Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Dragon Age inquisition

31 de dezembro de 2014
Autor: Gui Mendes

Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Dragon Age inquisition

Dragon Age Inquisition, acima de tudo, é um honesto pedido de desculpas por parte da Bioware, e digo isso exclusivamente como fã declarado do mundo de Thedas. Após o conturbado lançamento de Dragon Age II, lá em 2011, muito se foi especulado sobre o que poderia acontecer com a franquia. Superando todas as expectativas, a Inquisição chegou, daquele jeito que todos esperávamos!

Lançado em novembro, Dragon Age Inquisition nos coloca na pele de um personagem 100% customizado, assim como no aclamado Dragon Age Origins: você cria seu personagem todo, podendo escolher entre as raças Elfo, Anão, Humano e até mesmo a Qunari.

O começo catastrófico do game nos apresenta o mundo de Thedas de maneira ainda mais impactante. Devido aos recorrentes eventos de Dragon Age II, uma guerra se espalhou através dos quatro cantos do mapa, entre magos e templários.

Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Dragon Age inquisition

Numa reunião emergencial entre a alta cúpula de ambas as partes e o clero (Chantria) uma explosão eclode, abrindo uma enorme fenda no céu de onde “vazam” demônios do reino Imaterial para o mundo do game.

Como único sobrevivente deste cataclisma no Templo das Cinzas Sagradas de Andraste, nosso personagem acorda com uma marca na mão esquerda capaz de fechar estas fendas demoníacas, você tem o papel de ser um dos pilares da Inquisição, e seu papel é simplesmente salvar o mundo de Thedas.

Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Dragon Age inquisition

O game apresenta jogabilidade similar à dos outros jogos da franquia, porém com um polimento visível quando comparado aos demais. RPG classicamente ocidental, é possível escolher entre a ação mais desenfreada ou um estilo mais tático, mudando o uso da câmera e a abordagem dos inimigos.

Além do massivo universo criado, que chega a ser inacreditavelmente grande, algumas mecânicas novas foram implementadas para gerar uma maior imersão no seu envolvimento com o mundo, emprestando mecânicas que foram bem implementadas em jogos como XCOM: Enemy Unknown e no MMO (da própria BiowareStar Wars: The Old Republic.

Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Dragon Age inquisition

Os personagens que nos acompanham na aventura são minuciosamente bem construídos, cada um tem suas características únicas e ambições pessoais, tornando-os mais humanos… ou ao menos tão humanos quanto um Qunari poderia ser.

Dragon Age Inquisition é esplêndido, cada minuto passado no mundo de Thedas o faz sorrir com sua magnitude. Os detalhes e a vasta interação são genuínos, e tudo lhe faz querer desbravar cada vez mais o rico universo criada pela Bioware.

Dragon Age Inquisition levou (merecidamente) o prêmio de Jogo do Ano, e é provavelmente um dos melhores RPGs Ocidentais dos últimos tempos. Confira nossa análise e instaure a Inquisição em Thedas neste grande jogo!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *