Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Super Mario Maker

24 de dezembro de 2015
Autor: Michel Lichand

Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Super Mario Maker

Super Mario Maker pode não ser o game mais bonito ou mais inovador, mas ele merece estar em nossa lista de Melhores do Ano por simbolizar o objetivo da Nintendo: unir as pessoas pelos games.

Nintendo sofre, oh como ela sofre. Você não precisa dar dois passos sem ver um festival de jogar tomate na cara da Big N. “É tudo jogo pra criança”, “gráfico horrível”, “o Wii U já chegou ultrapassado”. Dá pra culpar as pessoas? É muito legal reclamar da Nintendo! Todo ser humano reclama daquilo que gostava quando era mais jovem, como se estivesse provando que agora é adulto e joga coisa mais legal que Super Mario Bros. Mesmo assim… todo ano sai aquele game que prova que a Nintendo ainda é mestre no que faz. Esse ano, o game se chama Super Mario Maker.

Seria muito fácil tacar um selo oficial da Nintendo em um editor de níveis de Mario basicão e jogar nas mãos do público, mas como sempre a Nintendo tratou com carinho de cada detalhe. Os belos gráficos estilizados e a trilha sonora modular dão ao ato de colocar um simples item no mapa uma grandiosidade única.

Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Super Mario Maker

Cada mecânica é explicada de um modo visual e fácil de entender que quebra qualquer barreira: de idade, de gênero, de conhecimento, de país. Para aqueles que apenas começaram a brincar com games, criar um nível e mandar para os amigos é diversão garantida. Já para os experientes, Super Mario Maker dá ao jogador a chance de explorar os conceitos que fazem de Mario uma franquia icônica.

Essa é a maior vitória de Super Mario Maker: o modo como ele permite a expressão própria de cada jogador. Quantas crianças estão sentadas na frente de seus Wii U, deixando suas imaginações voarem soltas ao desenharem mundos fantásticos nas telas de seus gamepads? Quantos adultos estão jogando os mais diferentes níveis, aprendendo mais sobre os games que definiram gerações e gerações de jogadores e desenvolvedores? Quantos críticos estão usando Super Mario Maker para expandir seus estudos sobre games? Quantos amigos estão se divertindo jogando níveis impossíveis? Quanta diversão esta simples ferramenta está espalhando pelo mundo?

Você já viu o vídeo acima, de um jogador japonês terminando um dos níveis mais difíceis de Mario Maker? Provavelmente nunca vamos conhecer esse cara, mas por um momento, todos nós fomos contagiados pela sua alegria, pela sua emoção. Um momento de felicidade tão pura que é impossível não gritar “yatta!” junto com ele, mesmo se você não entender uma palavra que ele está falando. Que outro game atual pode clamar tal feito?

Super Mario Maker não é só um símbolo do objetivo da Nintendo, mas também do seu falecido presidente Satoru Iwata. É um game que nos une, que encoraja a expressão criativa e que torna cada nível uma obra de arte que pode ser analisada, divulgada, congratulada.

Mesmo com seus problemas recorrentes (como, por exemplo, a insistência em códigos, apesar de que patches futuros vão introduzir modos alternativos de encontrar níveis), este game é o que a Nintendo vai continuar a fazer pelo resto de sua vida, não importa o que o futuro estiver guardando para ela… Super Mario Maker é um game divertido e acessível para todos.

2 Respostas para “Especial Arkade Melhores Jogos do Ano: Super Mario Maker”

  • 25 de dezembro de 2015 às 18:19 -

    Arthur

  • Olá, tudo bem? Feliz natal a todos! Eu sou um dos maiores fãs da Nintendo e jogo este jogo direto! Só tenho 10 mapas on-line, mas tenho outros criados… Alguns básicos, outros mais elaborados! Muito bom o jogo! Podiam fazer algo parecido com o jogo Zelda! Parabéns a Nintendo e eu tenho um Wii U como console principal e o New 3DS como portátil! É a marca que eu mais tenho jogos e originais! Que venha o NX! 

  • 29 de dezembro de 2015 às 16:39 -

    Carlos

  • Quem despreza os jogos da Big N é porque não entende de jogos. Me desculpe, mas a maioria das críticas que escuto são de pessoas que vão na modinha de outros e que não entendem que cada jogo tem as suas características e peculiaridades. Pensar que um jogo não é bom porque não tem cabeças explodindo ou sangue jorrando na tela é a pura demonstração que a atual geração de gamers não conseguem enxergar qualidade nos jogos. Muitos nem jogam os jogos aos quais criticam. Youtubers modinha debocharam do Mario Maker e do Splatoon, e justamente eles ganharam prêmio no VGA.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *