F1 2019 – Chegou a vez da França! Ajuste seu carro no game, em corrida vencida por Hamilton

23 de junho de 2019
Autor: Junior Candido

F1 2019 - Chegou a vez da França! Ajuste seu carro no game, em corrida vencida por Hamilton

Paul Ricard é a Fórmula 1 do presente olhando o passado, buscando reviver seus dias de glória. O circuito, que recebeu corridas entre 1971 e 1990, tem boas histórias pra contar. Lá, por exemplo, foi um dos únicos circuitos em que Ayrton Senna não venceu. Enquanto isso, seu eterno rival, Alain Prost, levou quatro troféus de vencedor diante de sua torcida francesa.

Sem corridas no país desde 2008, o retorno da Renault como equipe foi fundamental para retornar o interesse de corridas no país. Sem um piloto francês de expressão atualmente, a montadora, com sua equipe e motores na McLaren, cativou o público, suficientemente para, desde o ano passado, retornar ao calendário.

E retornou em grande forma. A Paul Ricard atual é uma das pistas mais bonitas da Fórmula 1. O azul, branco e vermelho da bandeira francesa se espalha por toda a pista, de uma forma que deixa as transmissões mais ricas. A pista é bem peculiar, exigindo de seus pilotos um carro que seja bem responsivo na direção, e com uma tração considerável, para aproveitar bem as suas retas.

Para demonstrar o circuito, usei a McLaren MP4/5B do Senna. Além de ser o último carro do piloto que correu em Paul Ricard pela F1, o possante de motor Honda também faz a sua estreia no F1 2019, com o modo Senna x Prost. Já viu o nosso review do game? Ele chega no dia 28, mas nós já estamos acelerando nele. Falando nisso, ouve só o nostálgico som do carro:

F1 2019 – McLaren MP4/5B do Senna em Paul Ricard

O novo F1 Games from Codemasters está entre nós! O game chega no dia 28, mas já estamos acelerando por aqui. Sinta só o ronco da McLaren MP4/5B 1990 de Ayrton Senna!

Posted by Arkade on Thursday, June 20, 2019

Dito isto, vamos para um ajuste que pode te ajudar muito a correr melhor em Paul Ricard. As configurações são bem semelhante com os feitos no Canadá, entretanto, :

  • Asa dianteira: 5
  • Asa traseira: 7
  • Diferencial aceleração ativa: 75%
  • Diferencial aceleração inativa: 85%
  • Cambagem dianteira: -2.50
  • Cambagem traseira: -1.00
  • Toe dianteiro: 0.05
  • Toe traseiro: 0.20
  • Suspensão dianteira: 5
  • Suspensão traseira: 3
  • Barra estabilizadora dianteira: 9
  • Barra estabilizadora traseira: 7
  • Altura frontal: 3
  • Altura traseira: 4
  • Pressão do freio: 88%
  • Balanceamento dos freios dianteiros: 55%
  • Pressão nos pneus dianteiros: 23.4 psi
  • Pressão nos pneus traseiros: 21.1 psi

Hamilton vence a corrida mais chata do ano

F1 2019 - Chegou a vez da França! Ajuste seu carro no game, em corrida vencida por Hamilton

Depois da polêmica corrida do Canadá, as expectativas para a corrida estavam diferentes. Era o reencontro de Vettel e Hamilton após o ocorrido. E, com uma Mercedes dominante, seria o momento de ver se a Ferrari conseguiria, enfim, fazer um bom GP e conquistar a difícil primeira vitória no ano. Com Vettel em sétimo, e Leclerc em terceiro, a situação parecia bem difícil.

Na largada, a boa surpresa foram as McLarens. Sainz e Norris largaram muito bem, não deixando Vettel atacar logo de cara. Devido ao bom motor da Ferrari, o piloto alemão eventualmente conseguiu o quinto lugar, chegando a segundo, enquanto os pilotos à sua frente paravam primeiro para trocarem os pneus. Vettel, inclusive, apostou em uma estratégia diferente para as trocas de pneus, buscando surpreender.

Mas nada mudou desde a largada. Vettel chegou em quinto, apenas por causada superioridade de seu motor, mas não chegou a ameaçar nem de perto Verstappen, que chegou em quarto e faz a sua melhor temporada em toda a sua carreira. Como consolação, o alemão trocou os pneus na última volta, para conseguir fazer a volta mais rápida e buscar o ponto extra. Leclerc se aproximou no final, mas não tirou o segundo lugar de Bottas.

Sainz em sexto, e Norris, em décimo, pontuaram novamente para a McLaren, que segue em uma excelente recuperação, após temporadas tão ruins. Ricciardo em sétimo, e Hulkenberg em nono, pontuaram pra Renault, mas seguem devendo, após promessas de um carro mais competitivo para 2019. Mas, quem decepcionou mesmo foi a Haas, que segue numa fase extremamente ruim, bem diferente da crescente nos últimos anos. Com certeza, haverá muita tensão nas próximas reuniões da equipe.

A corrida foi tão chata, mas tão chata, que o momento “mais emocionante” da prova foi um cone que invadiu a pista, e exigiu uma breve bandeira amarela, para ser retirada.

A Fórmula 1 já retorna na próxima semana, com o GP da Áustria.

Uma resposta para “F1 2019 – Chegou a vez da França! Ajuste seu carro no game, em corrida vencida por Hamilton”

  • 23 de junho de 2019 às 12:42 -

    Helinux

  • Isso é o que falo sempre…o pódio, a corrida está ficando previsível demais. Os carros deveriam ter o mesmo equipamento, hardware, configuração e motor para todos. A pista do GP da frança é boa, tem suas ondulaçõe, retas e pecularidades rápidas e achei coloridinha demais em determinados aspectos do circuito…o que incomoda mesmo é essa variação de particularidades entre os carros, tornando assim as corridas de F1 previsível demais em termos de pódio. valeu galera gamer!!!!

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *