Como République se saiu em sua versão remasterizada para PC? Vem com a gente conferir.

3 de Março de 2015
Autor: Junior Candido

Como République se saiu em sua versão remasterizada para PC? Vem com a gente conferir.

Depois do sucesso de público e crítica em seu jogo para celulares, a Camouflaj traz République de volta, desta vez aos computadores em versão remasterizada. Se isso significa melhorias ou problemas, a resposta vem a seguir.No fim de 2013, République apareceu nos aparelhos da Apple (e posteriormente nos Androids) elevando o nível de jogos para plataformas móveis. Enquanto nas lojas virtuais dos aparelhos o que mais vemos é toneladas e toneladas de jogos casuais, a aventura de Hope em sua fuga num jogo de stealth, onde você é a câmera que a guia e coleta informações fez muito sucesso na crítica e entre os gamers que queriam algo mais robusto pra se divertir.

A análise está aqui, mas não custa explicar o jogo novamente: em République, você guia a protagonista Hope em salas num jogo de stealth nos mesmos moldes de Metal Gear Solid, onde um governo totalitário proíbe com muita força qualquer um que o enfrente. Hope está presa por estar “contaminada” ideologicamente.

Com o devido sucesso, não demorou muito tempo para surgir a versão remasterizada, que traz gráficos ainda melhores e jogabilidade adaptada para o padrão mouse e teclado. No quesito visual, République continua bonito e evolui muito, fazendo valer sim o “Remastered” que acompanha o nome. Como é um jogo em que as expressões faciais são importantes na história e na imersão, vemos que Hope está muito melhor detalhada e a Unity 5 foi bem utilizada aqui.

Como République se saiu em sua versão remasterizada para PC? Vem com a gente conferir.

Porém como estamos falando de um jogo de computador, o “impressionante” não existe. Quero deixar bem claro que isso não é um problema, apenas tento dizer que o visual impressionou muito nos celulares, já que a diferença gráfica na época entre este jogo e os demais era imensa, porém nos computadores é apenas um jogo bonito. E que bom que é bonito.

Nos áudios, nada de novo. Apenas a diferença de que com um bom sistema de som no computador, não vai ser necessário usar os fones de ouvido para apreciar a qualidade sonora (incluindo os momentos de silêncio), mesmo sabendo que muitos jogadores curtem jogar com fones. Nada muda, porém quem curte (e pode) jogar com o som nas alturas poderá curtir o mesmo jogo de maneira mais “profunda”.

E por fim, o combo teclado+mouse. Novamente não existe diferenças, quando estamos falando da jogabilidade em si. Do mesmo jeito que é prático jogar République usando dos recursos de toque (o toque em si, a pinça e as opções de câmera) em um celular, também é prático jogar usando até o trackpad do notebook e as teclas de apoio. Como joguei nas duas maneiras, percebi que as duas estão eficientes e que podem oferecer a mesma experiência. Questão de gosto.

Como République se saiu em sua versão remasterizada para PC? Vem com a gente conferir.

O legal de République Remastered é que quem comprou o jogo já recebe de cara os três episódios. Quem joga nos celulares já sabe que você compra apenas o primeiro capítulo e precisa ir comprando os outros com o passar do tempo. O prometido são cinco, porém até o momento são três os disponíveis, que os jogadores de PC já recebem ao começar um novo jogo.

No fim das contas, République Remastered não tem o mesmo apelo de jogos como Grim Fandango ou Ducktales, jogos clássicos que receberam adaptações e no caso do segundo, até novos gráficos e recursos para trazer nostalgia e angariar novos adeptos; ele se encaixa melhor no time de The Last of Us, que usa os mesmos recursos em plataformas mais completas, permitindo uma experiência melhor.

République Remastered é da Camouflaj já está disponível para PC e Mac. As configurações para jogá-lo são simples, porém uma placa de vídeo um tanto mais atual fará muita diferença para conferir o jogo em toda a sua qualidade gráfica.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *