CBLoL – Keyd atropela CNB e conquista a sua vaga no CBLoL 2020

24 de setembro de 2019
Autor: Gabriel Goedert
CBLoL – Keyd atropela CNB e conquista a sua vaga no CBLoL 2020

Sofrendo com a derrota na Final do Circuito Desafiante, a Vivo Keyd ainda tinha a sua segunda chance de ingresso ao CBLoL, através da Série de Promoção. Eles enfrentaram a CNB (7ª colocada na Fase de Pontos) nesta classificatória, para tentar a sonhada vaga na elite. No confronto Md5 os Guerreiros se saíram melhor, com um resultado de 3-1 em cima de uma das organizações mais tradicionais do cenário. Assim sendo, estão classificados à temporada 2020 do CBLoL. Já os Blumers, irão jogar o Circuitão no ano seguinte, sendo a primeira vez que a equipe sofre um rebaixamento.

Fique por dentro do que ocorreu em Summoner’s Rift na disputa:

Série de Promoção

Jogo 1 – Vitória da Keyd

Diante de um confronto extremamente importante para ambas as equipes, a tensão era grande no Rift. As equipes não demonstraram tanto nervosismo e focaram em executar jogadas agressivas. Grell (Lee Sin), do começo ao fim, buscou as iniciações e fez teve um ótimo desempenho na partida.

No começo de jogo, o caçador da Vivo Keyd, mesmo jogando bem, encontrou problemas, onde Mewkyo (Ekko) conseguiu uma melhor sincronia com a sua equipe e se saiu melhor nos lances. A vantagem inicial adquirida pela CNB havia ficado somente nas mãos de Aslan (Akali), que não conseguiu ajudar impor uma dominância no mapa com os seus companheiros.

A superioridade dos Guerreiros na partida foi visualmente perceptível quando, aos 27 minutos, os Blumers forçaram uma jogada com os 5 de seus jogadores para cima de Klaus (Ezreal) e Professor (Braum) e a dupla da botou eles para correr. Logo na sequência, a Keyd conseguiu fazer uma boa sequência de jogadas: abriram mais espaço na base adversária, recuaram para capitalizar o ouro conquistado, e não demoraram muito para finalizarem a partida com tamanha vantagem.

Jogo 2 – Vitória da Keyd

A partida fluiu menos unilateral desta vez. Pelo draft, a vantagem natural de early game era da CNB, mas quem forçou mais jogadas foram os Guerreiros. Mesmo assim, os Blumers conseguiram segurar muito das tentativas adversárias, e Mewkyo fez uma boa execução de seu Olaf, garantindo bons pickoffs e conquistando objetivos para a sua equipe a partir disto.

Mesmo com um bom começo de partida, a própria CNB acabou cavando a sua cova. A pressão que tentaram executar em cima de mumus100 (Aartrox) não se pagou durante a partida, já que o topo da Keyd é conhecido por sua experiência em lutar sozinho e com desvantagem numérica.

Os Guerreiros precisaram de dois Barões para dominar o mapa por completo. O segundo Nashor veio acompanhado de um Dragão Ancião, o que foi suficiente para Grell (Ekko) sair explodindo quem encontrasse pelo caminho. A Vivo Keyd conquistou sua segunda vitória na série e estava a um passo da classificação ao CBLoL.

Jogo 3 – Vitória CNB

A CNB, para esta partida, trouxe mudanças em seu elenco. Freire entrou no lugar de Mewkyo, e Hawk substituiu Vahvel. Os jogadores estreantes da série conseguiram trazer um novo estilo de jogar da equipe, e fizeram toda a diferença para o resultado do confronto.

Os Guerreiros, novamente, conseguiram um bom domínio de mapa no early game, e criaram um bom setup para finalizar o jogo. Mas os Blumers não deixaram barato. Com um pickoff extremamente bem executado, aos 23 minutos de partida, Aslan (Qiyana) e seus companheiros conseguiram uma boa teamfight e um Nashor na sequência, suficiente para virar a vantagem na partida. A partir disso, as lutas ficaram mais favoráveis para a CNB e todo o ritmo que a Keyd tinha, se esvaiu.

Aos 30 minutos, a CNB tentou fazer um Barão arriscado, onde forçou uma luta e perdeu dois jogadores; quem salvou o dia foi Freire (Sylas), o qual conseguiu milagrosamente roubar o objetivo e sair vivo. Esta jogada permitiu que os Guerreiros não voltassem à sua vantagem anterior, e garantiu a primeira vitória da CNB na Série.

Jogo 4 – Vitória Da Keyd

A tensão entre as equipes foi notável nesta partida. As duas equipes estavam a um jogo de decidir seus destinos. A CNB começou melhor do que nos últimos jogos da Série. Freire (Elise) estava muito afiado com o seu Casulo e ditou muito ritmo para a sua equipe agressivar no mapa. A Keyd continuou muito forte, assim como veio em todas as partidas anteriores. O nervosismo foi notado em ambos os lados, e a partir de erros das duas equipes, a partida ficou bastante equilibrada por algum tempo.

O grande ponto de virada para os Guerreiros, foi a oportunidade que mumus100 (Aartrox) teve de voltar a aparecer na partida, depois de ficar tanto tempo atrás de Duclou (Kennen). Com isto, também teve espaço para aparecer a força construída – que demorou a ser executada – de NOsFerus (Renekton), e a presença de Grell (Ekko) nos skirmish (lutas pequenas) e nas teamfights. O maior destaque desta partida, foi a linda jogada de Grell, aos 35 minutos, que engana seus oponentes, volta em sua Ultimate, e a partir disto, consegue garantir a vitória para a sua equipe, encerrando a Série Md5.

CBLoL 2019 chega ao fim

CBLoL – Keyd atropela CNB e conquista a sua vaga no CBLoL 2020
CNB é atrolada por Vivo Keyd, que conquista a sua vaga no CBLoL 2020

Com este último confronto, fica a triste notícia de que o CBLoL 2019 está oficialmente encerrado. Mas a jogatina do League of Legends brasileiro ainda não está por acabar. O Flamengo irá representar o Brasil no Campeonato Mundial de League of Legends, que começa no dia 2 de Outubro! Vamos fazer uma cobertura do evento aqui no sitem, então fique de olho! ;)

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *