a maioria deles era pra falar mal do Xbox one e dizer que o Ps4 já tinha ganhado a nova geração?

      • 25 de outubro de 2013 às 09:39 -

        Renan do Prado

      • Pois é, aconteceu assim mesmo kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Agora, minha previsão, o próximo alvo será a Nintendo por não localizar nada no Brasil e praticamente não ver o nosso potencial de mercado de games.

      • 25 de outubro de 2013 às 10:13 -

        leandro(leon belmont) alves

      • “E só torço para que quem vá na BGS sejam pessoas inteligentes pra protestar contra o preço da Sony da maneira certa, e não da forma idiota como tem acontecido nas ruas”

        seria pedir demais que isso não acontecesse, é como festa de fim de ano de escritório. sempre alguém vai beber além dá conta e causar vexame, é batata. e sem querer parecer radical demais, até que não acharia ruim os Black Blocks darem as caras no estande da Sony, para ver se tocam do roubo que estão fazendo. sério, a Sony acha que Brasileiro é idiota?

        e sobre o Xone, mesmo custando mais barato, os exclusivos da Microsoft não valeram muito que um da Sony…e olha que tenho um X360 e estou admitindo isso. vão lançar mais jogos de tiro? (chega não?) Gears já acabou e Halo dizem que o 5 vai ser o ultimo (Master Chief já esta muito velho nesse) e a Sony lança jogos como Heavy Rain, The Last of Us e Beyond Two Souls. prefiro mais história e menos tiro, muito obrigado.

        e o Killer Instinc? vou pagar por personagem que deveria estar no game, pura e simplesmente?

        saudades quando jogavamos dezenas de horas para habilitar personagens secretos…eu lhes digo.

        e sobre a Nintendo….bom, ela sabe o que faz, não? (???????)

      • 25 de outubro de 2013 às 10:23 -

        Renan do Prado

      • Sinceramente acho a ideia do protesto besteira, porque não tem protestos do mesmo tipo com os Iphones, Galaxies, ou mesmo com lançamentos de carros (nacionais ainda por cima) aqui no Brasil?

        E eu duvido que a Sony pense que o brasileiro é burro. Sei que é isso o que aparenta, mas eles sabem que o PS4 não vai vender, tem algum motivo por trás, e que somente eles sabem qual é.

      • 25 de outubro de 2013 às 11:03 -

        Junior Candido

      • sinceramente? protesto dessa galera seria a coisa mais engraçada do ano pq são uns patetas no protesto kkkkkkkkkk

      • 25 de outubro de 2013 às 11:20 -

        Renan do Prado

      • kkkkkkkkkkkkkkkkkk Olha a evolução:

        Não é por 20 centavos -> corrupção tem que ser crime hediondo -> queremos hospitais padrão fifa -> cadê o amarildo? -> Fora Dilma -> quero ter direito de ser drogado -> salvem os beagles do instituto royal (eu apoiei esse fortemente) -> Curintcha fora dus campionatu num pode pow manuw tite pato fdps aff paça a kartera kro çua grana -> Xbox One espião, abaixo as restrições -> Não é pelos R$ 4000,00, é por respeito!!!

      • 25 de outubro de 2013 às 11:44 -

        Diego

      • Renan, meu Deus, para de arrumar motivos pra defender a Sony porra! Mais trouxa ainda do que esquecer é aceitar isso de 4k, pior ainda é querer defender a postura dela… Se eu fosse eu com certeza ia tirar uma onda zuando a Sony na BGS pode crer… Não acho que ela mereça meu respeito

      • 25 de outubro de 2013 às 12:28 -

        Renan do Prado

      • Meu Deus digo eu!! Quando, só pergunto quando eu defendi a Sony em qualquer coisa que falei acima? Não acredito que farei isso, mas resumirei:

        Não defendi Sony coisa nenhum eu sim falei mal do brasileiro que mesmo que não aceite algo agora, daqui a pouco esquece e tá tudo beleza.

        Falei que não sou a favor dos protestos contra a Sony, e sim que sou contra toda a ideia desse protesto, se é pra reclamar que PS4 tá caro, reclama da Apple, e outra também.

        E acreditar que a Sony acha que somos burros é ingenuidade, e não preciso dizer o motivo, mas já que… né… vou dizer: uma minúscula minoria é que vai comprar o PS4 aqui.

        Se eu quisesse defender a Sony eu falava isso aqui: “parem de reclamar de 4000,00 compra quem pode e que m não pode chora.” ou “é mais caro porque é melhor”.

        E minha sincera opinião, pra finalizar isso pois realmente cansou ficar me explicando sem chegar a lugar nenhum: Eu preferia que a Sony nem mesmo anunciasse o PS4 no Brasil, assim o preço seria montado pelas lojas e, sabe-se lá se sim ou não, mas as lojas provavelmente fariam um preço competitivo com o One. Que anunciasse o PS4 oficial do Brasil somente quando ele pudesse ser produzido aqui.

    • 25 de outubro de 2013 às 10:00 -

      Arthur

    • Hmmmm, ou talvez não, acho que é mais provável o WiiU, e futuramente o steam box, sair(em) ganhando com o desgaste da imagem do ps4 e do Xbox one aqui no Brasil, ainda mais que o preço do WiiU ta entre $1700,00. Mas por outro lado não acho que últimos anos o Brasil tenha sido um grande mercado consumidor da Nintendo.

      • 25 de outubro de 2013 às 22:53 -

        Luiz

      • Q isso fera, eu acho Wii U por 800 reais.

  • 25 de outubro de 2013 às 09:18 -

    Arthur

  • Não faço questão dos jogos serem dublados por um número de motivos e alguns deles seriam o fato que muitos estúdios de dublagem brasileiros na maioria dos casos não parecem se empenhar ou aprofundar no próprio trabalho, por eu gostar de ouvir na linguagem original e pelo fato de por jogar jogos ou ver filmes em inglês me ajudou bastante a aprender a língua além de as legendas terem me forçado a ler mais rápido e melhor. De qualquer forma obrigado Junior, pela cobertura do BGS até agora.

    • 25 de outubro de 2013 às 09:26 -

      Renan do Prado

    • Também não faço questão de localização no Brasil pois eu sempre jogo com dublagem e legendas em inglês.

      Mas é ótimo saber que a Sony está se empenhando em localizar seus jogos no Brasil!!

  • 25 de outubro de 2013 às 09:25 -

    Babiro

  • Achei bacana a quantidade de games totalmente em português e a expansão da série Favoritos, mas como o próprio texto diz, isso não é suficiente pra nos fazer esquecer do preço do PS4, eu quero ver mesmo é como a Sony vai reagir quanto à fúria da galera, e acho até bacana botarem narizes de palhaço como uma “manifestação” para que a Sony veja que não estamos de brincadeira e que não vamos esperar tão pacientemente até ela resolver esse problema!!

  • 25 de outubro de 2013 às 10:03 -

    Diego Ramon

  • A principio quando se pensa no preço é algo absurdo, mas convenhamos, o produto é da Sony, é ela quem faz, que desenvolve, logo, do ponto de vista dela, é de passivel liberdade colocar o preço que ela acha indicado. Do meu ponto de vista (consumidor) , que estava com grande expectativa quanto a aquisição o quanto antes, possuo a concorrencia (X-box one, Tunning PC), perde-se os títulos exclusivos, mas faz-se valer a lei da concorrencia. E acredito que o governo nao esta muito interessado em desiteresse de mercado dessa multinacional.

    • 25 de outubro de 2013 às 10:31 -

      Julianoj

    • Acho que a questão não é o preço que a Sony poe no produto, e sim o preço que chega no Brasil, sendo que nos EUA sai por um preço que é bem mais acessível importar do que comprar aqui. Se o preço lá no país dos sonhos americanos, fosse alto também, daria para entender o preço alto aqui no país do futuro também. Mas mesmo somando-se os impostos, taxas, etc etc, ao meu ver, ainda não dá para explicar. Por que diabos o Xone está metade do preço já que são aplicadas as mesmas taxas?

      Gente, essa é a minha opinião apenas, não joguem pedras em mim.

      • 25 de outubro de 2013 às 10:36 -

        Renan do Prado

      • Já foi explicado o preço do Xbox One, ele será montado no Brasil, por isso custará mais barato. Os R$ 4000,00 realmente não tem explicação lógica, mas certamente deve ter um “Motivo”

      • 25 de outubro de 2013 às 11:19 -

        Julianoj

      • Renan, o preço do Xone foi falado antes mesmo de falarem que seria produzido no Brasil. Beleza, produzido no Brasil, sai mais barato e bla bla bla. Mas mesmo assim, como você mesmo disse, não tem explicação lógica pro ps4 estar esse preço, mas deve ter um motivo, o motivo pode ser a teoria que você fala, espero que você tenha razão.

      • 26 de outubro de 2013 às 17:47 -

        zecarlos

      • desculpem galera mas considerar o valor do xbone mais barato e um erro……e importante frisar isso…..o ps3/xbox360…..se me lembro bem na epoca custava mais ou menso isso entre 1500 e 2000 e ja era considerado um absurdo……porque agora um xbone a 2000 nao e?

        dizer que e mais barato por ser fabricado em solo nacional e pegadinha do malandro….desculpa ai

        muitas coisas sao fabricas no pais e ainda sim sao 2 ou 3 vezes taxadas ate chegar ao consumidor,entao nao….nao e mais barato ser produzido em solo nacional

        sugestao…..reverta essa grana numa passagem pro chile ou eua e compre o video game por la….simples assim,certamente a grana sera muito bem aproveitada

  • 25 de outubro de 2013 às 11:51 -

    Diego

  • Falaram e falaram “esperem até dia 24 que tudo vai se resolver” … Ta certo então…. Fanboys custam a acreditar quando a verdade vai contra suas expectativas… É triste ver tanta gente assim, pra mim isso é muita burrice. Grande coisa esse evento, nenhuma novidade praticamente, e deaculpinhas sobre esse preço surreal… Tsc tsc

  • 25 de outubro de 2013 às 13:36 -

    Sales

  • Tem mais é que haver boicote ao produto, isso sim irá fazer diferença, não somos o maior mercado gamer do mundo, mas temos nossa representatividade e valor, enfim, quem tem e tá afim de gastar essa grana no PS4 vá em frente, agora quem não tem, ou tem mas também tem a consciência de que a sony está cometendo um assalto descarado, o que se pode fazer é não comprar, tem outras opções no mercado e os exclusivos podem ficar p/ depois, apoio totalmente se ocorrer o protesto na BGS, provavelmente não irá adiantar muita coisa, mas pelo menos mostra a insatisfação do consumidor brasileiro com o descaso da sony, e nem adiantar falar q é culpa dos impostos, do governo e etc, pois todos sabemos que isso por si só não é justificativa.

  • 25 de outubro de 2013 às 21:42 -

    Thiago Gianelo

  • Certissimo, espero que todos vaiam a Sony, porque essa é a empresa que mais superfatura seus produtos em geral no Brasil. Você paga o dobro do preço só porque é "Sony"!

    Vide os notebooks Vaio, obviamente são muito bem contruidos e com um "bom" design, mas tudo caro e superfaturado. Configurações chulas são vendidas a 2 mil reais, enquanto os outros fabricantes oferecem o mesmo produto (E até MUITO MELHOR por sinal) pela metade do preço, empresas essas de tão respeito quanto a Sony, como a ASUS. E é a mesma coisa com todos os seus produtos, a pouco tempo atras eu estava pesquisando TVs e achei alguns modelos da Sony por 1200 reais, só que eu parei pra olhar o que ela oferecia, E NEM FULL HD ELA ERA, e pelo mesmo valor todas as outras marcas ofereciam recurso Full HD 1080p (Até aquelas porcarias estilo H-Buster), só a Sony que não!

    As explicações sobre os impostos foi uma tentativa de "engana troxa", porque aqueles valores são irreais, se eu consigo exportar o produto por um preço igual ou até menor que o do Xbox One pagando todos os impostos, eles (A Sony) que compram em lotes de milhões deveriam conseguir por um preço MUUUITO mais razoavel por ser em maior quantia… E só fica caro por conta do lucro das lojas, que praticam o custo Brasil e acaba tudo fincando caro. Enquanto nos Estados Unidos as lojas e distribuidoras cobram lucro de 5% com o produto e lucram o número de vendas, os varejistas no Brasil querem 21% da nossa grana, um absurdo, "idelogia burra", preferem cobrar mais caro e vender menos do que vender barato e fazer dinheiro com o "NUMERO DE VENDAS".

    Foda cara, o Brasil pra mim é uma decpção só, eu não tenho amor algum por esse páis… Aliais, amo meu país (A terra), mas odeio seus governantes e o modo como as coisas funcionam aqui.

  • 26 de outubro de 2013 às 17:40 -

    zecarlos

  • bom……o que posso dizer do anuncio e a apresentacao da sony……e o seguinte…..eu sairia apos o anuncio do valor tranquilamente pois,sejamos francos…..no caso do brasil isso esta atrelado ao resto todo…..a sony a exemplo do ps3 vai comecar perdendo grana ,so que dessa vez mais na america latina hehehhe…..e espero memso e os fanbestas de plantao e noiados pela marca…..coloquem a mao na conciencia….pelo menos uma vez na vida…..boicotem essa porra,so assim que o valor vai baixar……e nem falo em ir pro lado da microsoft …porque la tmbm e um valor absurdo…..facam o teste,monte um pc com esse valor que imagino que sera maior que 4000 na slojas…..certamente vc estara com uma estacao multimidia de media/alta potencia pra sobreviver a mais essa geracao de jogos e tera jogos infinitamente mais baratos a disposicao numa qualidade igual ou superior…….a nao ser que vc traga o video game de fora ai e outro esquema e ate apoio …MAS NAO COMPREM CONSOLES EM SOLO NACIONAL essa que e a verdade

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *