Civilization V trará mais realismo e mudanças bem-vindas

10 de março de 2010
Autor: Fábio Torres

Civilization V trará mais realismo e mudanças bem-vindas

Civilization nunca foi um jogo muito realista, mas a quinta edição do jogo certamente buscará mudar este cenário.

A Firaxis, desenvolvedora do jogo, mostrou uma versão de Civilization V durante a Game Developers Conference que começou ontem em San Francisco. A primeira impressão é que tudo foi modificado para parecer mais realista: desde os territórios até as relações internacionais e as regras das guerras.

A essência do jogo permanece a mesma: ele ainda é baseado em turnos tanto no single quanto no multiplayer e, como em outros Civilizations, o jogador tem que levar sua tribo desde a fundação de uma cidade até ela se tornar uma potência mundial, seja por meios pacíficos ou não.

Civilization V trará mais realismo e mudanças bem-vindas

A principal diferença é o território: todo ele parece mais com a Terra propriamente dita. Segundo um representante do estúdio, o cenário pode parecer pré-renderizado, mas continua sendo gerado aleatoriamente – característica da série. A grade opcional mostra que os cenários foram divididos em hexágonos, diferentemente dos quadrados que apareceram nos outros quatro Civilizations.

Civilization V rodará em uma gama bastante vasta de computadores, desde um laptop básico até mesmo um computador top de linha. De acordo com a Firaxis, as configurações mínimas são de uma placa de vídeo de 256Mb e um processador dual core, mas isso pode mudar ainda até o lançamento do jogo.

Civilization V trará mais realismo e mudanças bem-vindas

Várias pequenas novidades foram inseridas também, tais como um sistema de notificações a respeito de tudo que ocorre com sua civilização, as civilizações rivais possuem inteligências artificiais variadas e alguns líderes rivais, tais como George Washington e Napoleão, ganharam animações introdutórias full-screen.

Novas cidades-estado controladas pelo computador aparecem no mapa também. O jogador poderá negociar com elas, fazer pactos ou até mesmo atacá-las. O modo como você se relacionará com essas cidades-estado ditará o rumo do jogo. A área de influência da sua civilização será definida por uma linha colorida, que aumenta ao final de cada turno. O jogador ainda poderá gastar ouro para aumentá-la.

Civilization V trará mais realismo e mudanças bem-vindas

O combate também mudou: agora, cada unidade ocupará um espaço único no mapa, ao contrário de estocar várias unidades em apenas um só lugar. Novas unidades podem atacar à distância e as cidades agora possuem barras de vida, além de poderem retrucar um ataque.

Civilization V parece ser um grande e importante passo para a série. Agora só nos resta aguardar a primavera de 2010, que é quando o jogo sai para PC. A versão para Mac não está confirmada, mas segundo a Firaxis, ela eventualmente será lançada.

(Via Kotaku)

4 Respostas para “Civilization V trará mais realismo e mudanças bem-vindas”

  • 10 de março de 2010 às 15:35 -

    ViniGodoy

  • Ótimo, acompanho os jogos da série desde o Civilization I. Para mim, o melhor Civilization lançado até hoje ainda foi o III.

    O IV só trouxe um pouco de inovação incremental, mas que somaram quase nada ao gameplay (na verdade, achei que a religião mais atrapalhou do que ajudou). Salvou-se, na minha opinião, apenas a música da abertura, chamada Baba Yetu, do Christopher Tin, que é a versão no africano swahili de uma adaptação da oração do pai nosso, o que tem perfeita harmonia com o tema central do jogo (quer quiser conferir, o site dele é http://www.christophertin.com/).

    Só resta esperar. E torcer para esse ser o melhor jogo da série.

  • 10 de março de 2010 às 19:06 -

    guga

  • o melhor civilization eh o I disparado! Nao tem gráfico e a jogabilidade é uma bosta, mas mesmo assim, a diversão e a vontade que o jogo te dá de dominar o mundo é DEMAIS! Aguardo o 5, espero q seja melhor q as merdas q vieram depois do primeiro.

  • 10 de março de 2010 às 19:13 -

    Erick

  • Sem dúvida é um dos jogos que mais aguardo esse ano.

  • 11 de março de 2010 às 11:17 -

    Aero

  • O jogo é muito legal, mas é estremamente “doloroso” para qualquer pessoa com mínimos conhecimentos de Geografia, História ou Antropologia jogar Civilization.

    Sobre a Geografia e a História eu acho que eu nem preciso explicar, porém o principal ponto do jogo, a retratação do processo de civilização, por utilizar de um ponto de vista evolutivo e linear vai contra tudo o que a Antropologia moderna nos diz sobre a cultra e a civilização humanas.

    Ou seja, um dos maiores problemas que a série Civilization sempre teve e que nunca foi corrigido é o problema de que os próprios criadores não entendem o conceito da palavra “Civilization”.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *