Conheça o ETF NERD, um jeito prático de se investir na indústria de games

11 de novembro de 2020
Autor: Junior Candido
Conheça o ETF NERD, um jeito prático de se investir na indústria de games

Como você sabe, o mundo dos investimentos está, a cada dia, mais democrático e acessível. E também sabe que a indústria do videogame, seja falando de consoles, PCs, jogos, ou o universo dos eSports, é bilionária e também atrai muitos investidores. E não é de hoje, que ambos os universos caminham juntos, de mãos dadas, gerando cada vez mais dinheiro.

Muitas companhias de games, ou que tem videogame no seu portfólio, estão listadas em bolsas em todo o mundo. Incluindo o Brasil, que conta com algumas empresas estrangeiras, acessíveis via BDR. Mas você sabia que existe uma forma muito simples e prática, de se investir em diversas companhias de games em apenas um investimento?

É o que vamos ver hoje, com o ETF NERD. Aqui, você saberá mais sobre o que é um ETF, entenderá a razão de existir do NERD, e saberá como investir neste ativo, caso tiver o interesse. E não custa lembrar: o intuito deste artigo não é o de recomendar compra de ativos, e não se trata de um artigo patrocinado. O objetivo aqui é apresentar uma modalidade de investimentos, que conta com um produto focado na indústria do videogame. Sempre que quiser investir em ativos, a recomendação é de estudo profundo do tema, e fazer o investimento com total consciência sobre o que é o mercado financeiro.

O que é um ETF?

Conheça o ETF NERD, um jeito prático de se investir na indústria de games

Exchange Traded Fund (ETF). Esta sigla define um produto disponível na bolsa de valores de muitos países, que é, basicamente, um fundo de investimento. A diferença é que eles são negociados na Bolsa, de maneira semelhante a uma ação, mas ao invés de representar uma empresa, representa um índice.

E os índices são os mais variados. No Brasil, por exemplo, existem ETFs que replicam o desempenho do Ibovespa, o BOVA11 e o BOVV11. Assim, o investidor terá seu desempenho e rentabilidade bem próximo do desempenho da Bolsa de Valores como um tudo. Ou seja: se a Bolsa de Valores crescer 4% em determinado dia, estes ETFs valorizarão em porcentagens semelhantes.

Além deste, temos outros índices, como o IVVB11, que replica o comportamento das 500 maiores empresas nos EUA, o S&P 500; O SMALL11, que reproduz o rendimento de empresas com baixo volume de negociação; o IMAB11, que replica o comportamento do Tesouro Direto IPCA+; e o ECOO11, que replica o desempenho de empresas que adotam boas práticas em relação à emissão de gases causadores do efeito estufa.

Como você viu, há muitos “temas” que os ETFs podem reproduzir, que variam desde um grupo de empresas em determinada bolsa, como questões comportamentais e de governança. Assim, há espaço para vários tipos de ETFs, incluindo, claro, o universo dos videogames.

o ETF NERD

Conheça o ETF NERD, um jeito prático de se investir na indústria de games
Os dez países mais presentes no ETF NERD. Fonte: etf.com

Como já sabemos, a indústria dos videogames movimentou cerca de 120 bilhões de dólares, e para 2020, a projeção é de lucros de quase 160 bilhões de dólares. Também é fácil perceber que a indústria de videogames se transformou em algo gigante, observando o patamar de games, consoles, e de eventos, como as feiras espalhadas pelo mundo, ou os torneios de eSports.

O suficiente, claro, para atrair investidores. No exterior há diversas empresas, indo da Take-Two ou EA nos EUA, passando pela Ubisoft e CD Projekt Red na Europa, até Square Enix e Nintendo no Japão. E, para investir em outros países, há várias questões que devem ser consideradas. Pois cada um tem suas regras, permissões e questões fiscais.

Exemplificando, é mais fácil para um brasileiro investir em empresas de games listadas nos EUA, do que na Europa, que é mais restritiva, ou no Japão, que além de restrições, há a barreira do idioma, para algumas pessoas. É aí que entra a praticidade do ETF NERD.

Conheça o ETF NERD, um jeito prático de se investir na indústria de games
As dez empresas mais presentes no ETF NERD. Fonte: etf.com

O NERD, ou Roundhill BITKRAFT Esports & Digital Entertainment ETF, replica o desempenho de companhias de games e eSports pelo mundo. Possui, em seu portfólio, companhias dos EUA, França, Japão, Suécia, Hong Kong, China, Taiwan, Suíça, entre outros. Seu “top 10” é formado por:
Corsair, Tencent, Modern Times, Activision Blizzard, DouYu, Sea Ltd, HUYA, Razer, Bilibili e Turtle Beach. Estas representam 49% da carteira de ativos do ETF. Mas ainda fazem parte deste ETF mais empresas, como a Konami, EA, Ubisoft e Take-Two.

Tais companhias atuam em diversos ramos do entretenimento digital: temos fabricantes de equipamentos, produtora de games AAA, produtora de games móveis, e a Tencent, que sozinha, possui um portfólio gigantesco, com ações de Epic Games, Blizzard, Activision, Garena, Riot, Baidu, BlueStacks, Alibaba Group, e SuperCell. Ou seja, neste ETF, você estará praticamente exposto a quase tudo do mundo atual do videogame, incluindo Call of Duty, League of Legends, Valorant, Fortnite, emulador de Android focado em games, Free Fire, entre muitas coisas mais. Sem a necessidade de estudar para investir em empresa por empresa. Ou ainda, abrir conta em corretoras de diversos locais do mundo, para ter acesso a companhias específicas.

Maiores informações sobre o ETF, incluindo dados mais técnicos e sua rentabilidade, podem ser encontrados no site ETF.com, especializado neste tipo de ativo. Ou em sua página oficial, da Roundhill Investments. É possível encontrá-lo em corretoras estrangeiras, acessíveis para brasileiros, como a TD Ameritrade, Interactive Brokers, ou a Charles Schwab. Cada corretora tem suas regras e metodologia de criação de contas. Mas brasileiros podem solicitar a abertura de contas, respeitando as regras de cada corretora.

Uma resposta para “Conheça o ETF NERD, um jeito prático de se investir na indústria de games”

  • 12 de novembro de 2020 às 12:01 -

    Gabriel Cardoso

  • Excelente conteúdo. Meu conhecimento sobre investimentos é muito raso e, portanto, desconhecia completamente este ETF. Meus planos para começar a investir estão próximos e, com certeza, vou pesquisar mais afundo para incluir o mercado dos games nessa.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *