Harry Potter, mortes estranhas, “zeradas impossíveis”: Bloodborne já nos proporciona tudo isso, confira.

5 de abril de 2015
Autor: Luan Barbosa

Harry Potter, mortes estranhas, "zeradas impossíveis": Bloodborne já nos proporciona tudo isso, confira.

Além de sua dificuldade exagerada e centenas de mortes ocorridas em seus poucos dias de lançamento, Bloodborne também oferece muita coisa divertida e maluca criada por sua já grande comunidade. Confira algumas o que o povo anda aprontando aqui!

Considerado um dos grandes candidatos a jogo do ano, o grande exclusivo do ano até agora para Playstation 4 e sucessor espiritual de Demon’s Souls e Dark Souls, Bloodborne tem sido um grande gerador de conteúdo da comunidade de fãs, seja em vídeos no youtube, tópicos de discussões em fóruns e páginas de humor no facebook.

E com milhares de pessoas gerando todo esse conteúdo, é normal algumas coisas que geram curiosidade virem a tona. Então confira abaixo uma seleção de fatos inusitados que surgiram durante essas duas semanas desde o lançamento de Bloodborne:

Harry Potter e Coringa protagonizando a aventura?

Harry Potter, mortes estranhas, "zeradas impossíveis": Bloodborne já nos proporciona tudo isso, confira.

“Mudar de carreira faz bem ás vezes…”

 

Harry Potter, mortes estranhas, "zeradas impossíveis": Bloodborne já nos proporciona tudo isso, confira.

“Quer um charuto? É havano.”

 

Uma das coisas mais legais de Bloodborne é o seu sistema de customização. Depois dos (duvidosos) sistemas de jogos anteriores da série Souls, o jogo tira vantagem do hardware de nova geração para criar modelos faciais melhores e mais diversos.

A prova disso são os personagens que os fãs tem criado com a ajuda da ferramenta. E entre eles se destacam a versão gótica do bruxo Harry Potter, criada pelo redditor Antonskarp, e o eterno Coringa, vilão que dispensa apresentações, criado pelo usuário Devil_C, que inclusive fez um vídeo ensinando a criar você mesmo o personagem.

Jogador zera o jogo em apenas 44 minutos

Apesar do jogo ter sido lançado a tão pouco tempo, parece que o recorde mundial de tempo para zerar Bloodborne já foi, digamos, perpetuado, graças ao jogador Oginam_tv, que zerou o jogo em aproximadamente 44 minutos.

Como todo speed runner, Oginam se aproveitou de alguns truques que o jogo proporciona e vários cortes de caminho, mas nenhum tipo de modificação externa ou hack. Veja o vídeo abaixo:

Enquanto isso, outro jogador zerou sem avançar nenhum nível

Sim. Parece impossível, mas aconteceu. Para muitos, apenas zerar Bloodborne já é difícil, como já é tradição na franquia da From Software. E o jogo ainda te dá a opção de dificultar ainda mais as coisas.

Uma das classes do jogo, chamada Waste of Skin, é um conjunto de desvantagens aparentemente feito para masoquistas. Mas um jogador chamado BOYvsVIDEOGAME tomou isso como desafio e simplesmente detonou o jogo sem avançar nenhum nível. E mais: sem usar armas de fogo e sem usar os chamados visceral attacks, que tiram uma grande quantia de vida do inimigo. Detalhe: ele também já zerou Dragon Age: Inquisition em uma “sentada” na dificuldade Pesadelo e zerou Dying Light sem usar nenhuma arma. Será que eles desbloqueariam o Akuma na dica falsa de primeiro de abril sobre Resident Evil 2?

Confira o vídeo abaixo onde ele derrota o último chefe do jogo, à partir de 8:57 (contém possíveis spoilers):

Paisagens incríveis em fotos panorâmicas

Harry Potter, mortes estranhas, "zeradas impossíveis": Bloodborne já nos proporciona tudo isso, confira.

Harry Potter, mortes estranhas, "zeradas impossíveis": Bloodborne já nos proporciona tudo isso, confira.

Harry Potter, mortes estranhas, "zeradas impossíveis": Bloodborne já nos proporciona tudo isso, confira.

Se houve uma discussão enorme acerca de Bloodborne, foi sobre os seus gráficos que durante vídeos antes de ser lançado e em streamings, eram aparentemente fracos e gerou muita expectativa para ser conferido “em mãos”.

Um usuário do fórum NeoGAF resolveu desmistificar o mito de que os gráficos do jogo são datados e criou screenshots panorâmicos do jogo. Para fazer isso, BruceLeeLeroy tirou várias screenshots normais e as colou depois, além de ter retirado o HUD nas opções. O resultado é simplesmente fantástico e mostra bem o senso de arte do game.

Tire um tempo para ler poesia durante o jogo

Harry Potter, mortes estranhas, "zeradas impossíveis": Bloodborne já nos proporciona tudo isso, confira.

Harry Potter, mortes estranhas, "zeradas impossíveis": Bloodborne já nos proporciona tudo isso, confira.

Harry Potter, mortes estranhas, "zeradas impossíveis": Bloodborne já nos proporciona tudo isso, confira.

Bloodborne, assim como seus antecessores, dá a opção de deixar mensagens para outros jogadores com palavras pré-definidas, algumas úteis, outras inúteis e algumas engraçadinhas. Já o objetivo da escritora Natalie Zed é deixar seus rastros poéticos por aí.

Usando as palavras que encontramos nos notebooks, ela criou uma série de mensagens com tons literários, algumas que ajudam os jogadores e outras com lirismos ou sarcasmo mesmo. E ela registrou tudo em seu tumblr.

E claro, mortes tragicamente engraçadas

Se uma coisa não vai faltar durante os próximos anos são vídeos de mortes engraçadas, esquisitas e bizarras que acontecem durante a jogatina. E nessa em particular, um jogador registrou uma cena no mínimo, tragicômica.

Durante uma exploração em coop, dois jogadores adentram à Forbbiden Woods. Nela, uma armadilha surge e mata o primeiro jogador, fazendo com que o segundo respire fundo de alívio ao escapar… Bem, assista o vídeo para entender melhor o restante da situação:

Está curtindo Bloodborne? Curtiu a lista? Viu algo que te chamou a atenção e não está aqui? Compartilhe nos comentários!

Bloodborne foi lançado no dia 24 de março, exclusivamente para Playstation 4. E se você também viu algo maluco ou fez alguma peripécia no jogo, não deixe de compartilhar conosco.

(Via: ps4daily, wccftech, polygon, kotaku, gearnuke)

8 Respostas para “Harry Potter, mortes estranhas, “zeradas impossíveis”: Bloodborne já nos proporciona tudo isso, confira.”

  • 5 de abril de 2015 às 16:27 -

    Lucas

  • “Jogo do Ano” só pra PS4. Vai entender. Pode até ser muito bom, mas muita gente jamais irá jogar só pela restrição da plataforma. Pode até ser modinha agora e talz. Mas jamé que vai produzir o frisson que um Skyrim produziu.

    • 5 de abril de 2015 às 18:09 -

      Higor

    • Discordo de vc amigo… Quem é fã da série irá jogar sem problemas. Eu comprei um ps4 só pra jogar bloodborne. Eai? 

      • 6 de abril de 2015 às 08:30 -

        Fanny

      • E ai que tu é rico, por isso comprou um PS4. Vlw flw. 

      • 6 de abril de 2015 às 13:57 -

        André Costa

      • Rico não tem PS4, rico tem carro do ano. (e pago)

    • 6 de abril de 2015 às 21:47 -

      Deyvison

    • The Last of Us foi jogo do ano em 2013 e foi exclusivo de PS3, e bom…Skyrim é de 2011, não concorre esse ano, já foi…não vejo porque ele não pode produzir o mesmo “frisson” :)

  • 5 de abril de 2015 às 20:01 -

    Renan do Prado

  • Bloodborne tá incrível!!! E essa armadilha aí em Forbidden Woods me pegou na primeira vez que passei pela área, morri igual o primeiro cara do coop kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • 6 de abril de 2015 às 08:44 -

    Gui Mendes

  • CARA! O CORINGA!

  • 6 de abril de 2015 às 09:05 -

    Deborah

  • desculpa… mas o cara do primeiro vídeo usou um  glitch lascado que permite duplicar infinitamente as “souls” (que seria echo blood… ou algo assim). Você fica num nível fodastico e qualquer boss fica fácil… triste… o segundo cara sim é  mestre jedi.

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *