Confira como funciona a Série de Acesso do CBLoL

20 de abril de 2018
Autor: Stéfanie Neuman
Confira como funciona a Série de Acesso do CBLoL

Foto por: Riot Games

Confira como foi a Série de Acesso do CBLoL 2018

Era um sábado diferente nos estúdios da Riot, em São Paulo. Nem CBLoL, nem Desafiante, era mais uma determinante. Aquele fim de semana definiria quais as equipes que ficariam entre os oito times de elite que compõem o Campeonato Brasileiro, e quem desceria para o Circuito Desafiante.

Nos dias 14 e 15 de abril, INTZ, ProGaming, Team One e o vice-campeão do Circuitão, Flamengo E-Sports se enfrentaram na Série de Acesso visando a conquista de uma vaga para o próximo split.

Como funciona a Série de Acesso?

A Série de Acesso funciona da seguinte forma, o campeão do Circuito Desafiante (IDM) sobe direto para os times de elite que compõe o segundo split do CBLoL, enquanto os times que pegaram colocação de quinto (PRG), sexto (INTZ) e sétimo (TONE) lugar no Campeonato devem disputar a permanência entre si em duas MD3 no sábado e o time perdedor enfrentaria o vice-campeão do Desafiante (FLA) em uma MD5 no domingo.

Confira como funciona a Série de Acesso do CBLoL

Imagem de LoL E-Sports

PRIMEIRO DIA DA SÉRIE DE PROMOÇÃO: INTZ E PRG SE SALVAM

Confira como funciona a Série de Acesso do CBLoL

Foto por: Riot Games

O primeiro dia contou com dois jogos em MD3, sendo o primeiro INTZ vs. ProGaming, intrépidos fecharam facilmente com 2 a 0 e garantiram sua permanência no próximo Split. O meio do time, Bruno “Envy” Ventura, confessou que, naquele sábado, o foco do time estava completamente voltado a vitória contra as caveiras, estavam certos de que não jogariam a segunda MD3 contra os dourados.

Sendo assim, a ProGaming enfrentou a Team One, em sua segunda série do dia, e apesar do cansaço, as caveiras fecharam com 2 a 0. “A sensação que fica para gente agora é de alívio”, disse João Pedro “Dionrray” Barbosa, em passagem pela sala de imprensa.

SEGUNDO DIA SÉRIE DE PROMOÇÃO: DOURADOS VOLTAM PARA O DESAFIANTE

Confira como funciona a Série de Acesso do CBLoL

Foto por: Riot Games

No domingo, Team One e Flamengo E-Sports se enfrentaram em uma MD5 emocionante. O dia começou com a liderança do Flamengo, dominando as primeiras duas partidas. Logo no primeiro jogo já tivemos pentakill do brTT. “O pai tá chato…”, comentavam jornalistas e torcedores no Twitter.

A Team One demorou para acordar, aos 2×0, deram a volta por cima e conseguiram duas vitórias seguidas, empatando a série. A partir do quarto jogo a tensão tomou conta do estúdio. O silêncio pairava na sala de imprensa. O foco, tanto dos jogadores quanto dos jornalistas ali presentes, era na partida. “A gente se surpreendeu depois das duas primeiras vitórias porque em nenhum momento tivemos a ideia de que seria um jogo fácil. Nós viemos com os dois pés no chão, mas depois das duas primeiras vitórias, parecia muito que a gente já tinha ganho porque foram jogos bem clean da nossa parte, e a volta por cima deles (Team One) no quarto jogo foi algo que não esperávamos“, afirmou Felipe “brTT” Gonçalves em entrevista.

O quinto jogo foi, de todos, o mais sofrido. Árduo porque foi equilibrado, contou com boa iniciação do Flamengo e uma boa contra-iniciação da Team One. Ao longo de toda a partida, o time de brTT apresentou mais vantagens em termos de torres e gold, mas nada que não desse para Team One alcança-los. Ainda assim, o Flamengo venceu a série, e foi incluso no próximo split do Campeonato. Quanto aos dourados, estes voltam para o Circuito Desafiante.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *