O Fantástico Jaspion terá uma fantástica série de mangás nacionais até o fim do ano

8 de julho de 2018
Autor: Junior Candido

O Fantástico Jaspion terá uma fantástica série de mangás nacionais até o fim do ano

Nos anos 80, o Jaspion foi praticamente uma “árvore de dinheiro” das mais frutíferas. O herói, que foi extremamente popular em sua época, além de sua série, vendeu uma infinidade de produtos: camisetas, álbuns, bonecos, discos, histórias em quadrinhos, e muito mais. E o personagem segue popular, pois uma “segunda onda” com o herói está chegando, trinta anos depois de sua primeira exibição no Brasil, na saudosa Manchete.

Além do filme live-action com atores brasileiros, agora é a vez da Sato Company, a responsável pelo retorno do herói, seunir com a JBC e, juntas, prepararem um mangá de Jaspion, que será lançado pelo selo Henshin Universe, e terá trabalhos de Fábio Yabu, nos roteiros, e de Michel Borges, no desenho. A dupla é conhecida por Combo Rangers.

Com o licenciamento da Toei, a Sato entendeu que era uma boa hora para investir no mangá, que pega carona com o filme, que ainda não tem muitos detalhes a respeito, e com isso, mostra que quer mesmo investir na marca novamente no país, apostando no espírito de nostalgia de quem viveu a época do fim dos anos 80, ou mesmo para tentar cativar novos fãs, uma vez que os brasileiros hoje em dia são muito mais receptivos a produções japonesas.

Por enquanto, as imagens oficiais disponiblizadas são estas:

O Jaspion, assim como outros heróis japoneses, contou com histórias em quadrinhos nos anos 90, em uma época em que até Gugu, Sérgio Mallandro e a dupla Leandro e Leonardo tinham suas aventuras em gibis. O quadrinho, autorizado pela Toei, foi lançado em 1989, e era uma colagem de imagens do seriado, até que a Abril Jovem assumiu as histórias e a transformou em aventuras originais e com desenho, focadas em adaptar a TV para os quadrinhos. Dá só uma olhada em uma das capas:

O Fantástico Jaspion terá uma fantástica série de mangás nacionais até o fim do ano

Até iniciativas diferentes eram permitidas, como a Change Kids, que pegava os heróis e vilões de Changeman, e os colocavam no formato “turminha”, com os personagens crianças e aventuras mais leves e engraçadas. Eu, particularmente, gostava muito destes quadrinhos, e achava bem engraçado. Olha só como era o gibi:

O Fantástico Jaspion terá uma fantástica série de mangás nacionais até o fim do ano

Será que o Jaspion ainda tem potencial para vender novamente as toneladas de produtos de outros tempos? O que posso apostar é que o herói segue relevante. Qualquer matéria publicada no Arkade sobre o herói tem ótimas visualizações, e o interesse por ele é imenso, seja por matérias retrô, ou sobre os novos passos do personagem. Além disso, a Sato tem trabalhado bem com estes heróis, o que inclui um canal no Youtube com vários episódios disponíveis. Se tudo seguir bem o cronograma, teremos uma nova onda Jaspion no Brasil e, não se espante se você se pegar um dia com bonecos novos, ouvindo o novo CD, ou bebendo o refrigerante do herói.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *