O Dr. Segurança Jorge Lordello irá te oferecer dicas de segurança pessoal em Pokémon GO

4 de agosto de 2016
Autor: Junior Candido

O Dr. Segurança Jorge Lordello irá te oferecer dicas de segurança pessoal em Pokémon GO

Pokémon GO já está entre nós, mas desde seu lançamento, nos Estados Unidos e Austrália, ao mesmo tempo que o jogo se tornou um fenômeno cultural, também acabou ocasionando notícias das mais esquisitas, envolvendo principalmente problemas com a segurança pessoal.

Pensando então na sua segurança e na de seus amigos, conversamos com Jorge Lordello, o Doutor Segurança. Lordello é Especialista em Segurança Pública e Privada, Escritor Internacional, Palestrante e Conferencista. E também apresenta o programa “Operação de Risco” exibido todos os sábados ás 22h na RedeTV. O Doc, como é chamado pelos seus seguidores no Twitter, é a pessoa ideal para conversarmos a respeito de jogar Pokémon GO com segurança, para que não tenhamos tantas notícias desagradáveis como as que acompanhamos nos últimos dias.

As dicas valem para todas as idades: seja para as crianças que já estão acostumadas com os smartphones, adolescentes curiosos ou mesmo para adultos meio desligados, que correm riscos de encarnar o Inspetor Clouseau ou o Mr. Bean pelas ruas das cidades..

Arkade – O Pokémon GO tem como sua principal funcionalidade o GPS, que é responsável por “espalhar” os Pokémons no mapa real. Como aproveitar o jogo tomando os devidos cuidados com a geolocalização?

Jorge Lordello – A principal preocupação é não deixar o recurso de geolocalização on line no seu smartphone depois que acabar de brincar com o Pokémon GO. Talvez o leitor não saiba, mas se enviar ou postar uma foto em qualquer rede social e seu smartphone estiver com o geolocalizador ativado, qualquer pessoa poderá ter acesso ao local exato onde você está.

A polícia de Los Angeles/EUA prendeu, no início de dez/2015, Arturo Galvan, de 40 anos, acusado de subtrair dezenas de calcinhas, sutiãs, joias, além de TVs e iPads. Os investigadores descobriram que o suspeito navegava em diversas redes sociais procurando mulheres que residissem em sua região, e através das fotos postadas por elas com o geolocalizador ligado, planejava invasões às suas casas. Ele monitorava as vítimas para saber também quando iriam viajar ou tinham balada ou festa programada.

Após ter certeza que as residências estariam vazias, ele não encontrava dificuldade para entrar e subtrair pertences, principalmente peças íntimas. Muita gente posta, diariamente, fotos que representam estilo de vida e condição econômica. Mostram suas residências com os respectivos números, além de imagens de seus carros onde se pode visualizar as placas e outros detalhes importantes do cotidiano.

Com esses dados, se obtém facilmente endereço residencial e do trabalho. Outras postagens tornam possível a identificação do local de estudos de filhos, qual academia de ginástica ou restaurante que frequenta e etc. Todas essas atitudes deixam o usuário muito vulnerável. Para ter certeza que o geolocalizador de seu telefone celular está inativo, siga as seguintes orientações: no aplicativo padrão de fotos do Android, escolha a opção configurações e desative a função “salvar localização”. Já no iOS, vá em Ajustes, depois Privacidade e em seguida Serviços de localização. Siga até o item Câmera e desative a opção.

Arkade – Foi relatado em O’Fallon, no Missouri (EUA), um caso envolvendo assalto a mão armada. Os ladrões conferiam posições de jogadores procurando pessoas em locais isolados, como estacionamentos. Como evitar assaltos ou o que fazer caso perceber alguma ação suspeita de desconhecidos?

Jorge Lordello – Quando era criança adorava perseguir balões durante o mês de junho. Com o tempo isso foi se tornando um hábito e os jovens reuniam-se em turmas para correr atrás dos balões. O sentimento de competição deixava as pessoas ansiosas e até agressivas. Muitas brigas entre grupos ocorreram, sem contar os atropelamentos e quedas pois no momento em que os garotos fixavam sua atenção para o ceú, deixavam de enxergar a realidade das ruas e do trânsito.

A sorte é que há 40 anos o risco de assalto era ínfimo. O objeto mais roubado em todo Brasil é o aparelho celular, bateu todos os recordes nas estatísticas policiais. No jogo virtual, os jovens vão as ruas com os celulares nas mãos e para piorar, a atenção não esta voltada para a segurança e sim encontrar o Pokémon.

O Dr. Segurança Jorge Lordello irá te oferecer dicas de segurança pessoal em Pokémon GO

Para um jogo que te incentiva a jogar pelas ruas, todo cuidado é pouco.

Arkade – Também foi relatado casos envolvendo descoberta de cadáver. Sabendo que o jogo incentiva o jogador a ir para vários locais para a caça dos Pokémons, como destacar uma margem segura para aproveitar o jogo, sabendo que avenidas e florestas oferecerão o mesmo conteúdo?

Jorge Lordello – Acho difícil falar em margem de segurança, pois o risco de queda, acidente e de assalto, pode ocorrer na Avenida Paulista, como também em uma rua da periferia das grandes capitais. Se porventura os usuários do jogo forem para regiões rurais, os problemas também continuarão existindo, ou na esfera de acidentes como também no que tange a ação de bandidos. Antigamente a criminalidade era localizada nos grandes centros e nas regiões periféricas das capitais brasileiras. Com o avanço do Crack, temos o fenômeno da democratização da violência urbana que atinge todos os municípios do Brasil. Se você acha que estou exagerando, escolha uma cidadezinha qualquer e procure na internet o site do jornal daquela localidade. Infelizmente verás na primeira página a noticia de crime grave, como manchete.

Arkade – E ainda sobre estar nas ruas, como evitar acidentes causados pela distração? Houve um caso nos Estados Unidos no qual dois jovens receberam tiros por estacionar em uma casa para capturar os Pokémons. O dono da casa achou que se tratavam de ladrões.

Jorge Lordello – Pais e educadores precisam conversar com filhos e alunos e disseminar a cultura da prevenção de acidentes e de crimes. É possível brincar e se divertir, mantendo o foco na segurança pessoal. Entendo que é mais seguro os competidores brincarem em grupo do que sozinhos. Destaque pelo menos uma pessoa que não estará participando do jogo e terá a missão de vigiar a atuação dos demais amigos. O mesmo conselho forneço para jovens que vão para a balada de carro. É muito mais seguro todos irem no mesmo veiculo, sendo que o motorista deve-se comprometer a não ingerir bebida alcoolica. Na semana seguinte, outro amigo assume o volante e assim temos um revezamento saudável em prol da segurança de todos.

Arkade – Por causa da popularidade da marca Pokémon, vários aplicativos falsos aparecem nas lojas online para serem baixados. Quais são os riscos de ter um aplicativo desta natureza em um smartphone?

Jorge Lordello – O risco é grande pois os hackers estão sempre na frente e com novidades diárias. O perigo maior é baixar aplicativo pirata e também de receber vírus no celular, capaz de interferir perigosamente no jogo. Portanto todo cuidado é pouco.

O Dr. Segurança Jorge Lordello irá te oferecer dicas de segurança pessoal em Pokémon GO

Os primeiros registros de assaltos envolvendo Pokémon GO já apareceram. Atenção pessoal! Via G1

Arkade – Para terminar: quais dicas, seja para Pokémon GO, ou qualquer outro aplicativo, o Doutor oferece para um bom uso dos smartphones, evitando assim problemas de várias espécies, como assaltos ou segurança de dados?

Jorge Lordello – Se você tem celular com internet, tenha em mente que bandidos digitais vão tentar, a todo custo, inserir vírus em seu aparelho, com o intuito de capturar dados pessoais, do internet banking e até fotos para lhe ameaçar.

Portanto, para não ser ludibriado, aprenda a operar o celular de forma segura.

É bastante comum se receber e-mails ou torpedos com ofertas imperdíveis e prêmios mirabolantes. Jamais abra anexo ou acesse link que não tenha confiança plena. Assim como você não abre a porta de casa para pessoa estranha, não permita que criminosos virtuais entrem em seu computador portátil. Também é muito comum receber e-mails de bancos ou instituições do governo, tais como INSS e Receita Federal, solicitando recadastramento.

Não se desespere; não tome nenhuma atitude sem antes refletir. Entendo que órgãos públicos não pedem esse tipo de informação pela internet. Exclua e bloqueie imediatamente o remetente do e-mail malicioso.
Outra estratégia usada pelos marginais digitais, é o envio de fotos e vídeos sensuais, engraçados ou com sátiras a políticos. A curiosidade faz com que muitos internautas acessem essas imagens sem antes verificar quem está mandando o presente surpresa, possibilitando, assim, que vírus penetrem em seus celulares, tabletes ou computadores de mesa.

Em alguns casos, é introduzido o chamado “vírus espião”, que irá vasculhar todo o conteúdo do seu equipamento e surrupiar o que desejar. O pior, é quando usam seu próprio aparelho para mandar mensagens a seus amigos pessoais. E se você receber mensagem, mesmo de amigo, com o link de um aplicativo para baixar?

Você teria a cautela de entrar em contato com a pessoa conhecida para se certificar se foi ela mesmo que lhe enviou a sugestão?

Sempre que for baixar aplicativo, verifique se o link é da loja oficial do Android (Google Play) ou iOS (Play Store).

Lembre-se que seu amigo pode ter tido o aparelho infectado com a finalidade de disseminar links contaminados. Além de se ter conduta segura na internet, é importantíssimo instalar antivírus no celular e atualizar sempre os aplicativos, criando, dessa forma, uma barreira invisível, como se fosse uma parede blindada.

O Dr. Segurança Jorge Lordello irá te oferecer dicas de segurança pessoal em Pokémon GO

Jorge Lordello compartilha regularmente dicas de segurança em suas redes sociais.

Jorge Lordello também aproveitou a oportunidade para compartilhar dicas importantes de segurança para roubos de smartphones e com o uso do Whatsapp, confira:

Como recuperar celular perdido, furtado ou roubado?

Cerca de 500 celulares são subtraídos por dia em São Paulo. Essa estatística é baseada nos registros policiais.

Para tentar inibir a ação dos marginais, a Secretaria de Segurança Pública vai passar a bloquear os aparelhos furtados, roubados e perdidos, quando do registro do Boletim de Ocorrência.

A vítima deverá apresentar o IMEI (International Mobile Equipment Identity), que nada mais é que uma extensa sequência de números que pode ser obtida na nota fiscal de seu aparelho ou digitando *#06# no teclado. A numeração aparece como num passe de mágica.

Durante os registros dos boletins de ocorrência, os Delegados de Polícia vão coletar a autorização das vítimas para que a Polícia Civil possa proceder à solicitação do bloqueio junto a operadoras de celulares. Essa sistemática também permitirá que isso seja feito quando o crime for registrado pela Delegacia Eletrônica.

De qualquer forma, qualquer pessoa vítima da criminalidade pode tentar recuperar o aparelho através do rastreamento via satélite. Se tiver aparelho android com internet, é só acessar http://www.google.com/android/devicemanager. Esse site mostra a localização mais recente do seu smartphone; se o marginal não tiver desligado o aparelho.

As vítimas podem entrar em contato com a Polícia Militar, através do fone 190 e passar a localização do celular; a possibilidade de prisão e recuperação do bem será grande. O dono do aparelho subtraído poderá também “apagar” todas as informações pessoais, protegendo, assim, sua privacidade, além de impedir que a pessoa que roubou o utilize livremente.

Se por acaso o leitor não achar seu celular em casa ou local de trabalho, por exemplo, poderá, através do site mencionado acima, pressionar a função “tocar”; seu aparelho começará a fazer barulho, o que permitirá seja encontrado. O iPhone tem recurso parecido, que pode ser acessado através do link https://www.icloud.com/#find .

14 dicas para evitar que seu celular seja roubado

Celular é o equipamento eletrônico mais subtraído no país; bateu todos os recordes na estatística policial. Da mesma maneira que o mercado legal de telefonia móvel está tremendamente aquecido, o mercado ilegal está pegando fogo, principalmente pela facilidade em vender a mercadoria roubada ou trocar por drogas. O interesse do criminoso aumenta de acordo com o valor do celular. Portanto, se o leitor é apaixonado por seu aparelho, deve prestar atenção a algumas dicas de segurança:

1) Não o carregue à mostra em ruas de grande movimento e transporte público. Procure levar no bolso e com o modo vibrador acionado.

2)Em bares, restaurantes, cafeterias e casas noturnas, jamais deixe o aparelho sobre a mesa ou balcão. Ao entrevistar bandidos em cadeias públicas, ouvi diversas vezes a seguinte afirmação: “Aquilo que não vejo, não tenho como desejar”.

3)Cuidado extremo ao atender chamadas em vias públicas. Se for ligação urgente, entre em algum estabelecimento comercial, você poderá falar com tranquilidade e o nível de segurança será bem maior.

4)Em coletivos, não use celular se estiver sentado próximo à janela e com vidro aberto, pois uma mão sorrateira poderá invadir o interior do ônibus e com rapidez e destreza subtrair o aparelho.

5)Procure usar fone de ouvido acoplado ao celular, e use de discrição, principalmente em lugares de grande movimento. Cuidado para que o celular não se torne um “vício” em sua vida. Assim como existem usuários que falam ao celular até embaixo do chuveiro, encontramos pessoas desatentas que compulsivamente se veem obrigadas a atender chamadas em qualquer local, mesmo sabendo da possibilidade de roubo.

6)Não carregue celular em balada. Antes de ir, procure saber se o local conta com chapelaria. Se não tiver, deixe o aparelho em casa ou esconda-o no interior do carro, se estiver em estacionamento privado.
7)Geralmente, temos em casa celular antigo e baratinho que não usamos mais. Quando for a lugares com maior risco de assaltos, utilize esse aparelho reserva, assim, no caso de ser vítima de bandidos, pelo menos o prejuízo será bem menor.

8)Jamais deixe o celular à mostra no interior de veículo.

9)Dirigir e falar ao telefone é uma das infrações de trânsito mais cometidas pelos motoristas. O Código de Trânsito Brasileiro prevê ao infrator multa de R$ 85,13, além de adicionar quatro pontos na CNH, sem contar o risco de abordagem criminosa.

10)Se seu celular possui tecnologia 3G, instale programa rastreador, pois em caso de subtração aumenta, sobremaneira, a possibilidade de localizar o criminoso.

11)Assim como instalamos antivírus no PC, devemos fazer o mesmo com o telefone móvel ligado à internet.

12)Faça back up semanal do conteúdo de seu equipamento, pois em caso de perda ou subtração, a frustração será bem menor.

13)Cuidado com o armazenamento de fotos e vídeos sensuais; se caírem em mãos erradas, você perderá noites de sono.

14)Descubra o número secreto de seu aparelho, conhecido por IMEI, digitando *#06#. Em caso de perda ou roubo, ao informar à operadora o referido número, automaticamente o aparelho será bloqueado, independente de qual Sim Card esteja inserido.

“Whatsapp” Dicas de segurança para usuários

1)Jamais acredite em prêmios ou vantagens surpresas ofertadas por desconhecidos. Antigamente golpistas vendiam “bilhete premiado”. Atualmente eles aguçam a ganancia das pessoas com casas, carros, tablets, vale compras e etc.

2) Oculte sua foto de perfil e proteja as suas informações no WhatsApp para pessoas desconhecidas e não cadastradas por você. Vou te ensinar o passo a passo. Acesse o menu “Privacidade” e depois edite o item “Foto do Perfil” para “Ninguém”, limitando apenas para sua lista de amigos. Dessa forma, mesmo que o desconhecido descubra seu número do celular, não vai conseguir acessar a foto cadastrada no aplicativo.

3) Use senha para proteger o WhatsApp. Para obter esse recurso de segurança é so baixar o app Whatsapp Lock ou o WhatsLock.

4) Oculte fotos e vídeos que recebe no mensageiro. O WhatsApp permite que os usuários salvem automaticamente todas as fotos e vídeos recebidos nas conversas. Aconselho você desativar essas funções. É muito fácil, acesse o item “Opções de conversas” no menu e depois siga para o item “Download automático de mídia”.

Jorge Lordello está nas redes sociais também. Suas dicas de segurança, as crônicas Aventuras Urbanas e a possibilidade de interação com seus seguidores estão no Facebook e no Twitter. Além disso, você pode acessar seu site, e assistí-lo aos sábados na Rede TV, no Operação de Risco, ás 22h15min. Você pode entrar em contato com ele através de seu site: www.doutorseguranca.com.br.

Uma resposta para “O Dr. Segurança Jorge Lordello irá te oferecer dicas de segurança pessoal em Pokémon GO”

  • 4 de agosto de 2016 às 21:52 -

    Kubrick Stare Nun

  • Só precisa de 1 dica, não jogue esse jogo bosta e sem graça. Não seja um poke-mongo.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *