Desculpe, Bruce Willis, mas Duro de Matar é sim um filme de natal e temos como provar!

22 de julho de 2018
Autor: Junior Candido

Desculpe, Bruce Willis, mas Duro de Matar é sim um filme de natal e temos como provar!

Existia uma questão muito bem resolvida até esta semana, e diz respeito ao filme Duro de Matar. Todos sabemos que um dos filmes de ação mais legais de todos os tempos é no natal e também tem muito do espírito natalino, porém Bruce Willis fez questão de criar um debate, ao dizer que para ele, não tem nada de natal em meio a sua história de tiroteios e pancadaria.

Enfim, não só eu, mas o Cleveland Brown, de Family Guy, e os amigos do Twitter que responderam a uma enquete sabem que o ator que protagonizou o filme está completamente errado. E, como um argumento precisa de provas, então lá vai elas!

O filme começa e termina com músicas de natal!

Desculpe, Bruce Willis, mas Duro de Matar é sim um filme de natal e temos como provar!

O filme termina com Let it Snow, tradicional música natalina de fim de ano dos EUA. Só isso já seria o suficiente para colocá-lo no mesmo grupo de Esqueceram de Mim, não concorda? Porém não contente em se firmar como um filme natalino, ele começa com Christmas in Hollis do Run DMC. É um filme de Natal com músicas típicas e só isso é o o que precisamos para dizer que o senhor Willis está enganado em suas colocações.

John McClane passa parte do filme se espremendo entre espaços apertados, como se fosse uma… chaminé!

Desculpe, Bruce Willis, mas Duro de Matar é sim um filme de natal e temos como provar!

Quer “mensagem subliminar” melhor do que essa? John McClane se espremendo pelos sistemas de ventilação, pronto para entregar “presentes” para quem “se comportou bem”? Poxa vida! Bruce Willis é o Papai Noel em pessoa! Com seu arsenal de “balas” para distribuir, enquanto desce (tá, sobe!) pelas “chaminés” disfarçadas de sistemas de ventilação.

O Papai Noel não entega presentes sem ajudantes… John McClane também!

Desculpe, Bruce Willis, mas Duro de Matar é sim um filme de natal e temos como provar!

Isso mesmo! Assim como o bom velhinho precisa de ajudantes para garantir o natal das crianças, em Duro de Matar o papel de apoiar o nosso herói natalino cabe a Al Powell, olhos e ouvidos de McClane.

Três presentes muito especiais…

Desculpe, Bruce Willis, mas Duro de Matar é sim um filme de natal e temos como provar!

É “mensagem subliminar” o que você quer? Então toma mais uma! Assim como diz na Bíblia, os Reis Magos foram até o menino Jesus e levaram presentes: ouro, incenso e mirra. McClane também representa estes reis, levando C4, uma metralhadora e pescoços quebrados.

Manjedouras e sofás

Desculpe, Bruce Willis, mas Duro de Matar é sim um filme de natal e temos como provar!

Na Bíblia, diz também que José decidiu descansar em uma manjedoura, uma vez que não havia nenhum local para se hospedar com sua esposa grávida. Se tal acontecimento fosse nos dias de hoje, um sofá seria um lugar equivalente, para uma mãe dar a luz de maneira improvisada. Lembre-se que uma mulher dá a luz no filme com apoio da Holly McClane e descansa no único lugar possível no momento…

O filme acontece durante uma festa de natal, e na véspera de natal!

Desculpe, Bruce Willis, mas Duro de Matar é sim um filme de natal e temos como provar!

Duro de Matar poderia ter acontecido durante um sábado qualquer, um dia de ação de graças, um carnaval, ou mesmo na páscoa. Mas ELE ACONTECEU NA VÉSPERA DE NATAL! Os cenários são natalinos, o espírito de confraternização paira no ar e o Natal ainda faz com que os eventos tenham ainda mais comoção.

É um filme familiar!

Desculpe, Bruce Willis, mas Duro de Matar é sim um filme de natal e temos como provar!

O que filmes natalinos mostram, em sua imensa maioria? Lições de vida e famílias se reconciliando após passarem por momentos desagradáveis. E o que Duro de Matar oferece? Um casal brigado que, após todos os eventos do filme, acabam fazendo as pazes e curtindo juntos o quê? O NATAL!

“Agora eu tenho uma metralhadora. Ho-Ho-Ho”

Desculpe, Bruce Willis, mas Duro de Matar é sim um filme de natal e temos como provar!

Um dos melhores momentos do filme é o recado de que todos precisavam! Alan Rickman vê seu capanga morto com o novo “presente” do nosso “Papai Noel”, que agora, com uma metralhadora, poderia distribuir suas balas com mais rapidez, a todos os meninos bons!

Clevenland Brown disse que é um filme de natal e assim que é!

Desculpe, Bruce Willis, mas Duro de Matar é sim um filme de natal e temos como provar!

Cleveland Brown é um dos amigos de Peter Griffin em Family Guy e ganhou seu próprio seriado, por alguns anos, que mostravam suas aventuras com sua nova família. E, em um episódio NATALINO, ele conta a história de seu “filme de natal preferido”. Adivinha qual é? Isso mesmo, Bruce Willis: DURO DE MATAR!

O escritor do filme dá a “facada final”: é Natal e ponto final!

E se nada disso for suficiente, vamos falar com quem escreveu o filme. No final do ano passado, o repóter Jake Tapper, da CNN, conversou pelo Twitter com Steven de Souza, escritor de Duro de Matar. E ele não só confirmou que estamos sim assistindo a um filme natalino, como deixou o tweet abaixo, publicado no dia 25 de dezembro… Bom, feliz natal!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *