Os indicados para o Game Awards 2016 (e os pitacos Arkade)

18 de novembro de 2016
Autor: Paulo Roberto Montanaro

Os indicados para o Game Awards 2016 (e os pitacos Arkade)

Melhor jogo familiar

Dragon Quest Builders (Square Enix)
LEGO Star Wars: The Force Awakens (TT Fusion/WBIE)
Pokémon GO (Niantic)
Ratchet & Clank (Insomniac Games/Sony)
Skylanders: Imaginators (Toy for Bob/Actvision)

Mais uma daquelas categorias que é difícil de compreender como são agrupados os indicados e quais são os quesitos a serem avaliados e pesados no momento de se eleger o melhor deles. Se considerar a inventividade, Pokémon Go é, sem dúvidas, algo que mudou as relações entre as pessoas com ou outros e com o mundo a sua volta. Se formos mais conservadores e entender a categoria como algo que a família se junta na sala pra jogar, LEGO Star Wars: The Force Awakens tem seus méritos. Ratchet & ClankSkylanders: Imaginators são daqueles que tem um alcance maior em termos de público.

Dragon Quest Builders, por sua vez, traz aquela aura de Minecraft e de uma experiência mais compartilhada. Então, vai depender muito dos critérios a serem considerados e do peso de cada um deles. Se for analisar a qualidade do jogo em si, Ratchet & ClankDragon Quest Builders parecem estar um pouco a frente, mas é quase impossível prever um favorito aqui.

Melhor jogo de estratégia

Civilization VI (Fireaxis Games/2k)
Fire Emblem Fates (Intelligent Systems/Nintendo)
The Banner Saga 2 (Stoic Studio/Versus Evil)
Total War: Warhammer (Creative Assembly/SEGA)
XCOM 2 (Fireaxis Games/2K)

Uma categoria que parece um pouco esquecida e sem tantas novidades chegando com o passar dos anos. Prova disso é ter somente continuações listadas entre os candidatos ao prêmio, quase todos com aquela intenção de resgatar uma época onde esses jogos eram mais queridos e populares. A boa notícia é que são incursões muito boas nesses universos criados e mostram que há muito o que se explorar em jogos de estratégia.

Já em se tratando dos indicados em si, parece que Fire Emblem Fates está um pouco a frente, sendo quase uma unanimidade tanto para crítica como para os fãs de longa data.

Melhor jogo esportivo

FIFA 17 (EA Canada/EA Sports)
Pro Evolution Soccer 2017 (PES Productions/Konami)
Forza Horizon 3 (Playground Games/Microsoft Studios)
MLB The Show 16 (SCE San Diego/SIE)
NBA 2K17 (Visual Concepts/2K Sports)

Essa categoria é uma grande incógnita quando olhamos com o ponto-de-vista brasileiro. Tanto MLB The Show 16 quanto NBA 2K17 são quase jogos de um nicho muito específico por aqui, enquanto FIFA 17Pro Evolution Soccer 2017 sempre figuram entre os jogos mais vendidos de cada plataforma, sobretudo os consoles.

Forza Horizon 3 é o único que foge dessa dinâmica de esportes coletivos nessa lista, e parece ser mesmo o favorito, já que é quase um consenso que o jogo elevou não só a franquia, como também os jogos de corrida como um todo para um novo e altíssimo patamar de qualidade. Essa é a nossa aposta.

Melhor jogo multiplayer

Battlefield 1 (DICE/Electronic Arts)
Gears of War 4 (The Coalition/Microsoft Studios)
Overcooked (Ghost Town Games/Team 17)
Overwatch (Blizzard Entertainment)
Rainbow Six: Siege (Ubisoft Montreal/Ubisoft)
Titanfall 2 (Respawn/Electronic Arts)

Aqui, mais uma vez, um embate entre Titanfall 2, Overwatch e Battlefield 1, que se enfrentam em muitas outras categorias, com a presença sempre poderosa de Gears of War 4 e a franquia Rainbow Six: Siege aparecendo ali como um estranho no ninho.

Se considerar que o único dessa trinca que é estritamente e explicitamente pensado para o multiplayer é Overwatch e que mesmo se dedicando só a isso o jogo consegue estar presente em quase todas as categorias em que poderia estar, parece ser um aposta bastante segura, mesmo com a força de seus concorrentes.

Melhor jogador de eSport

Lee “Faker” Sang-Hyeok, (League of Legends)
Marcelo “coldzera” David (Counter-Strike: Global Offensive)
Byun Hyun Woo (StarCraft 2)
Lee “Infiltration” Seeon-woo (Street Fighter V)
Juan “Hungrybox” Debiedma (Super Smash Bros.)

Ainda que Lee “Faker” Sang-HyeokLee “Infiltration” Seeon-woo estejam mais em evidência por estarem em jogos com mais visibilidade no mundo do eSports, fica aqui a nossa torcida pelo brasileiro Marcelo “coldzera” David, que tem se destacado bastante no cenário mundial, fazendo parte da SK Gaming e vencedor de vários torneios internacionais esse ano. Sua equipe, inclusive, ocupa o topo do ranking mundial, segundo o HLTV.

É uma categoria também difícil de se julgar, até pelos concorrentes estarem em disputas e universos diversos, mas é interessante a premiação nominal, algo comum em outros produtos audiovisuais e pouco usual no universo dos games.

Melhor times de eSports

SK Telecom T1 (League of Legends)
Wings Gaming (Dota 2)
SK Gaming (Counter-Strike: Global Offensive)
ROX Tigers (League of Legends)
Cloud 9 (Jogos diversos)

A mesma dificuldade em se avaliar os jogadores também pode ser vista nos times. Como cada um está dentre os mais importantes de suas especialidades, compará-los é algo bem complicado e, ao mesmo tempo, demanda um acompanhamento não só de resultados, mas de comportamentos nos mais distintos torneios e espaços públicos. Difícil, portanto, fazer qualquer prognóstico no categoria.

Melhor jogo de eSports

Counter-Strike: Global Offensive (Valve)
DotA 2 (Valve)
League of Legends (Riot Games)
Overwatch (Blizzard Entertainment)
Street Fighter V (Capcom)

É inegável a percepção que League of Legends continua a ser o eSport que mais ganha visibilidade no mundo, já sendo reconhecido inclusive por um público que pouco ou nada se envolve com o universo dos jogos. Mas não há como negar o crescimento da comunidade de Overwatch, a presença sempre muito impactante de Street Fighter na categoria de jogos de luta competitivos, DotA 2 se mantendo nas cabeças e o bom e velho Counter-Strike como um dos grandes precursores dessa onda de competição online.

LoL ainda pode ser considerado favorito pela popularidade que alcançou sobretudo no último ano, mas a premiação de qualquer um dos seus concorrentes não seria injusta de forma alguma.

Melhor criação de fãs

Project A2MR
Pokémon Uranium
Brutal Doom 64
Enderal: The Shards of Order

Bacana esse olhar para uma comunidade cada vez mais ativa que se apropria das coisas que gosta para criar algo novo, para ir além do que lhe é oferecido. Desta lista, parece que Pokémon Uranium foi o que mais alcançou o público e mais surpreendeu, até pela força da marca. Mas só isso pode não ser suficiente para uma premiação. Vejamos o que acontece aqui, algo que vai determinar bastante do comportamento do fã nos próximos anos.

Jogo mais esperado para 2017

God of War (Santa Monic Studio/Sony)
Horizon: Zero Dawn (Guerrila Games/Sony)
Mass Effect: Andromeda (Bioware/EA)
Red Dead Redemption 2 (Rockstar Games)
The Legend of Zelda: Breath of the Wild (Nintendo)

Não há dúvidas que God of War quebrou a banca quando apareceu na conferência da Sony na E3 2016, nem que a campanha sólida de Horizon: Zero Dawn tenha elevado as espectativas para a única franquia nova dessa lista. Por sua vez, The Legend of Zelda: Breath of the Wild carrega consigo quase que o peso do sucesso (ou do fracasso) do novo Nintendo Switch, mesmo tendo sido adiado para melhorias. Mass Effect: Andromeda carrega não só o legado de uma franquia elogiadíssima e super-querida dos fãs, como da própria Bioware, cujo último jogo (Dragon Age: Inquisition) conquistou o prêmio de Game of the Year.

Contudo, não há como negar o quanto a internet veio abaixo nos últimos dias quando RDR2 foi anunciado com um trailer que pouco mostrava, mas que já alimentava um desejo antigo e mitológico por uma sequência de um dos melhores games dos últimos anos. Esse fator de novidade – é o que foi anunciado mais recentemente – pode dar força para o jogo na premiação.

No final das contas…

Esses são os indicados desse ano, com alguns pitacos nossos. Claro que não há nenhuma informação oficial da vitória ou da derrota de qualquer um deles, algo que só conheceremos no começo de dezembro e as opiniões aqui expressas são muito mais por um feeling do que por dados formais. E você caro leitor? Concorda conosco? Discorda veementemente? Dê a sua opinião, sempre respeitando a visão do outro, aqui nos comentários e/ou participe da nossas enquetes no Facebook. Quando os vencedores forem divulgados, iremos publicar aqui, destacando também a escolha dos nossos leitores.

Esta matéria possui mais páginas: 1 2

Deixar um comentário (ver regras)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *