É proibido proibir jogos nos Estados Unidos

30 de junho de 2011
Autor: Maurício Piccini

É proibido proibir jogos nos Estados Unidos

Foi confirmada nesta segunda-feira, por decisão de 7 votos a 2, na Suprema Corte dos EUA, que video games são protegidos contra censura pela Primeira Emenda. A decisão foi necessária, pois o Estado da Califórnia proibia a venda de games para menores de 18 anos desde 2005.

A Primeira Emenda da constituição dos Estados Unidos garante liberdade de expressão sobre opiniões, moral e política. A Corte entende que, assim como livros, peças de teatro e filmes, videogames comunicam ideias e mensagens socais.

Além disso, o poder legislativo dos EUA compreende que é impossível distinguir discurso político de entretenimento, pois “a diversão de um homem é a doutrina de outro“. 

A Corte também suporta a opinião de que quaisquer efeitos de incentivo à violência que tenham sido atribuídos aos video games até hoje são “indistinguíveis dos efeitos de quaisquer outra mídia“. Nesse caso, quem disser que jogos causam algum mal, precisa aceitar que filmes, livros, peças de teatro também causam os mesmos males a seus apreciadores.

Na prática, isso quer dizer que as empresas poderão continuar produzindo jogos com o conteúdo que quiserem, pois a Primeira Emenda lhes garante a proteção conta censura de outros órgãos. Isso também servirá para diminuir a eterna discussão que acontece sempre que um assassinato ou chacina é perpetrado por um jovem perturbado que – supostamente – curte games violentos.

Para ler o texto original da decisão (em inglês), confira este link: http://www.supremecourt.gov/opinions/10pdf/08-1448.pdf

Alguns dos votos e comentários individuais dos demais representantes da Suprema Corte foram disponibilizados pelo site Gamasutra (em inglês): Scalia, Alito e os dois votos contrários aos games.

Já festajamos, no mês passado, a notícia de que video games são elegíveis para incentivos à produção artística – o que na prática significa tratar games como uma forma de arte. Podemos torcer agora para que essa decisão sirva de lição para os nossos legisladores, que insistem em tratar os jogos digitais como uma forma distinta (e bastarda) das demais produções culturais.

(Via: Site da Suprema Corte dos EUA)

39 Respostas para “É proibido proibir jogos nos Estados Unidos”

  • 30 de junho de 2011 às 14:57 -

    Ricardo

  • finalmente uma lei sensata nos EUA.

    tava cansado de ‘proibido fazer pichação em bovinos no mês de maio’

  • 30 de junho de 2011 às 15:03 -

    Renan

  • Torcendo demais pra que essa lei seja implantada aqui no Brasil pra que eu possa finalmente dizer: CHUPA RECORD!!!!!!!!!!!

    • 30 de junho de 2011 às 17:05 -

      KING OF KINGS

    • a record ainda vai ter que engolir aquilo que disse, tomara que nao demore muito.

      • 1 de julho de 2011 às 07:31 -

        Sadi Junior

      • a record ainda vai ter que engolir aquilo que disse, tomara que nao demore muito [2]

      • 3 de julho de 2011 às 20:47 -

        André

      • Vai nada…

    • 4 de julho de 2011 às 23:35 -

      CROSS

    • Concordo. Essa lei devia ser implantada aqui no Brasil tbm para todos falarem: CHUPA RECORD!
      A Record sempre tenta proibir a circulação de bons jogos de todas as plataformas falando que são violentos e bla,bla,bla wiskas sachê.

      • 5 de julho de 2011 às 12:13 -

        KING OF KINGS

      • andré, pode demorar mais que pelo menos enfia guela abaixo a merda que disse

  • 30 de junho de 2011 às 15:08 -

    Rafael

  • a imagem ilustrando a materia nao poderia ser melhor hehehe

  • 30 de junho de 2011 às 15:11 -

    Renan

  • Fico feliz em ver que há pelo menos um governo que abra os olhos pra situação de que os jogos são tão perigosos quanto livros, filmes, novelas e etc.

  • 30 de junho de 2011 às 15:33 -

    @AllanCost

  • pais avançado é outra coisa

  • 30 de junho de 2011 às 16:04 -

    Kubrick Stare Nun

  • OOOHHHHHHH YEEEEEEEEAAAAHHHHHHHHHHHHHH!!!!!
    Uma salva de palmas para o poder judiciario norte americano.

  • 30 de junho de 2011 às 17:02 -

    Diogo Farias

  • Aee!
    Enquanto aqui no Brasil…

  • 30 de junho de 2011 às 17:04 -

    KING OF KINGS

  • ISSO SIM É PAIS que olha para seus jovens geeks

    • 6 de janeiro de 2012 às 17:10 -

      João

    • Quanto kusta a passagem pros EUA?

  • 30 de junho de 2011 às 17:43 -

    joão

  • Duas palavras resumem a matéria: CHUPA RECORD!!!!!!!!!!!!!

  • 30 de junho de 2011 às 17:47 -

    joão

  • Agora que desabafei, não podemos deixar de lembrar que tal decisão foi tomada levando-se em consideração a cifra zilionária, que juntamente com pornografia e filmes, de um dos 3 maiores mercados do mundo..

  • 30 de junho de 2011 às 18:11 -

    Bruno

  • Já penso essa notícia passar na record? kk’

    • 1 de julho de 2011 às 14:39 -

      KING OF KINGS

    • podia passar sim, boa ideia kk

  • 30 de junho de 2011 às 20:50 -

    NinjaCaolho

  • Depois de considerar os jogos eletrônicos como arte, ainda protege eles com a 1ª Emenda.
    Sinto uma leva de games vindo dos EUA sem medo de serem felizes.

  • 30 de junho de 2011 às 21:07 -

    trakinaz

  • gente to boiando oq a record falo?

  • 1 de julho de 2011 às 00:51 -

    kleber

  • Ai sim viu finalmente isso foi votado por la´agora ja´não podem culpar os videogame por tudo que acontece por la´agora só falta o Brasil fazer a mesma coisa por aqui também.

    • 1 de julho de 2011 às 13:29 -

      samuka

    • como o brasil e meio puxa saco dos eua com certeza logo irao pelo msm caminho assim espero abraço a todos é isso msm CHUPA RECORD

  • 1 de julho de 2011 às 07:50 -

    Sadi Junior

  • Anotem aí: “AINDA VAMOS DOMINAR O MUNDOOOO!!!”
    Por muito tempo fomos discriminados, chamados de crianças, infantis por gostarmos de “joguinhos”, quem de vcs não ouviu a frase?
    – para de jogar isso ai, é coisa de criança!!

    Cada dia que passa conseguimos um XP a mais neste mundo tão cheio de injustiças. Deixem-nos em paz!!! Pq quem esta em casa jogando, não esta na rua fazendo besteira!!
    Tenho 26 aninhos, ja joguei mto, mas tbm ja ouvi mto!
    Logo teremos PAZ!!!
    OBS: não sou daquele tipo de gamer que so fica jogando o dia inteiro(nada contra). Tenho um emprego bom, tenho casa propria, carro, moto e uma noiva linda(que as vezes não gosta de dividir a minha atenção com o PS3).
    So disse isso pq sei que a maioria dos “viciados no site” tbm são assim, e quis compartilhar um pouco.

    • 1 de julho de 2011 às 13:31 -

      samuka

    • e isso msm bro totalmente apoiado

    • 1 de julho de 2011 às 13:36 -

      mixirica

    • vou me casar daqui a uma semana nunca tive problemas em dividir minha atenção com meus afazeres pessoais, minha noiva , familia, amigos e o console

    • 8 de julho de 2011 às 11:59 -

      fabioplay

    • Li aponho..

  • 1 de julho de 2011 às 13:35 -

    mixirica

  • vido games podem ser considerados a 8ª arte sim veja

    a geração atual de jogos produz games MUITO bem ambientados, sejam eles na 2ª grande guerra, ou em uma Nova York da década de 40 ou até mesmo mundo fantasiosos… pq não? o cinema em si que é considerado a 7ª arte tbm nos introduz(uiiiiiii) à esses mundos, assim como filmes games tbm transmitem opiniões, emoções e senso critico aos que os jogam e de umas duas gerações pra cá os games estão cada vez mais bem produzidos, dublagem de personagens, a trilha sonora, a construção dos personagem que algumas vezes são baseadas em arquetipos e indentidades psicológicas, captura de movimentos emfim, e a industria de jogos tem faturado milhões e mais milhões a cada ano.

    • 1 de julho de 2011 às 19:47 -

      Fernando Magalhães

    • Vc tá certo kra. Hoje em dia fazer um jogo é fazer um mundo, desenvolver inteligencias artificiais, arrumar a trilha sonora perfeita, dublar, escrever uma história envolvente,animar, passar as leis da física para o universo digital… Enfim, fazer um jogo envolve várias áreas, e também é um meio em que NÓS interagimos para ver cada parte que os criadores do jogo deixam para nós. Os estúdios que produzem os jogos dos dias atuais são como os grandes artistas que já andaram pelo mundo.

  • 1 de julho de 2011 às 14:26 -

    bladearts

  • tava na hora!

  • 3 de julho de 2011 às 12:42 -

    Jack

  • Da-lhe USA, e CHUPA RECORD !!!

  • 3 de julho de 2011 às 14:54 -

    Heberth

  • Brasil tem que começar a imitar o USA, já basta esses impostos que são um absurdo. Agora é a vez do Brasil
    ”PROIBIDO PROIBIR JOGOS NO BRASIL”

  • 10 de julho de 2011 às 17:16 -

    oiiiii

  • mais e certo eles podem pudruzir jogos do que eles quizer
    mais des que ajude em alguma coisa para os jovens que assistem pois esses jogos são violentos e podem dar um caminho aos jovens sem volta.

  • 4 de setembro de 2011 às 11:57 -

    KING OF KINGS

  • cara vamos pegar o green card e voar pros estados unidos

    • 18 de novembro de 2011 às 15:59 -

      KING OF KINGS

    • isso ai alguem me arranja 1 por favor

  • 29 de fevereiro de 2012 às 20:19 -

    Paulo Sergio

  • eu acho que foi decisao legal a ser tomada la

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *