Conheça Bvoid, um indie game que quer ressuscitar o insano LSD Dream Emulator

7 de março de 2018
Autor: Renan do Prado

Conheça Bvoid, um indie game que quer ressuscitar o insano LSD Dream Emulator

LSD Dream Emulator é um dos games mais bizarros e misteriosos já criados na história. Lançado lá em 1998, o game era uma forma de experiência, junto de um diário de sonhos e um álbum de música criados por Hiroko Nishikawa. Toda a bizarrice do game o tornou mundialmente famoso, contando inclusive com uma assombrosa Creepypasta, a lenda do Gray Man.

E hoje, 20 anos depois, um único desenvolvedor quer reviver essa experiência com Bvoid, um game exatamente como o antigo LSD, cuja campanha foi lançada no site de crowdfunding indiegogoO game é descrito como um terror psicológico experimental, em que o jogador viajará por diversos sonhos diferentes gerados randomicamente, mas cheios de elementos macabros seguindo os dois temas principais do projeto: Morte e Morrer.

Dê só uma olhada aí no gameplay de Bvoid, que lembra muito LSD, mas muito mais infernal:

Apesar de parecer apenas um monte de salas aleatórias com muitas coisas bizarras e imagens diferentes nas paredes, chão e teto, o game promete ser coerente e ter uma história que o jogador poderá acompanhar através de observações e algumas cutscenes em FMV. A história do game não será entregue de forma direta, caberá ao jogador ser bastante observativo e interpretar as coisas que vê, encaixando as peças e descobrindo o significado por trás de tudo.

O game está sendo criado sozinho por Toni Kortelahti, famoso por ser o dono do canal de youtube 98DEMAKE, que recria grandes games de hoje em dia como se tivessem sido criados na época do PSOne, como Dark Souls, The Last of Us, Assassin’s Creed e muitos outros. A campanha do game já alcançou 50% do total pedido, que é a quantia de $ 6.900,00 dólares. A campanha irá até o final deste mês e se o valor for atingido, o game será lançado ainda em 2018 com versões para PC, Mac Linux.

(Via: Rock Paper Shotgun)

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *