Creepypasta Arkade: Conheça Petscop, um macabro e totalmente desconhecido game que de repente ressurgiu

3 de Maio de 2017
Autor: Renan do Prado

A ligação desse caso com o game transformou Petscop em algo ainda mais perturbador do que já era. O game que por si só já era completamente estranho, sombrio, com segredos macabros e ainda mais por se tratar de um suposto game cancelado que ressurgiu 20 anos depois de sua criação.

Se isso já não fosse perturbante o bastante, o game acaba conseguindo se superar. Paul acabou descobrindo o segredo do moinho visto na sala do objeto que responde perguntas. Uma espécie de câmera de vídeo escondida na escuridão da superfície, o Newmaker Plane, como em breve ele descobriria. Essa câmera está apontada para uma estranha estrutura circular, que apenas mais tarde ele descobre o que realmente se trata. No quinto vídeo da série de gameplay de PetscopPaul volta para o objeto vermelho que responde perguntas e passa a testar diferentes questões para tentar descobrir algo novo.

Creepypasta Arkade: Conheça Petscop, um macabro e totalmente desconhecido game que de repente ressurgiu

Com isso, ele descobriu que o nome desse estranho objeto é TOOL (ferramenta), que parece ter sido programado para responder a perguntas bem específicasAlgumas das perguntas feitas foram: Quem é Tiara? Cuja resposta foi uma espécie de elogio ao jogador por fazer uma pergunta aparentemente relevante. Ao perguntar “Quem sou eu?”, Tool responde que o personagem controlado pelo jogador é o Newmaker, e que o lugar onde ele está é abaixo do Newmaker Plane. E então, as coisas simplesmente fogem do controle de forma repentina.

Tool, que até então era vermelho, se torna rosa. Tanto em aparência, como em sua caixa de texto, e passa a se comportar de maneira totalmente inesperada. Nessa forma, Tool demora mais tempo para responder perguntas, e as responde com textos em outro tipo de fonte e com mensagens que parecem ser para o jogador, fora do game. Quando Paul pergunta “Quem é você”, a resposta é  “TURN OFF PLAYSTATION” (Desligue Playstation). Assustado, Paul reage perguntando “Porque?”, a resposta dada é: “MARVIN PICKS UP TOOL HURTS ME WHEN PLAYSTATION ON”. Essa é uma frase de significado ambíguo, mas que segundo especulações significa: “Marvin pega Tool (ferramenta) me machuca quando Playstation ligado”, em tradução livre e mantendo os erros gramaticais.

Com isso, o game passou a interagir diretamente com o jogador, como se uma espécie de entidade estivesse usando o game para tentar se comunicar, e isso fica ainda mais evidente no sexto vídeo de Petscop. Nesse vídeo, Paul volta a observar o moinho na sala de Tool. Após mais de duas horas (segundo o vídeo), um novo personagem aparece, um sprite totalmente preto com o corpo idêntico ao do personagem controlado pelo jogador, mas com uma cabeça diferente, que aparenta ter um chifre ou uma mecha de cabelo espetada.

Esse novo personagem se aproxima da câmera e consegue girá-la para outro lado, e então começa produz mensagens, construindo frases usando blocos de letras e até de objetos. A figura, que passou a ser chamada de Shadow Monster Man (a mesma menciona na nota vinda com o game) começa a escrever coisas como: “Onde está minha casa”, mostrando um pedaço da casa verde vista em um quadro no segundo vídeo do game. Seguido por “Onde está a escola” mostrando um pedaço do prédio visto no quadro seguinte. E por fim, terminando com a frase “I will follow” (“Eu seguirei”, possivelmente significando que a figura seguirá o jogador em busca dos locais mostrados). Após isso, um novo Pet aparece, Toneth, visto pela primeira vez em um quadro em Gift Plane, no primeiro vídeo.

Creepypasta Arkade: Conheça Petscop, um macabro e totalmente desconhecido game que de repente ressurgiu

Paul então volta para Newmaker Plane e encontra o lugar onde o Shadow Monster Man apareceu, e nesse lugar, está Toneth, que ele pode capturar. Ao verificar a descrição do personagem, mais coisas estranhas. Inicialmente, há apenas um texto dizendo “Insira descrição aqui”, como se a descrição do personagem ainda não tivesse sido programada pelos produtores do game. Mas ainda havia mais, uma espécie de explicação sobre Toneth, com uma breve descrição do que ele é, feita por Mike, o menino morto. Descrições sobre seu visual, misturados com a história de um cachorro que sobreviveu a um atropelamento, mas que a pessoa que escreveu o texto queria matar, seguido de várias coisas sem sentido.

E ao fim do vídeo, Paul comenta como o game tenta fazê-lo acreditar que há uma entidade, ou uma IA tentando se comunicar, mas não de maneira eficaz. Comentando que se realmente se tratasse de um “fantasma”, ele se comunicaria de forma mais direta, e não com mensagens vagas. Mas ao fim do vídeo ele comenta algo curioso, segundo ele, tudo o que foi visto enquanto jogava não acontecia caso ele criasse outro arquivo de save para o game. Nenhuma das coisas estranhas, como por exemplo encontrar a personagem sorridente em Quitter’s Room, aconteceu.

A história de Petscop se espalhou rapidamente, e muitas pessoas pela internet estão tentando investigar sobre o game e sobre suas mensagens. Muitas análises e pesquisas já foram feitas, inicialmente sobre a autenticidade do game. Ninguém até hoje já ouviu falar de Petscop, muito menos de sua produtora, Garalina. Muitos apontaram o fato de que é possível que Petscop fosse a primeira criação do estúdio, e como o game jamais foi lançado, não há qualquer informação sobre ele ou a produtora em nenhum lugar.

Creepypasta Arkade: Conheça Petscop, um macabro e totalmente desconhecido game que de repente ressurgiu

O visual do game de fato se parece muito com o de um game de PS1. gráficos simples, resolução baixa, serrilhados em objetos tridimensionais, e etc. Mas muitos debatem sobre certos aspectos visuais do game que conflitam com a data de 1997 apresentada em sua tela inicial. São debates muito técnicos, mas que apontam coisas como a iluminação que segue o personagem nas áreas escuras, e alguns objetos tridimencionais muito “lisos”, assim como outras características técnicas do game. Em resumo, Petscop tem sim características de um game que realmente poderia ter sido criado para o Playstation 1 no passado, porém o game seria “avançado demais” para o ano de 1997.

Aliando isso ao fato de que Paul parece ignorar o público que se formou ao redor do mistério de Petscop e que acompanha os vídeos. Em todos os vídeos, Paul dá pouquíssimas informações externas, e parece ter criado os vídeos apenas para que uma pessoa os assistisse, além do fato de não compartilhar nenhuma informação, imagem ou nada do tipo sobre o game em si e sobre a suposta “nota” encontrada junto do game. Os vídeos de Petscop são centrados em apresentar o game e suas bizarrices, já as teorias e ligações encontradas foram acumuladas por centenas de pessoas acompanhando a história.

Creepypasta Arkade: Conheça Petscop, um macabro e totalmente desconhecido game que de repente ressurgiu

Por exemplo a história real de Candace Newmaker. Petscop é um game datado do ano de 1997, no entanto, o caso de Candace aconteceu no ano 2000, três anos depois. Se o game foi mesmo criado em 97, seria impossível conter todas as referências a esse caso. Com tudo isso, muitos acreditam que Petscop não seja um game realmente cancelado de Playstation, mas talvez um game novo criado com o propósito de ser usado como um ARG (Alternate Reality Game), uma espécie de jogo interativo com uma difícil definição, mas que consistiria em interações de jogadores por múltiplas mídias. Por exemplo um game que entrega um mistério onde o público o investiga “por fora”, pela internet. Para então voltar para dentro do game e continuar avançando. Grosso modo, uma espécie de RPG de mesa gigantesco, alguém apresenta as situações e mistérios em forma de um game, e os jogadores contribuem entre si em diversas mídias para seguir com a história.

Creepypasta Arkade: Conheça Petscop, um macabro e totalmente desconhecido game que de repente ressurgiu

O vídeo mais recente de Petscop foi enviado há apenas alguns dias atrás, e começa a dar um pouco mais de respostas sobre os mistérios do game, ao passo que apresenta novos segredos. Tool volta a se comunicar diretamente com o jogador, dizendo para que o jogador encontre a casa de Marvin, além disso, pede para que ele encontre “1000 Pedaços” para serem usados em uma máquina no porão da escola. Além disso, mais coisas relacionadas aos Pets começam a ser descobertas, como uma possível utilidade para eles dentro do game, que ainda há de ser entendida. Além de mais um novo mistério ao final, um objeto censurado no vídeo, seguido de uma mensagem ao final em que, seja lá quem estiver por trás desses videos, afirma que não pode revelar oque foi censurado, muito menos o motivo da censura. Uma coisa é certa, Petscop ainda tem muito a ser descoberto.

Qual é a verdade por trás de Petscop? Ninguém ainda sabe ao certo, e as coisas ficam mais e mais estranhas conforme Paul e todos que acompanham seus vídeos se aprofundam mais e mais nesse estranho game. Apesar do consenso atualmente ser o de que Petscop não é um game “real”, ou seja, não é um game antigo cancelado que foi descoberto recentemente, ainda assim a dúvida permanece sobre sua autenticidade. E se no fim das contas o game realmente for um projeto antigo cancelado há 20 anos atrás?

Tudo ainda é muito misterioso. Muitos acreditar que os vídeos de Petscop foram gravados nos passado, e que apenas agora estão sendo enviados para o Youtube. O que faz sentido, ao se levar em conta que Paul parece não ter consciência do público de seus vídeos. Mas ainda assim, o que tudo isso significa? Um game que surge de repente revelando-se ser algo completamente macabro, envolvendo questões como abuso infantil, mortes e inclusive o caso de Candace Newmaker. Qual afinal é o objetivo por trás de tudo isso? Seja Petscop um game real do Playstation 1 ou não, uma coisa é fato: Alguém criou esse game. Mas quem o criou, e porque? Quem está atrás da misteriosa produtora Garalina?

Creepypasta Arkade: Conheça Petscop, um macabro e totalmente desconhecido game que de repente ressurgiu

O mistério de Petscop ainda não acabou. Na verdade, ele apenas começou. Respostas e mais perguntas estão sendo entregues, o misterioso game passa a ser compreendido melhor dentro de suas mecânicas, e padrões começam a ser entendidos. Mas ainda assim, o enigma permanece. O que realmente é esse game? O que significam suas ligações com um caso de morte real, e seus vários indícios de abuso infantil? Ainda não sabemos, e o mistério tende a ficar mais nebuloso daqui por diante.

20 anos se passaram desde 1997. 20 anos de um mistério que jamais se teve qualquer conhecimento, sequer uma mínima menção ou registro. Você acredita que Petscop realmente foi criado no passado? Que o game esconde algum segredo ainda maior do que si próprio? Talvez em breve todas essas perguntas sejam respondidas, Petscop pode realmente se revelar como uma ARG, uma Creepypasta muito bem elaborada, ou até mesmo como algo verdadeiro, porque não? Só o tempo dirá qual é a verdade por trás de tudo isso, a menos que não haja verdade a ser descoberta no fim das contas.

(Via: Kotaku, Reddit, Petscop Wikia)

Esta matéria possui mais páginas: 1 2

11 Respostas para “Creepypasta Arkade: Conheça Petscop, um macabro e totalmente desconhecido game que de repente ressurgiu”

  • 4 de Maio de 2017 às 14:50 -

    Kamikaze

  • Soube desse Petscop hoje. Agorinha pouco mesmo, pra ser mais exata, através dos comentários do vídeo de uma hack macabra de Mario cujo canal acompanho, Strongstar Productions. Meus parabéns pelo artigo! Está muito bem montado, elucidativo e sem sensacionalismo, visto as notas no final como “é impossível um jogo de 1997 relatar um caso que aconteceu em 2000” e etc. Aqui, vocês só apresentaram o que é e o que acontece, mas verdade seja dita, de qualquer forma. Sobre o caso da menina, se realmente aconteceu, é de partir o coração… Ansiosa para o Fábrica de Noobs fazer um vídeo sobre isso. Até mais e um abraço!

    • 27 de outubro de 2017 às 21:45 -

      Estéfani

    • Eu queria jogar mais eu nunca achei , alguém me fala onde eu possa encontrar ???? Por favor ????

  • 4 de Maio de 2017 às 23:51 -

    Babiro

  • Muito boa matéria Renan. Fico feliz de ver a creepypasta de volta, fazia tempo e estava té com saudades kk. Espero que continue escrevendo creepys com mais frequência. E essa história mano… coisa bisarra, realmente muito estranho ninguém nunca ter ouvido falar do game em 20 anos. Espero que você atualize a matéria quando essa história chega ao vim kk.

  • 20 de Maio de 2017 às 16:15 -

    BlazerTerrorBR

  • Creepypasta macabra, hein. Mais uma creepypasta incrivel que entra na minha lista :D

    • 12 de setembro de 2017 às 16:47 -

      GriNGo

    • Não é creepypasta, é uma história real

  • 13 de setembro de 2017 às 13:59 -

    tomas

  • eiiiiiiiiiiiiiiiiiiiitaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

  • 13 de setembro de 2017 às 14:01 -

    tomas

  • gritoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo

  • 27 de outubro de 2017 às 21:47 -

    Estéfani

  • Eu queria jogar o jogo só que eu não acho e eu quero muito jogar o jogo , alguém pode me ajudar falando onde eu possa encontrar o jogo ?????? , por favor ??????

    • 11 de dezembro de 2017 às 02:24 -

      Thiago Joanet

    • O jogo não existe.

  • 11 de dezembro de 2017 às 02:24 -

    Thiago Joanet

  • Alguém sabe onde e/ou como encontro o vídeo Real? Queria MUITO ver…

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *